Pesquisar

L-Lisina: Para que serve, 6 benefícios, alimentos e como tomar

Um importante aminoácido essencial, a L-Lisina tem papel fundamental em nosso organismo e além de possuir Inúmeros benefícios, auxilia no tratamento de doenças.

L-Lisina - Para que serve, benefícios e onde comprar


PUBLICIDADE

Isolada pela primeira vez em 1889 a partir de caseína (uma proteína do leite), a L lisina é hoje objeto de um grande comércio, especialmente por causa de seu uso por criadores industriais.

O que é a L lisina?

L lisina (Lys ou K) é um aminoácido que é usado na composição de proteínas.

A L lisina é um aminoácido essencial, isto é, o corpo não pode produzi-lo e deve ser extraído da comida.

Está concentrado nos músculos e tem muitas funções biológicas. Contribui, entre outras coisas, para o crescimento ósseo, a formação de colágeno e anticorpos e o metabolismo de carboidratos.

Está quimicamente perto de arginina, outro aminoácido, com o qual compete no corpo.

Uma vez isolado, é na forma de pó branco microcristalino, inodoro, ligeiramente salgado, muito solúvel em água.

É amplamente utilizado na alimentação animal, especialmente na criação de galinhas e porcos.

Suplementos comerciais estão disponíveis como cápsulas ou comprimidos contendo normalmente 500 mg a 1 g de L lisina cada.

Fórmulas infantis, substitutos de carne, suplementos proteicos e substitutos de refeições geralmente contêm L lisina, misturada a outros aminoácidos.

A lisina também faz parte, junto com a metionina, da síntese da carnitina produzida pelo fígado, rins e cérebro.

Para produzir essa proteína é necessário também outras substâncias como a vitamina B6, niacina, ácido ascórbico e ferro.

A carnitina tem uma função importante na geração de energia, pois é a partir da presença dessa proteína que temos a geração de adenosina trifosfato.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Ela também aumenta o fluxo sanguíneo levando oxigênio e nutrientes para os tecidos, melhorando a saúde como um todo.

Para que Serve a L lisina?

Herpes labial. O uso de L lisina para combater o vírus herpes foi o objeto de vários estudos clínicos em 1980.

Os resultados da maioria dos testes indicam que este aminoácido pode ajudar a reduzir a reincidência e gravidade das crises e acelerar a cicatrização em certos indivíduos.

Uma pesquisa com 1.543 pessoas com herpes que tomaram L lisina (1 g por dia, em média) por seis meses também deu resultados positivos.

Estes últimos dados sendo subjetivos, não constituem uma prova clínica, mas está na direção de uma possível eficiência da L lisina.

A teoria proposta pelos pesquisadores para explicar a eficácia da L lisina é a seguinte: o vírus deixaria de se multiplicar quando o nível de L lisina no corpo excede o da arginina.

O vírus precisa da arginina para se reproduzir e quando desaparece em favor da L lisina (esses dois aminoácidos são concorrentes), seria mais difícil se multiplicar.

Herpes genital e aftas. Embora a L lisina seja por vezes utilizada para tratar herpes genital e aftas, a sua eficácia a este respeito nunca foi objeto de ensaios clínicos rigorosos.

Benefícios da L lisina

L-lisina é um aminoácido essencial. Os aminoácidos são os blocos de construção e o cimento das células de todo o corpo.

Eles são necessários para muitas funções internas, incluindo crescimento e crescimento muscular.

Das poucas centenas de aminoácidos encontrados na natureza, 20 são necessários para a criação e o crescimento de proteínas, e apenas 10 deles podem ser produzidos pelo organismo.

Os outros 10 são chamados aminoácidos “essenciais” e por isso as pessoas devem consumi-los para uma boa saúde.

As deficiências de aminoácidos causam danos às células internas e podem causar problemas enormes, por isso é importante ter o suficiente em sua dieta.

Veja agora, os 6 Benefícios comprovados da L lisina

1. Pode diminuir o surto e a frequência dos vírus herpes

O herpes labial é o resultado do vírus herpes simplex-1, também conhecido como HSV-1, e cerca de 67% das pessoas com menos de 50 anos estão infectadas com o vírus, embora nunca tenham sintomas.

