Pesquisar

Beta Alanina: Para que Serve, Dosagem e Como tomar

Nesse artigo nos iremos sanar todas as dúvidas a respeito do aminoácido beta alanina. Sua função, benefícios e como tomar corretamente sua forma concentrada em suplemento.

Beta Alanina

A beta-alanina é um aminoácido muito utilizado por atletas que buscam recursos ergogênicos – ou simplesmente suplementos alimentares.

Isto porque ela auxilia a performance, seja ela na potência física ou até mesmo na parte neuromuscular.

Como a beta-alanina é relativamente nova, bem como os estudos a respeito dela, ainda há muito debate em seu entorno.

Será que ela funciona mesmo? Quais seriam as dosagens recomendadas da suplementação? É possível ingeri-la a partir de alimentos?

O que é Beta Alanina?

Como dissemos anteriormente, a beta-alanina faz parte do grupo dos aminoácidos.

Para ser mais preciso, ela está dentro da categoria dos denominados não essenciais. Isto quer dizer que o corpo humano consegue sintetizá-lo.

Ainda assim, mesmo que ele seja produzido de modo natural em nosso organismo, não quer dizer que não possa ser suplementado.

Na verdade, até faz bem que seja, em determinados casos, como entre atletas.

Isto porque, evidentemente, nem todos os indivíduos são iguais ou têm os mesmos hábitos.

Bem pelo contrário: cada um tem uma rotina e uma necessidade distinta de substâncias e nutrientes.

Por isso e pela carga elevada dos atletas, eles podem, e até devem, fazer uso de alguns ergogênicos, caso sintam necessidade.

Para que serve?

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Existem muitos estudos falando sobre para que serve a beta-alanina.

De modo geral, as conclusões se resumem a duas grandes serventias, ainda que existam outros, é claro.

Por certo, eles vão no mesmo sentido do que temos demonstrado até o momento.

Os dois processos do corpo ao qual a beta-alanina mais influencia são relacionados a ganhos de grande valia para atletas.

Em primeiro lugar, o que pesquisas internacionais e brasileiras demonstram, são os efeitos da beta-alanina como reforço da capacidade física.

De modo adicional, ela ainda estimula a diminuição da fadiga neuromuscular e diminui a acidez muscular.

Além disso, no entanto, ainda age no organismo de outras formas.

Tem uma série de funções biológicas, como o tamponamento dos íons hidrogênio.

4 Benefícios da Beta Alanina

Os benefícios da beta-alanina são normalmente associados à performance física. De fato, este é o principal deles.

Contudo, como veremos, ainda há outros que podem ser salientados:

1. Melhora a capacidade física

A ingestão da beta-alanina aumenta os níveis da carsinona. A carsinona, por sua vez, é outro aminoácido.

É exatamente este processo que é benéfico aos tecidos musculares. Ela que garante a maior potência física.

2. Diminui a fadiga neuromuscular

A fadiga neuromuscular ocorre em função de uma série de processos que ocorrem no organismo.

Novamente, por conta da transformação da beta-alanina em carsinona no organismo, também melhora a resistência muscular.

Deste modo, diminui a fadiga proveniente de exercícios de alta intensidade.

3. Tamponamento dos íons H+

O processo conhecido por tamponamento dos íons H+ (ou, simplesmente, do hidrogênio) é um dos efeitos da beta-alanina.

Isto significa, em outras palavras, que ela atua ao estabilizar o pH intracelular, impedindo a acidez que prejudica os músculos.

4. Antioxidante natural

Outro benefício de relevância da beta-alanina é a sua ação antioxidante.

De modo geral, este efeito é importante por diversos motivos. Ele combate os radicais livres.

Deste modo, auxilia a prevenir algumas doenças, melhora a aparência da pele e dos cabelos e auxilia o funcionamento do fígado.

Fontes nos alimentos

Embora a beta-alanina seja produzida no corpo humano, a quantidade é muito pequena.

Dessa forma, sua ingestão, seja através de alimentos ou de suplemento, não é nenhum problema – pelo contrário, pode até ser bastante positiva.

Em nosso organismo, a função de produção da beta-alanina fica sobretudo com os intestinos e com os rins.

Quando ela é consumida por meio de alimentos, vai diretamente às células onde aumenta a concentração da carnosina, que aumenta o desempenho físico.

Os alimentos com beta-alanina são mais notadamente as carnes:

  • Bovina;
  • Suína;
  • Frango;
  • Peixes;

Suplemento como tomar e dosagem

Além da ingestão pelos alimentos, há a opção de suplementação de beta-alanina.

Ela é facilmente encontrada à venda em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e algumas farmácias tradicionais.

Os estudos mais consolidados na comunidade científica indicam que a dose de 6,4g por dia é considerada a máxima ideal.

Como mínimo para fazer efeito, entende-se que 3g é o suficiente.

A beta-alanina deve ser ingerida cerca de 30 minutos antes dos exercícios, visto que é recomendada para potencializar exercícios de curta duração e alta intensidade.

Sua utilização pode ser feita, ademais, de 6 a 16 semanas consecutivas.

Via de regra, a beta-alanina não tem problemas em ser associada ao consumo de outro suplemento alimentar.

Um deles, e que tem efeitos complementares na busca pela construção de massa muscular, é a creatina.

Preços e melhores marcas de Beta Alanina

A beta alanina em sua forma concentrada é encontrada em suplementos nacionais e importados.

Das marcas nacionais seu preço fica em torno de R$30,00 até R$80,00 o pote com 120 cápsulas e é vendido pela Growth Supplements (site parceiro do Treino Mestre).

Dos importados, sua faixa de preço fica em torno de R$190,00 até R$200,00 e pode ser encontrado da Optimum Nutrition.

Para ter mais informações e onde comprar a Beta Alanina nacional pelo melhor preço, você pode visitar o site parceiro através do banner abaixo:

Veja também:
11 Melhores suplementos para ganhar massa muscular

Indicações

De acordo com o que tem sido visto, a indicação da beta-alanina é especialmente para atletas.

Ela melhora o desempenho físico e, de quebra, ainda melhora o combate à fadiga.

É verdade que este aminoácido é produzido naturalmente pelo corpo.

Ainda assim, porém, esta síntese é feita em quantidades que não são consideradas elevadas. Por conseguinte, a suplementação não seria um problema.

Caso esteja em dúvida, o mais recomendado a ser feito, antes do consumo, é consultar um médico.

Somente ele poderá avaliar a quantidade ideal para cada indivíduo, bem como por qual periodicidade é recomendado o uso e a regularidade das consultas.

Leia também:

Glutamina: O que é, Como tomar e Benefícios

BCAA: Para que serve, 3 Benefícios e Como tomar

L-Lisina: Para que serve, 6 benefícios, alimentos e como tomar

Taurina – O que é, para que serve e 11 ótimos benefícios!

Efeitos colaterais da Beta Alanina

Como este aminoácido é produzido naturalmente pelo corpo humano, sua absorção não costuma ser problemática.

O que pode acontecer é um uso acima do adequado que pode, de fato, gerar efeitos colaterais da beta-alanina.

Ainda assim, os especialistas indicam que, nas doses ideais, os possíveis efeitos adversos são transitórios e não costumam trazer muitos riscos. De todo modo, caso sinta algum, suspenda o uso e procure um médico.

  • Parestesia (sensação de formigamento);
  • Coceira;
  • Ardência na pele;
  • Sensação de calor.
Veja também:
Os 17 melhores suplementos para definição muscular
Veja também:
17 Melhores Suplementos Para Mulheres: Guia Completo

Contraindicações

As contraindicações da beta-alanina são relacionadas normalmente a pacientes que fazem uso de determinados medicamentos.

O motivo disso é que pode haver uma interação, potencializando ou enfraquecendo o efeito deles.

Em grávidas e lactantes, não há muitos estudos, por isso recomenda-se uma conversa com o médico.

  • Pacientes que fazem tratamentos para doenças cardiovasculares;
  • Pacientes que fazem tratamentos para a disfunção erétil;
  • Pacientes com doenças crônicas.

Referências:
PAINELLI V. S. e JUNIOR A. H. J. O Papel da Suplementação de Beta Alanina e Bicarbonato de Sódio na Atividade Tampão e Desempenho. Laboratório de Nutrição e Metabolismo da Atividade Motora, Departamento de Biodinâmica do Movimento do Corpo Humano, Escola de Educação Física e Esporte, Universidade de São Paulo, PIBIC-CNPq.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

7 Comentários

  1. Olá, melhor tomar antes ou depois do treino para ajudar na reconstrução do músculo? Sou meio fundista.

  2. Boa tarde,
    Tenho uma dúvida.
    BCAA, Glutamina e Beta Alanina. Todos são aminoácidos, cada qual com sua particularidade mas no fim, na visão macro destes, ajudam a evitar a fadiga e catabolismo.
    Posso administrar todos os 3 durante meu dia?
    Qual a dica (HORÁRIOS E QUANTIDADES) para quem faz treinos intensos diariamente, sendo Crossfit, corrida e musculação (hipertrofia)?

  3. Qual seria o melhor efeito deste aminoácido? Faço treinos de bike speed, tomo wey, creatina, Max maze, aveia bcaa. Tenho mt sede no final do treino, há algum suplemento que possa suprir?

  4. Devo tomar a Beta Alanina todos os dias ou apenas nos dias de treino, ou seja, 3 a 4 dias por semana? Obrigado.

    • Beta Alanina deve ser tomada diariamente por indivíduos que estejam treinando, independentemente da quantidade de dias de “work out”. Se malhar 2 dias ou 3 ou 4 dias ou até 7 dias da semana torna-se a Beta Alanina todos os dias. Portanto Sr você parar de treinar é importante parar a suplementação desse aminoácido.

  5. Beta alanina vai dar o efeito da coceira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *