fbpx
Pesquisar

DHEA: O que é, 13 Benefícios, Como tomar e Depoimentos (antes e depois)

Atualizado em
Compartilhe:

Para melhores resultados em termos de desempenho,  hipertrofia e saúde, muitas pessoas lançam mão de substâncias medicamentosas. Veja agora uma avaliação completa do DHEA (desidroepiandrosterona) e ao final, especialista tira maiores dúvidas em vídeo. Saiba onde comprar por um preço justo!

DHEA dehidroepiandrosterona

O que é e para o que serve o DHEA?


PUBLICIDADE

A desidroepiandrosterona (DHEA) é um hormônio de ação esteroide anabólica, que é  produzido pelas glândulas adrenais ou suprarrenais, a partir do colesterol.

A DHEA é o precursor de um hormônio chamado de androstenediona, que por sua vez, é um precursor da testosterona e de outros hormônios sexuais femininos.

A DHEA é hormônio esteroide precursor quase que direto da testosterona e do estradiol, mesmo que em menores quantidades do que alguns outros hormônios.

Mas a secreção de DHEA não é linear durante a vida, como praticamente todos os hormônios ligados a questão sexual.

 Ao longo de nossa vida, a produção de cortisol é aumentada, através da glândula suprarrenal.

De maneira inversa, hormônios como o DHEA, o  GH e a melatonina tem suas secreções declinadas.

Por isso, uma série de fatores são melhorados com o aumento na secreção do DHEA,  veja abaixo quais são:

13 Benefícios

O DHEA tem sido vinculado a diversos benefícios, como aumento da massa muscular e da libido, bem como controle da depressão e melhora no sistema imunológico.

Veremos a seguir os principais, comprovados por inúmeros estudos e pesquisas ao redor do mundo.

1. Aumento da densidade dos ossos

Níveis mais baixos do DHEA em decorrência do envelhecimento foram ligados a uma menor densidade óssea e também um aumento ao risco de fraturas.

Os estudos mostram que a suplementação do hormônio por dois anos pode corrigir esses fatores em mulheres, enquanto em homens, não.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Alguns estudos não apresentaram esses resultados, mas eles foram realizados por um intervalo menor que seis meses.

A conclusão é de que ingerir o DHEA através de suplementos pode ser benéfico quando utilizado por longos períodos.

2. Controle da depressão

Pesquisas mostraram que a suplementação com o hormônio pode ser efetiva no combate a depressão.

Principalmente em pacientes que apresentam a condição de forma mais leve e também entre aqueles que não respondem aos tratamentos tradicionais.

3. Aumento da libido e fertilidade

Por interferir diretamente nos hormônios sexuais, não é surpresa que a suplementação com DHEA afete esses aspectos da vida.

Estudos mostram que ele melhorou a função dos ovários em mulheres com problemas de fertilidade.

Além disso, pesquisas comprovaram que ele também aumenta a libido e o bem estar tanto em homens quanto em mulheres.

4. Correção de problemas hormonais

A insuficiência adrenal é um condição que afeta a produção hormonal e pode causar sintomas como fadiga, fraqueza e alterações na pressão arterial.

Estudos mostram que a suplementação com DHEA diminui o problema, melhorando a qualidade de vida de quem possui a condição.

5. DHEA e musculação

Particularmente para quem pratica musculação e busca melhora dos resultados, o DHEA bem utilizado pode ser muito interessante.

Primeiramente, pelo fato de que o DHEA é um pré-hormônio da testosterona, um dos principais hormônios anabólicos de nosso corpo.

 Além disso, ele tem forte atuação sobre a utilização da insulina, fazendo com que haja uma melhor síntese proteica e maior utilização de gorduras como fonte energética.

Os efeitos em longo prazo ainda não são claros, portanto, é interessante usar o DHEA em ciclos.

6. Perda de gordura

Por aumentar os níveis de testosterona, o hormônio gera aumento da massa muscular e também perda de gordura. Lembrando que esses benefícios estão associados a prática regular de atividades físicas e uma alimentação saudável e balanceada.

Leia também:

Testosterona – Aumente sua produção natural e tenha excelentes ganhos de massa muscular

7. Diminuição dos sintomas da menopausa:

Por estimular a produção de estrogênio, hormônio que diminui na menopausa, DHEA pode diminuir os sintomas que causam incômodos durante essa fase, como insônia, fogacho e mudanças de humor.

8. Diminuição dos sintomas da andropausa

Da mesma forma que DHEA estimula a produção de estrogênio na mulher, também estimula a produção de testosterona em homens. Os sintomas da andropausa incluem a perda de energia, disfunção erétil, insônia e alterações de humor.

Alguns outros benefícios incluem:

  • Prevenção a doença de Alzheimer;
  • Alívio dos sintomas de envelhecimento nas mulheres;
  • Aumento da imunidade;
  • Efeito anti inflamatório;
  • Redução do risco de diabetes.

Dosagem e Como tomar o DHEA

É possível consumi-lo através da suplementação, que deve ser indicada por um médico especialista, geralmente um endocrinologista.

Ele fará um mapeamento hormonal e indicará a dose mais adequada para você.

Em geral, a recomendação diária é de 25 a 50mg para as mulheres e 50 a 100mg para os homens.

