fbpx
Pesquisar

Abdominal forte, além do “tanquinho”. Por que você precisa de força e resistência nos músculos abdominais?


Os músculos abdominais têm um forte apelo estético. Mas fortalece-los é altamente importante, também para questões ligadas à sua saúde e funcionalidade.

abdômen tanquinho forte

Os músculos abdominais sempre tiveram uma grande atenção. Aquele abdômen “tanquinho” é um dos objetivos mais comuns das pessoas.

Porém, na busca por algo estético, muitas vezes, as pessoas deixam de lado um aspecto muito importante: o fortalecimento do abdômen é fundamental para qualquer pessoa!

Ou seja, há mais um motivo para buscar o “tanquinho” e não pular o treino de abdômen.

Os músculos abdominais, para fins didáticos, irei delimitar como:

– Reto abdominal;

– Oblíquos;

– Transverso do abdômen;

Irei usar estes músculos como referência, pois eles são os mais importantes.

Também é importante entender que os músculos abdominais fazem parte do complexo do core, juntamente com os músculos lombares e os glúteos.

Ou seja, eles compõem o nosso centro de gravidade e portanto, precisam ser fortes e bem desenvolvidos.

Leia também:

11 Melhores Exercícios Abdominais

Abdominal reto no solo (Crunch): Execução, músculos, variações e dicas

Transverso abdominal, você fortalece ele?

Abdominais além da estética, como o fortalecimento destes músculos te ajuda a ter mais resultados

Os músculos abdominais são o cerne de nossa postura e equilíbrio.

Eles ajudam na distribuição das cargas e do impacto e fazem com que os movimentos sejam mais eficientes e econômicos.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Falando em termos de desempenho no treino de musculação, os músculos abdominais têm uma função fundamental.

Eles estabilizam e atuam de forma dinâmica em milhares de movimentos.

Com músculos abdominais fracos, por exemplo, seu treino de coxas fica totalmente prejudicado. O mesmo vale até para seu treino de deltoides e braços.

Deixe-me explicar cada um destes casos.

No caso do treino de coxas, é certo que movimentos como agachamento, levantamento terra e stiff são fundamentais na construção de músculos maiores e mais fortes.

Porém, estes movimentos não acontecem, de forma segura e eficiente, sem músculos abdominais fortes.

Em todos eles, temos movimentos no quadril e precisamos que os abdominais estejam fortes e ativados, para manter a estabilidade do tronco. Com o tronco estável, o estímulo se concentra nos músculos alvo.

Mas e nos treinos de membros superiores? Os abdominais também são importantes. O motivo é o mesmo, a estabilização do tronco.

Em movimentos como desenvolvimento, elevação lateral, rosca direta e outros, é fundamental que o tronco se mantenha estável.

Quando se treina com cargas baixas, isso é simples de fazer. Mas em momentos onde precisamos de mais carga, é natural que haja uma compensação do tronco.

É nesta hora que os abdominais (e o core como um todo), precisam ser fortes.

Na realidade, dificilmente uma pessoa com músculos abdominais frágeis, consegue treinar com altas cargas e intensidade considerável. Não adianta, falta base.

Por isso, é fundamental que os músculos abdominais sejam muito fortes e estáveis, para que seu treino tenha um resultado muito maior.

Isso não significa que você deva apenas fazer os abdominais tradicionais.

Há várias formas de trabalhar para que os músculos da região abdominal sejam mais fortes e com isso, você melhore seu desempenho e tenha mais saúde e funcionalidade.

Como fortalecer os músculos abdominais da forma correta

Primeiramente é importante entender que o fortalecimento dos músculos abdominais acontece de diferentes formas.

Como os músculos desta região são solicitados durante todo o dia, eles naturalmente são muito resistentes.

Por isso, os estímulos precisam ser adaptados para esta realidade. E os abdominais tradicionais, muitas vezes não são suficientes.

Para isso, precisamos seguir uma linha de trabalho mais específica, com variações de movimentos e cargas.

Além dos movimentos tradicionais, de flexão de coluna, é importante variar a amplitude e angulações.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Por exemplo, esta é uma variação interessante em termos de carga:

Outra opção é realizar o abdominal reto (crunch) no BOSU, como no exemplo abaixo:

Falando em amplitude, podemos usar o abdominal no banco inclinado, como uma variação para aumento de amplitude e controle motor.

Além disso, é muito importante usar movimentos estáticos, para o aumento da força específica. Exercícios como a prancha, por exemplo, podem ajudar a compor seu treino.

Leia também:

Prancha abdominal, 17 variações para estimular ainda mais seu abdômen

O mais importante nisso tudo, é o trabalho bem distribuído e com variações de estímulos.

Os músculos abdominais são fundamentais para seu treinamento e para a melhora de sua saúde.

Sempre treine com a orientação de um bom profissional. Bons treinos!

Esse artigo foi útil para você?


Sobre Sandro Lenzi

CREF: 22643-G/SC Profissional de educação física apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. Quer ter um treino personalizado? clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *