Pesquisar

Desequilíbrios musculares e lesões, uma ligação direta (10 exercícios)

Praticamente todas as lesões tem como origem, algum desequilíbrio muscular. Veja neste artigo completo, como evitar isso e tornar seu corpo menos suscetível as lesões.

As lesões, sejam elas musculares, ósseas ou articulares, reduzem a funcionalidade e prejudicam a vida das pessoas.

Por isso, tão importante quanto as cargas de treino, é um trabalho de prevenção.


PUBLICIDADE

Esta prevenção acontece principalmente através da redução dos desequilíbrios musculares.

Pode ter certeza, você possui algum desequilíbrio. É natural e todas as pessoas, em algum ponto, tem um desequilíbrio.

O problema é quando este desequilíbrio prejudica a ação muscular e provoca padrões alterados de movimento.

Isso sim, causa lesões e problemas estruturais e funcionais.

As únicas lesões que não tem como principal razão os desequilíbrios, são aquelas causadas por traumas (pancadas).

Mas mesmo estas, podem ser menos graves, com um bom equilíbrio muscular.

Índice – Principais temas nesse artigo:

Por que temos desequilíbrios musculares?

Antes de falar de desequilíbrios, temos que entender alguns pontos. Primeiro, músculos são tecidos ativos, que respondem a estímulos.

Portanto, um músculo que recebe menos estímulos, tende a produzir menos força e ter menos tonicidade.

Além disso, temos um outro ponto: todos os músculos são altamente inervados e a função motora é oriunda de estímulos nervosos.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Por isso, algumas pessoas conseguem produzir mais força do que outras.

Mas qual a relação disso com os desequilíbrios musculares?

Basicamente os desequilíbrios musculares podem ter duas razões: trabalho e solicitação muscular desequilibrada ou então, problemas neuromotores.

Em ambos os casos, só há uma forma de diminuir o problema dos desequilíbrios musculares: treinar!

Mesmo pessoas com problemas neuromotores, podem reduzir os desequilíbrios musculares com atividade física.

Basicamente, este é o preceito básico da fisioterapia neurológica.

Falando em termos de utilização, temos que trabalhar de uma forma organizada para reduzir estes desequilíbrios.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não basta apenas fortalecer. É preciso equilibrar!

Como melhorar os desequilíbrios musculares?

De antemão te digo, nem sempre é fácil. Como temos 3 elementos, temos que levar os 3 em conta. Estes elementos são:

  • Força e tonicidade;
  • Flexibilidade e mobilidade;
  • Coordenação e controle muscular.

Ou seja, para trabalhar com um desequilíbrio muscular, precisamos coordenar diferentes situações.

Fortalecer um músculo que está tensionado em excesso, vai só piorar a situação. Dar mobilidade para um músculo ou articulação com frouxidão, pouco trará de resultado.

Por isso, o trabalho precisa ser feito de uma forma mais específica. Neste caso, o trabalho mais adequado é o conjunto entre fortalecimento, coordenação e controle e mobilidade.

Isso para a maioria das pessoas é algo difícil de entender. Mas para que fique mais claro, vou dar um exemplo, que é bastante comum!

Como resolver o problema. Um exemplo de caso

Primeiramente, quem pode diagnosticar e traçar um tratamento adequado é somente um profissional de fisioterapia. O educador físico também pode fazer isso, em casos mais brandos.

O primeiro ponto para resolver um desequilíbrio muscular é encontrar onde ele se encontra. Para ficar mais claro, vou usar um exemplo bem claro: uma escoliose.

Desequilíbrios musculares e lesões exercícios alongamento fortalecimento

Leia também:

Escoliose – Exercícios IndicadosEscoliose e musculação – O que evitar

Vamos tomar como base que esta é uma escoliose ocasionada por má postura e por um desequilíbrio muscular.

Partindo deste princípio, precisamos regular as forças que agem sobre a coluna, com fortalecimento de músculos lombares e abdominais, além de glúteos. Sim, temos que fortalecer todo o contexto do core neste caso.

Além disso, temos que trabalhar para a melhora da mobilidade nesta região e da coordenação motora.

Para ficar mais claro, vou dividir isso.

Fortalecimento para reduzir desequilíbrios musculares

Neste caso em específico, da escoliose, precisamos fortalecer a lombar de uma forma geral. Durante muito tempo se acreditou que deveríamos fortalecer um lado e melhorar a mobilidade do outro. Mas hoje sabemos que não há necessidade de trabalhar desta forma.

Para o fortalecimento, usaremos movimentos para o fortalecimento da lombar e do core em geral, como estes:

Exercício Perdigueiro

Exercício Ponte

Exercício Superman

Exercício Prancha

Leia também:

Prancha abdominal, 17 variações para estimular ainda mais seu abdômen

Abdominal na bola

Leia também:

10 tipos de abdominais para (ajudar a) perder a barriga

Lógico que existe uma infinidade de outros movimentos. Mas estes, se usados de uma forma inteligente e bem colocada dentro de seu treino, já trarão um excelente resultado em termos de melhora do fortalecimento.

Melhora da flexibilidade

Além do fortalecimento, precisamos tornar a articulação e os músculos mais móveis. Para isso, podemos usar diferentes sequencias de alongamentos e exercícios.

Veja alguns exemplos:

Flexibilidade de lombar

Alongamento de glúteos

Alongamento de abdominais

Leia também:

Melhores alongamentos para lombar – 6 Exercícios que não podem faltar em seu treino!

Alguns exercícios de mobilidade de quadril, como estes, também são indicados:

Estes são alguns exercícios muito importantes para o trabalho de melhora da mobilidade e flexibilidade da região lombar.

Melhora do controle motor e coordenação

Primeiramente veja este vídeo:

Perceba que há uma melhora considerável do controle motor da lombar com estes exercícios educativos. Naturalmente há outras formas de fazer isso, mas estas são algumas das mais comuns.

Corrigir desequilíbrios musculares, como você pode ver, não é uma tarefa fácil. Porém, com o trabalho certo e o acompanhamento de um bom profissional, é possível ter resultados fantásticos.

Bons treinos!

Desequilíbrios musculares e lesões, uma ligação direta (10 exercícios)
5 (100%) 2 votes

Artigo atualizado em

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. CREF: 22643-G/SC

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de