Quando prescrito, o DHEA deve ser tomado todos os dias, sempre na parte da manhã ou na parte da noite.

Preço e onde comprar

A média de preço do DHEA pode variar de acordo com o fabricante, dosagem e quantidade na embalagem.

Caso queira comprar direto do importador um excelente produto e por um preço justo, clique no botão abaixo para consultar o preço atual e condições de frete:

dhea o que é

Especialista fala um pouco mais sobre o DHEA

Leia também:

SARMs: O que é, para que servem, benefícios e efeitos colaterais

ZMA: O que é, Como tomar, Composição, Colaterais e Benefícios

Tribulus Terrestris: Para que serve, 5 benefícios e Como tomar

DHEA engorda?

Ainda não existem relatos nem estudos que indicam que o DHEA por si só pode levar ao ganho excessivo de peso e acúmulo de gordura.

Obviamente que seu consumo sem orientação profissional pode causar efeitos indesejáveis ainda mais quando consumido com outras substâncias nocivas e sem praticar nenhuma atividade física.

Efeitos colaterais

Por ser um hormônio, o DHEA pode causar uma série de efeitos colaterais como:

  • Pele oleosa;
  • Acne;
  • Aumento do crescimento de pelos nas axilas e região pubiana;
  • Queda de cabelo;
  • Insônia;
  • Fadiga;
  • Dor abdominal;
  • Congestão nasal;
  • Aumento nos níveis de colesterol;
  • Palpitações ou taquicardia;

Alguns dos sintomas percebidos em mulheres, devido a alteração do estrogênio são:

  • Alteração no ciclo menstrual;
  • Crescimento de pelo facial;
  • Engrossamento da voz;

Alguns dos sintomas manifestados em homens incluem:

  • Ginecomastia;
  • Aumento da sensibilidade na região dos mamilos;
  • Agressividade

Contraindicações

Algumas pessoas não devem tomar DHEA, veja a lista a seguir:

  • Crianças;
  • Mulheres grávidas;
  • Pessoas com problemas de pressão alta
  • Diabéticos;

Interações com medicamentos

O DHEA pode aumentar o efeito de alguns medicamentos, como:

  • AZT (usado no tratamento de HIV);
  • Medicamentos para o tratamento de câncer;
  • Anticoncepcionais orais.

Relato do antes e depois de quem usou

Ajude os próximos leitores com seu relato falando sobre os resultados com o uso do DHEA, como foi o seu antes e o depois e outras informações que achar relevante.

Por favor utilize a área de comentários logo abaixo para deixar seu depoimento.

Referências:
RODHEN, E.L. Efeitos do uso crônico de DHEA sobre os níveis céricos da testosterona e da espermatogênese. UFRGS, 2004.
CARVALHO, C.R.O. Densidroepiandrosterona e ação insulínica: regulação da secreção de insulina, das etapas iniciais da ação insulínica, do fator transcricional pdk-1 e da expressão do GLUT2 em ilhotas. USP, 2007.

SIQUEIRA FILHO, M. Músculo esquelético e envelhecimento: Efeitos do DHEA sobre a sarcopenia em ratos. USP 2008.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

22
Deixe um comentário

avatar
14 Tópicos de comentários
8 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais em alta
21 Autores de comentários
Valeria LimarobertoNara V F AraujoGabiAndreia Autores de comentários recentes
  Inscrever-se  
Mais recente Mais antigo Mais votado
Notificação de
Valeria Lima
Visitante
Valeria Lima

Estou tomando DHEA faz 3 meses, no exame de sangue …aumentou o colesterol, o único hormônio que tive aumento foi o GH. Muito bom para depressão, humor,força e sono.

roberto
Visitante
roberto

O DHEA não nos tornará imortais, no entanto a sua reposição ou modulação hormonal adequada, em sua deficiência contribui para qualidade de vida associado ao envelhecimento. Lembre-se que, embora hajam evidências de que o suplemento de DHEA ajuda na melhora da saúde, não deve ser usado de forma indiscriminada, sem orientação médica, já que isso pode trazer graves consequências à sua saúde, não apenas com os efeitos colaterais, mas também com um possível agravamento da condição.

ANA CARLA
Visitante
ANA CARLA

GENTE, tomo o DHEA ha meses, nos primeiros tres meses gerou uma grande euforia, hj nao sinto diferença alguma…muito suor e espinhas e pele oleosa..isso nem me incomoda pois minha pele era muito seca e as espinhas nascem so na cabeça..Tenho 55 anos e faço TRH, tomo 50mg de DHEA, geralmente pela manha.

Nara V F Araujo
Visitante
Nara V F Araujo

Mas vc toma o DHEA junto com outro hormônio ? Pq eu fazia TRH com estrogênio, mas parei aos 53 anos, pois fiz por 10 anos. Agora comecei com o DHEA. Mas pelo que li, ele não pode ser concomitante com outro hormônio.

Vera
Visitante
Vera

Gostei do artigo mas tenho uma dúvida, posso tomar junto com Tamoxifeno 20mg?

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

quem tem síndrome de panico pode tomar dhea junto com o cloridrato de sertralina que e receitado pelo medico?