Pesquisar

5 Dicas de como melhorar a resistência para os treinos

Ser mais resistente é fundamental para quem busca melhorar a eficiência e os resultados de seu treino. Mesmo que você vise apenas a hipertrofia, a resistência geral é fundamental. Veja como melhorar a sua!

resistência treinos musculação folego disposição


PUBLICIDADE

A resistência, vista de uma forma geral, é fundamental para bons resultados em seus treinos.

Se você é um atleta e busca aumento de rendimento, os motivos para aumentar a resistência são óbvios.

Se você visa a hipertrofia, mais resistência significam treinos mais fortes, intensos e volumosos.

Como isso é fundamental para ter melhores resultados, é natural que com mais resistência, seu treino seja mais eficiente.

Mas é importante destacar que a resistência não é uma qualidade física isolada.

Há vários tipos de resistência e todas elas podem ser melhoradas através do treinamento.

Resistência sempre é igual?

Resistência não é apenas “aguentar” um exercício por mais tempo. Ela se manifesta de diversas formas.

Para não me alongar demais, vou focar nos diferentes tipos de resistência para quem busca melhores resultados na academia:

– Resistência anaeróbica;

– Resistência aeróbica;

– Resistência de força;

– Resistência muscular localizada.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Lógico que há outras manifestações de resistência. Mas estas são as mais importantes para quem treina.

A primeira e a segunda, são oriundas do tipo de treino. No geral, a aeróbica é trabalhada com caminhadas, bike, HIIT e outros métodos.

A anaeróbica é naturalmente melhorada com o treino de musculação ou de movimentos de mais potência.

Resistência de força está relacionada a capacidade de manter a produção de força por mais tempo.

Ou seja, ela é fundamental para qualquer pessoa que busca melhorar seu treino de musculação.

Já a resistência muscular localizada diz respeito a capacidade de manter determinados músculos, por mais tempo sob tensão, sem perda de rendimento.

Leia também:

Exercício aeróbico e anaeróbico, entenda as diferenças e vantagens de cada um

Como melhorar a resistência? 5 dicas fundamentais!

1- Varie os estímulos com inteligência

Nada será mais eficiente para melhorar sua resistência, do que variar estímulos.

Se você treina sempre igual, sem variar, seu corpo vai entrar em um platô de desenvolvimento e principalmente, não haverá adaptação.

Melhorar a resistência é fazer com que seu corpo seja exposto a estímulos aos quais ele não está acostumado.

Por exemplo, se você trabalhar sempre com a mesma faixa de repetições, não vai desenvolver resistência.

Da mesma maneira, se não manipular o número de séries, escolhas dos exercícios e intervalos de descanso, não terá uma melhora considerável de resistência.

Lógico que isso tudo não deve ser feito de forma aleatória. Você precisa sempre de um planejamento.

Por exemplo, se você foca em resistência muscular localizada em uma semana, pode focar em resistência de força ou mesmo, aeróbica.

Tudo vai das suas necessidades e individualidades.

2- Use métodos de treino que aumentam o tempo total de tensão

O tempo total de tensão é uma das variáveis que mais vem sendo estudada pela ciência, quando o assunto é hipertrofia.

Naturalmente, isso envolve também resistência. Quanto mais seus músculos estão sob tensão durante seu treinamento, maior será a necessidade de resistência.

Por isso, usar métodos como drop-set, rest-pause, bi-set, agonista-antagonista e outros, é uma atitude inteligente para quem busca melhorar sua resistência. Certamente, isso ainda trará ótimos resultados em termos de hipertrofia.

3- Faça séries alternadas por segmento

Esta é uma dica mais focada em iniciantes. Avançados não terão tanta melhora com este método.

As séries alternadas por segmento são aquelas onde fazemos um determinado número de séries para membros superiores e na sequência, fazemos algumas séries para membros inferiores.

Isso vai trazer um bom aumento de resistência por motivos óbvios: mais massa muscular envolvida no processo.

Como a resistência é uma das qualidades físicas de base, usamos este método com muitos iniciantes, justamente para desenvolver este condicionamento.

4- Mais séries com menos tempo de descanso

Esta não é uma dica que podemos usar de qualquer jeito. Mas em alguns momentos, com a devida preparação, fazer aquele treino volumoso, é uma ótima alternativa.

Você não precisa sempre fazer 3x 12. Por fazer 8 séries de um exercício, com 20 repetições.

Naturalmente, vai precisar reduzir a carga, mas esta é uma ótima forma de melhorar sua resistência.

5- Não esqueça do aeróbico

De nada adianta melhorar só a resistência muscular, se o seu condicionamento aeróbico não permite um treino mais forte.

Por isso, faça aeróbicos não apenas com o intuito de melhorar sua definição muscular, mas sim, de ser mais resistente.

Por exemplo, um treino intenso e volumoso, vai exigir também do seu condicionamento aeróbico. Se você não tiver uma boa resistência, vai treinar abaixo de seu potencial.

Leia também:

Cardio, Por que é importante mesmo para quem faz musculação?

Resistência é fundamental para quem busca ter resultados em longo prazo e principalmente, quer construir um corpo mais forte e hipertrofiado.

Por isso, em seu treino, sempre dê prioridade para melhorar qualidades física, incluindo a resistência.

Sempre treine com orientação de um bom profissional. Bons treinos!

5 Dicas de como melhorar a resistência para os treinos
4.2 (83.33%) 6 votes

Artigo atualizado em

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. CREF: 22643-G/SC

1
Deixe um comentário

avatar
1 Tópicos de comentários
0 Respostas do Tópico
1 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais em alta
1 Autores de comentários
Helder Patricio Mateus Dinis Autores de comentários recentes
  Inscrever-se  
Mais recente Mais antigo Mais votado
Notificação de
Helder Patricio Mateus Dinis
Visitante
Helder Patricio Mateus Dinis

Gostei muito de ler esse artigo ,Também sou professor de Ed. Física.