2. Pode ajudar o tratamento do câncer

A lisina oxidase foi testada contra casos de câncer colo retal em camundongos em 2014.

Neste estudo, a injeção de lisina oxidase não foi associada a nenhuma morte e estreitou o tamanho de tumores importantes, o que significa que pode ser uma forma promissora de tratamento para o câncer colo retal.

3. Reduz a ansiedade e outros sintomas psicológicos

Além de comer alimentos ricos em vitaminas do complexo B, magnésio e ácidos graxos ômegas-3, você também pode tentar aumentar a ingestão de L-lisina para minimizar a ansiedade.

4. Aumenta a absorção de cálcio

O consumo de L-lisina leva a uma melhor absorção de cálcio, o que leva alguns a acreditar que pode ajudar as pessoas com ou com risco de osteoporose.

5. Previne o Diabetes

Parece que um dos benefícios da L-lisina para os diabéticos é proibir a formação de AGE em quem tem diabetes, impedindo as vias específicas de glicação que levam a doença, ajudando a prevenir a infecção.

6. É bom para o intestino

A síndrome do intestino solto(hiperpermeabilidade da flora intestinal) afeta milhões de pessoas, e muitos não sabem que são vítimas.

A L lisina ajuda a manter a saúde e equilíbrio do intestino.

Leia também:

L-Carnitina: Para que Serve, Se Emagrece e Como tomar

Arginina: Para que serve, efeitos e como tomar?

Metionina – Para que serve, funções, fontes nos alimentos e suplemento

Vitamina B6 (piridoxina): Para que serve, Função, Benefícios e fontes nos alimentos

Niacina (Vitamina B3): Saiba para que serve e quais seus benefícios

Efeitos Adversos e Precauções

Os suplementos de L-lisina podem causar efeitos colaterais menores, o que não foi demonstrado para o consumo de alimentos ricos em lisina.

Esses efeitos colaterais podem ser dor de estômago e diarreia.

Há também uma relação entre a doença renal e os suplementos de lisina.

Portanto os pacientes com insuficiência renal e hepática devem prestar atenção e consultar seus médicos antes de começar a tomar suplementos com lisina.

Top 13 alimentos ricos em lisina

  • leite e derivados como alguns tipos de queijo e iogurte;
  • Carne vermelhas;
  • Frango;
  • Atum;
  • farinha de soja;
  • leite de soja,
  • tofu;
  • frutos do mar como o camarão;
  • Sementes De Abóbora;
  • Ovos;
  • Feijão branco;
  • lentilha;
  • ervilha;

Deficiência

A deficiência de lisina pode ser provocada pela falta de uma alimentação rica em carnes ou então uma deficiência do próprio organismo em absorver proteínas que pode ser causada por um fator genético.

A falta desse aminoácido pode causar anemia, náusea, fadiga, formação de pedras nos rins, asma, infecções virais e desenvolvimento anormal do sistema reprodutivo.

Isso pode ser resolvido com uma ida ao nutricionista ou nutrólogo e ajustar a quantidade de lisina que você deve consumir por dia seja na forma de suplementos ou na alimentação do dia a dia.

Como tomar o suplemento

Não é necessário receita médica para consumir suplemento de lisina, mas é indicada a assistência de um profissional de saúde, pois o excesso de proteínas também oferece riscos à saúde, como aumento dos níveis de colesterol e triglicérides, deficiência de arginina e formação de pedra da vesícula.

A média recomendada é de 12 mg de lisina por quilo de peso ao dia.

Referências
COELHO, Christianne de Faria et al . Aplicações clínicas da suplementação de L-carnitina. Rev. Nutr.,  Campinas ,  v. 18, n. 5, p. 651-659, Oct.  2005 .   Available from Scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732005000500008&lng=en&nrm=iso. access on  06  June  2015.  Dx.doi.org/10.1590/S1415-52732005000500008.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

3 Comentários

  1. Herpes não é DST.

  2. Gostaria de saber se posso compra so um frasco de lisina

  3. Neli De Napoli Lunardi

    Por ordem médica estou tomando Fortfit 1x ao dia.sou diabética e i de artrite. Esse suplemento pode me trazer benefícios? Grata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *