fbpx
Página Inicial » Suplementos » Arginina: Para que serve, efeitos e como tomar?
L-Arginina para que serve e beneficios

Arginina: Para que serve, efeitos e como tomar?

A arginina é um aminoácido considerado semi-essencial. Veja agora todos os seus benefícios e de que forma ela pode otimizar seus ganhos de massa muscular.

A quantidade de aminoácidos que precisamos, para que nosso corpo funcione da forma correta, é bastante considerável. Alguns mais importantes, outros menos.

Mas o que é certo, é que em nossa dieta é fundamental buscar o máximo possível de ingestão de aminoácidos de boa qualidade. Um deles, é a L-arginina.

A Arginina tem importantes funções, dentro de nosso metabolismo e otimiza uma série de reações, que auxiliam no processo de anabolismo.

Especialista ensina como não cometer erros ao tomar a Arginina:

Leia também:

Óxido Nítrico (NO2) – O que é, para que serve, efeitos e como tomar


O que é Arginina?

É preciso entender, antes de falar especificamente da L-arginina, que existem aminoácidos que são produzidos pelo nosso corpo e outros, que precisam ser ingeridos. No caso da L-arginina, ela é um aminoácido que até é produzido pelo organismo, o que faz com que ela não seja propriamente um aminoácido essencial.

Porém, nosso organismo produz apenas o necessário para suprir as necessidades do organismo. Isso é bom, mas quando queremos potencializar as suas funções, precisamos de uma ingestão um pouco mais elevada.


Função e para que serve

Em termos gerais, a Arginina tem uma importante função na oxigenação celular, melhorando a circulação sanguínea e a síntese de óxido-nítrico.

O óxido-nítrico, é um importante componente da vasodilatação, fundamental para melhores ganhos de hipertrofia e recuperação muscular. 

A lógica é simples: com mais espaço para a circulação ocorrer, fica mais fácil para o corpo transportar nutrientes até as células.

Os suplementos que ajudam na oxigenação das células são abundantes no corpo humano, no entanto, conforme ressalta Sackheim e Lehman (2001, p. 420), a arginina é a única fonte de nitrogênio atuante na síntese de óxido nítrico.

O estímulo do óxido-nítrico contribuirá no aumento do abastecimento contínuo de sangue nos músculos. A partir daí podemos compreender, já de início, que a sua função principal está na saúde muscular. Por isso que muitos suplementos pré-treinos possuem arginina em sua composição.

Ganho de massa muscular

Em resumo, podemos ver que a arginina tem atuação importantíssima para a síntese proteica no organismo. Portanto é um grande agente no ganho de massa magra e perda de gordura, pois esta acaba tendo seu armazenamento limitado. Tudo isso devido à melhora da retenção de nitrogênio.

Então, esse suplemento trabalha no desenvolvimento da massa magra em detrimento da gorda, através da chamada síntese de óxido-nítrico.

Porém, estas não são as únicas funções da l-arginina.

Funções secundárias da Arginina

A arginina tem outras importantes funções, além de apenas estimular a retenção e nitrogênio e otimização na síntese de óxido-nítrico.

Uma das mais importantes funções da L-Arginina é estimular diretamente a produção do hormônio do crescimento (GH). Como sabemos, o GH é muito importante, não apenas para a hipertrofia, mas também para o emagrecimento e queima de gordura em geral.

Outros hormônios que tem sua síntese melhorada com a utilização de L-Arginina, são a  insulina e glucagon. A insulina é um dos principais hormônios anabólicos do organismo, facilitando a entrada da glicose nas células, fornecendo o aporte energético que estas precisam para desempenharem suas funções.

Outro ponto importante, no que se refere a função da L-Arginina, é a melhoria na produção de força e potência muscular. A arginina é um dos intermediários nas sínteses do fosfato e da creatina. Com isso, com a devida suplementação, você pode ter uma melhora no rendimento.

4 Grandes Benefícios da Arginina

Arginina Suplemento

1° Melhora da circulação sanguínea e sistema cardíaco

Pelo fato de a L-arginina estar diretamente ligada a função do nitrogênio, ela irá sim impactar na melhora da circulação, tornando os vasos mais maleáveis e facilitando todo o ciclo cardíaco.

Isso também, devido a suas possibilidades de atuação sobre o óxido nítrico, que irá impactar diretamente na vasodilatação. Por isso, a L-arginina é muito importante para a melhora da circulação. Isso, influencia diretamente na qualidade de vida e nos resultados de seu treino.

2° Atuação contra inflamação, infecção e diminuição da dor

Outro grande benefício da arginina está na sua atuação anti-inflamatória, inclusive já testada na recuperação de inflamações na bexiga, por exemplo.

Depois existe a ajuda na cicatrização, como já previsto, principalmente quando ficamos conhecendo sua função na recuperação das fibras musculares. Pesquisas mostraram um benefício relevante na cicatrização dos tecidos logo após procedimentos cirúrgicos.

E a sensação de dor acaba diminuindo também em consequência da sua atuação nas células. Para o desempenho do atleta é muito bom, pois a dor é diminuída conforme os músculos se recuperam, já que um efeito é consequência do outro.

3°  Benefícios para a perda de peso e hipertrofia

De forma geral, a l-arginina atua diretamente na melhora da circulação, correto? Desta forma, ela vai fazer com que mais nutrientes cheguem as células.

Caso o treino seja bem realizado e a dieta esteja adequada, a arginina ajuda, de uma forma indireta, na regeneração celular e na melhora da supercompensação.

Desta maneira, seja para o emagrecimento, seja para a hipertrofia, a arginina é uma coadjuvante importante para a melhor obtenção de resultados.

Além disso, com a maior ingestão de arginina, temos mais nitrogênio circulante. O balanço de nitrogênio, que de forma simplória está ligado a maior retenção e utilização de proteínas, é fundamental para quem busca melhores resultados em seus treinos.

4° Melhora na função hormonal

A Arginina tem outra importante função: ela auxilia na melhora da secreção de determinados hormônios, que tem importante função lipolítica e anabólica. O principal deles, é o hormônio do crescimento, o GH.

Outro ponto importante da arginina, é que ela atua diretamente na melhora da secreção e utilização da insulina. Desta maneira, as células absorvem de maneira mais eficiente os nutrientes, principalmente a glicose. Isso faz com que o corpo se recupere mais rápido e tenha um ganho mais constante em termos de hipertrofia.

Estas são algumas das principais vantagens da arginina. Este suplemento, não irá atuar diretamente na construção muscular, como acontece com alguns suplementos proteicos. Porém, com um treino na intensidade adequada, com uma dieta balanceada, a ingestão de Arginina irá potencializar os resultados.

Como tomar a Arginina

Como tomar a arginina
Aprenda a tomar a Arginina corretamente para não cometer erros!

É recomendado que se tome arginina duas vezes ao dia, sendo a primeira logo ao amanhecer e a outra após o treino. Mas há divergência na hora de estipular uma média para a dose diária e em que momento tomar.

Pesquisas já publicadas chegam a indicar uma variação de 50 mg a 30 g no total em um dia. Ou seja, temos aí uma diferença muito grande. Essa diferença está relacionada ao tipo físico do atleta, sua alimentação como um todo e o seu nível de treinamento.

Fabricantes vendem o suplemento de Arginina com 500 mg ou 750 mg cada cápsula. Orientando tomar de 2 até 3 vezes ao dia.

Quanto ao período a se tomar, também existe divergência.

Pesquisamos algumas marcas de suplementos que comercializam a arginina. Umas informam em sua embalagem para tomar o suplemento antes do treino, tanto sua forma concentrada quanto em suplementos pré-treinos com essa substância na fórmula. Outras marcas recomendam o uso dividido em doses ao acordar e outra após o treino conforme informamos agora pouco.

Você pode tomar ou conforme o fabricante destaca na embalagem, já que essa diferença de período pode estar relacionada a quantidade por cápsula que varia de um fabricante para o outro. Ou melhor ainda e que é o mais recomendado, sem dúvida, tomar conforme orientação de um profissional, no caso um nutricionista. 

Até porque não devemos esquecer que essa substância já é ingerida a partir de alimentos comuns do nosso dia a dia, e quando for suplementar, é preciso levar isso em consideração.

Por isso que um nutricionista vai poder determinar melhor a quantidade de acordo com suas necessidades.

Alguns alimentos ricos em arginina são:

  • Feijão e soja;
  • gema do ovo;
  • castanha de caju, avelãs, amendoim, pistache e nozes;
  • chocolate meio amargo;
  • peixes como atum, sardinha e salmão;
  • filé de frango;
  • leite e seus derivados;
  • frutas como morango, melancia, uva e kiwi;
  • frutos do mar como camarões, lagosta, lula e caranguejo.

Estima-se que um ser humano bem alimentado já consiga ingerir até 5g de arginina diariamente na alimentação.

Preço e onde comprar o suplemento

Além dos suplementos pré-treinos onde contém a arginina em sua composição, essa substância também é vendida de forma concentrada em pó e em cápsulas com quantidade já estabelecida pelo fabricante.

Você pode comprar ainda a arginina manipulada em farmácias de manipulação. Seu preço pode variar conforme o fabricante e quantidade da composição informado na bula.

A média de preço do suplemento arginina em embalagem contendo 120 cápsulas com 750mg cada cápsula, custa em torno de R$35,00 até R$60,00, os produtos nacionais. Já os importados pode variar de R$80,00 até R$119,00.

Comprar suplemento arginina pelo menor preço

Efeitos colaterais

A curto prazo, a arginina realmente não chega a oferecer efeitos colaterais aparentes, ao menos para a maioria. Contudo, com o tempo, caso seja mal administrada, seus efeitos colaterais poderão ser por demais nocivos. Um desses efeitos poderá ser o não crescimento da massa magra.

Mas como a massa magra poderia ter o seu crescimento impedido, se a suplementação de arginina de modo continuado só aumenta a síntese proteica?

A resposta é muito simples: acontece que a arginina é apenas um aminoácido, ou seja, a fim de que haja um efeito garantido, o atleta não pode deixar de lado uma dieta equilibrada com a ingestão de nutrientes importantes como os minerais, proteínas, vitaminas, lipídios e os outros aminoácidos que são essenciais.

Contraindicações

O suplemento de arginina é contraindicado para:

  • diabéticos,
  • mulheres gravidas ou amamentando;
  • pessoas com problemas renais.

Estes grupos devem evitar esta suplementação, pois ela pode prejudicar funções vitais. No caso dos diabéticos, o problema reside na função da Arginina sobre a insulina.

Quem já sofreu ataque cardíaco também deve se manter afastado do produto. Depois, devemos levar em conta outros problemas que podem ser agravados, tais como os sintomas da herpes ou a piora da azia, gastrites e úlceras por elevar a acidez estomacal.

Vale a pena tomar Arginina?

Em um contexto geral, sim. Porém, é importante entender que apenas ingerir Arginina, não trará resultados. O contexto todo precisa ser trabalhado. A Arginina é um elemento coadjuvante, que apenas potencializa o que os estímulos da dieta e do treino, trazem.

No geral, os benefícios da utilização da Arginina são imensos. Este é um suplemento que trará uma melhora em todo o processo de regeneração muscular. Portanto, se usado da forma adequada, vale sim muito a pena, usar Arginina.

É muito importante ter isso tudo claro, sempre que você fizer a utilização de tal suplemento. Além disso, para saber as quantidades ideais de ingestão, o ideal é contar com a ajuda de um bom profissional.

Deixe seu relato

Deixe seu relato sobre os resultados utilizando o suplemento com Arginina, logo abaixo em nosso espaço para comentários. Conte como foi sua experiência, se teve efeitos colaterais, que marca utilizou. Ajude os próximos leitores.

Gostou desse artigo? Então compartilhe nas redes sociais com seus amigos e mantenha eles também informados.

Bons treinos!

Referências:
ANGELI G, et al. Investigação dos efeitos da suplementação oral de arginina no aumento de força e massa muscular.Rev Bras Med Esporte, 13, 2007.
MATSUMOTO, K., et al. BCAA’s and Arginine Supplementation attentuates skeletal muscle proteolysis induced by moderate exercise in young individuals. Int. J. SportsMed. Vol. 28, 2007.
SACKHEIM, George I; LEHMAN, Dennis D. Química e bioquímica para ciências biomédicas. 8º ed. Editora Manole, 2001.

Arginina: Para que serve, efeitos e como tomar?
4.3 (86.67%) 9 votes

Sobre Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte.

34
Deixe um comentário

avatar
26 Tópicos de comentários
8 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais em alta
32 Autores de comentários
MarcoFrancisco PetrucioDeividsonWillame Formigaana Autores de comentários recentes
  Inscrever-se  
Mais recente Mais antigo Mais votado
Notificação de
Willame Formiga
Visitante
Willame Formiga

Bom dia! A L-Arginina é bom pra quem sofre de disfunção erétil? E qual a dosagem ideal pra quem tem esse problema?

Deividson
Visitante
Deividson

ai no caso, melhor tomar tadalafil, consulte um medico

Rafael Araujo
Visitante
Rafael Araujo

Gostaria de saber pq arginina é contra indicado para diabéticos e se existe outro suplemento semelhante q possa ser usado por diabéticos.

ana
Visitante
ana

posso tomar arginina + ornitina junto com bcaa?

Marco
Visitante
Marco

Gostaria de saber se o uso diário de L-arginina nas condições ideais, pode trazer algum problema se utilizado por um longo período? Ou seja, posso tomar L arginina durante toda a vida?

ana
Visitante
ana

treino e tenho 54 kl….pode ser 500 de arginina e 250 de ornitina….pois ja tomo duas cap de bcaa antes e pois treino.

Gilson
Visitante
Gilson

Tenho tomado a arginina da marca growth junto com creatina e tenho gostado muito dos resultados desde quando comecei com esses 2 suplementos…antes gastava mo grana por mês com whey importada e nao via tanta diferença quanto ficar sem suplementos e somente seguindo a dieta. Alias, quanto a minha dieta, sempre me mantenho firme até nos fds…

Valeu galera show os artigos do site!!

Fernando
Visitante
Fernando

Boa noite
Tenho pressão alta moderada controlada por Losartana postassica por fazer uso dá l arginina
Obrigado

Jako Gnoled
Visitante
Jako Gnoled

Olá. Texto excelente. Gostaria de saber se tem algum produto no mercado que contenha L-ARGININA, L-CARNITINA, L-GLUTAMINA associados? Vlw.

Felipe
Visitante
Felipe

Olá, adorei o texto, tenho 16 anos posso tomar?

Daniel Sabino
Visitante
Daniel Sabino

Ola ouvi dizer e ja fiz o teste que se tomar arginina antes de dormir tira o sono ,comigo ja aconteceu por isso recomendo não tomar arginina antes de dormi se não quiser ter uma péssima noite de sono

Felipe
Visitante
Felipe

Pode tomar arginina com zma antes de dormir?

Francisco Marcos Oliveira Baptista
Visitante
Francisco Marcos Oliveira Baptista

Posso tomar l- arginia e l-carnitina ao mesmo tempo?

Eudes Rosa
Visitante
Eudes Rosa

Oi,tenho 67 anos e peso 120 kg qual a dose ideal para mim
Posso tomar L-carnitina + L-ArgininaEudes

Francisco Petrucio
Visitante
Francisco Petrucio

Ola Eudes! No seu caso, eu acredito que seria bom seguir uma alimentação paleo/low-carb antes de suplementos, para reequilibrar o seu organismo. Há muitos relatos (alem de estudos clinicos randomizados) mostrando que esse tipo de alimentação é o mais fácil de ser seguido a medio prazo para perda de peso de maneira gradual, sem fome, sem deixar de ingerir nutrientes essenciais. Eu recomendo muito o blog e podcast do Dr Souto. De uma olhada no google por “Dr Souto”. Forte abraço e bons treinos!

Adriana
Visitante
Adriana

Treino 3 vezes por semana musculação , posso tomar Arginina suplemento todos os dias ou só nos dias do treino?

Batista
Visitante
Batista

Ex
Arginina e contra indicado para diabéticos tipo 2, existe outro suplemento indicado?

Marciene
Visitante
Marciene

Alguém já ouviu falarem da L Arginina injetável ? BCAA’S Injetável ?