fbpx
TREINO

Biotipo e Somatotipo, aprenda o conceito correto!

Nesse artigo do professor Sandro Lenzi e com um excelente vídeo do Mestre Leandro Twin, você irá entender a diferença e o conceito correto entre biotipo e somatotipo.

Whey Protein Growth Supplements

Quem nunca ouviu um diálogo do tipo: “eu tenho um biotipo ruim pra musculação, por isso nem malho!” ou então: “ por causa do meu biotipo, eu engordo muito fácil, nem vale a pena malhar por causa disso”.

O que este tipo de comportamento revela é que muitas vezes estes conceitos são usados como bengala, que eu prefiro chamar de auto sabotagem.

É muito fácil culpar sua genética pela falta de resultados, afinal, ela é tecnicamente imutável e de difícil argumentação. Mas como usei o termo auto sabotagem, tenho que expor minhas teorias para falar disso. Neste vídeo sensacional do Leandro Twin:

Leia também:

Ectomorfo, Endomorfo e Mesomorfo – Conheça seu tipo físico e dicas de treino e dieta!

Ele fala sobre as diferenças entre somatotipo e biotipo e como isso se aplica ao treinamento.

Entre tantos ensinamentos que o Twin deixa no vídeo, quero destacar alguns para posterior discussão:

Biotipo é uma qualidade imutável.

Somatotipo é a condição em que você se encontra, e tem forte relação com estilo de vida.

Neste sentido, BÖHME (2000) afirma que

A preocupação em agrupar os humanos de acordo com os mais diferentes tipos físicos existe desde a Antiguidade. Desta forma, o conceito de biotipologia humana, portanto, não pode ser associado a uma definição básica e simplista. Neste sentido, por exemplo, os valores biotipológicos sempre são vinculados aos valores da época em vigência, e em uma evidente associação com parâmetros complexos e subjetivos. Para ilustrar, pode-se destacar que no passado, o protótipo tido como ideal era do homem obeso e os valores biotipologicos eram diferentes”.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

O que quero deixar claro com esta citação, é que os conceitos mudam e não são algo pronto e imutável.

A classificação de endomorfo, mesomorfo e ectomorfo, foi criada na década de 40 pelo pesquisador Sheldon e serve para definir padrões de somatotipia e não de biotipo.

Neste sentido, Foss e Keteyian (2000) esclarecem que o somatotipo “refere-se primordialmente ao tipo corporal ou ainda à classificação física que temos do corpo humano.”

Os termos mesomorfo, endomorfo e ectomorfo são usados para descrever uma pessoa no que diz respeito ao seu somatotipo e estes métodos basicamente descritivos são associados com seus principais idealizadores, os pesquisadores Sheldon e Heath-Carter.

Nesta classificação, a endomorfia remete a um corpo com predominância de gordura corporal (BF), a ectomorfia ao conceito de pouco desenvolvimento muscular e baixo teor de gordura e a mesomorfia ao conceito de elevado desenvolvimento muscular e baixo teor de gordura.

Já biotipo tem ligação com fatores imutáveis, como altura, composição e formas ósseas, e também a questão do ganho de massa muscular e gordura corporal. Como Twin fala no vídeo, o biotipo é imutável mas não é desculpa.

As pessoas tem mais facilidade ou dificuldades para ganhar massa muscular ou perder peso, mas isso não quer dizer que é impossível.

Por isso, dizer que você engorda por causa do seu biotipo, é apenas auto sabotagem.

BCAA Growth Supplements

Assim, alguns fatores não podem ser mudados, mas podem ser controlados. Se você tem dificuldade em ganhar peso, precisará de muito mais empenho, mas sim, é possível hipertrofia sendo ectomorfo.

Da mesma forma se você é um endomorfo, pode perder gordura corporal e ganhar mais massa muscular.

Entender seu biotipo e somatotipo é muito importante para traçar suas metas e objetivos. Neste sentido, estes 3 artigos devem te ajudar:
Ectomorfo, 12 dicas de treino e dieta para ter muito mais resultados!
Mesomorfo, 10 dicas de treino e dieta para ter muito mais resultados!
Endomorfo, 9 dicas de treino e dieta para ter muito mais resultados!
Bons treinos!
Referências:
BÖHME, Maria Tereza Silveira. Aptidão Física e Crescimento Físico de Escolares de 7 a 17 anos de Viçosa – MG. Parte IV. Estatura, Peso e Perímetros. Revista Mineira de Educação Física. v3, n.2, p.54-74, 1995b.
FOSS, Merlel e KETEYIAN, Steven J. Livro as Bases Fisiológicas do Exercício e do Esporte. 6ª ed. Rio de Janeiro: Ed. Guanabara Koogan, 2000.

Clique para conhecer

Sandro Lenzi

CREF: 22643-G/SC Profissional de educação física apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. Quer ter um treino personalizado? clique aqui.

Um Comentário

  1. Diante do mesmo,
    qual biótipo/somatotipo se possibilita de, melhor, a, mais, produzir Testosterona-livre e, se houver, qual técnica(s) existerm, afim de aprimorar a mesma caapacidade biológica do mesmo, afim de, bem, desenvolver a trofia/trofismo muscular: A, B, AB, O, A-, B-, AB-, O- e, a partir disso, ocorre-se algum alteração que acomete ao indivíduo do mesmo grupo sanguineo, que tenha sido acometido por um grave TCE?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar