fbpx
Pesquisar

Agachamento com bola: quando usar e como executar corretamente

Sandro Lenzi - Educação Física
Atualizado em
Compartilhe:

O agachamento com a bola Suíça (de pilates) é uma variação que pode ser usada para inúmeras situações e apresenta bons resultados para o treino de pernas. Veja mais informações sobre ele neste artigo.

agachamento com bola suíça


PUBLICIDADE

É muito importante, dentro de um treinamento, adaptar a forma como os movimentos básicos são executados.

Neste sentido, o agachamento com bola é uma variação importante para muitas situações.

 Ele não é a variação mais poderosa para a hipertrofia, mas é uma ótima variação para alguns objetivos.

Mas para saber exatamente quando e como usar, é importante entender melhor como é a aplicação do agachamento com bola.

Execução correta e músculos mais solicitados no agachamento com bola

Primeiramente, veja este vídeo para entender como o agachamento com bola deve ser executado:

Perceba que o movimento é diferente de um agachamento tradicional.

Diferenças do agachamento com bola, para a versão tradicional, são:

1- Menos flexão de quadril.

2- Maior torque no quadríceps, devido ao posicionamento dor pés.

3- Menos sobrecarga na região lombar, pelo apoio das costas.

Isso não é nem melhor nem pior. São apenas questões que devem ser analisadas para o perfil e individualidade de cada pessoa.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Em muitos casos, o agachamento com bola é uma ótima alternativa para o treinamento de membros inferiores. Em outros, ele não serve para muita coisa e acaba inclusive, atrapalhando os processos.

Para entender isso de forma mais direta, precisamos analisar de uma forma mais ampla.

Veja também:
8 Tipos de agachamento - Para quebrar a rotina e ter novos estímulos

Benefícios  de usar o agachamento com bola

O agachamento com bola é um exercício que pode ser bastante funcional para alguns públicos, mas para outros, não trazer um estímulo adequado.

Analise comigo. Imagine a seguinte situação. Temos um idoso e uma pessoa jovem, bem treinada.

Naturalmente que para uma delas o agachamento com bola pode ser muito útil e para a outra, não servir para nada. Por isso, temos que analisar estes pontos.

Primeiramente, vamos pensar nos benefícios do agachamento com bola.

Menos sobrecarga na região lombar

O primeiro ponto é que ele traz muito menos sobrecarga na região lombar.

Para pessoas com crises de dor e com menos mobilidade, é uma alternativa de trabalho para membros inferiores.

Maior solicitação dos músculos abdominais

Além disso, como a bola projeta o corpo para frente, os músculos abdominais são mais solicitados, para a estabilização do movimento.

Ou seja, é uma forma de corrigir problemas como desequilíbrios musculares ou para auxiliar no fortalecimento dos músculos abdominais.

É natural que nestes casos, o estímulo nos músculos abdominais é pequeno e serve apenas para sedentários.  

Ou seja, este é um exercício muito útil para pessoas com pouco condicionamento, que estão retornando aos treinos ou que precisam de ajustes no equilíbrio muscular.

Porém, ele sempre deve ser visto como um exercício educativo, que serve como uma transição para a utilização do agachamento livre.

Limitações do agachamento com bola

Primeiramente, o movimento não é funcional. Ninguém agacha, no dia a dia, na posição como no agachamento com bola.

Por isso, é importante usá-lo em alguns momentos, mas conforme o tempo passa, ir substituindo-o por variações mais intensas.

Além de ser um movimento menos funcional, ele projeta os joelhos mais a frente do corpo, para manter o equilíbrio.

Desta maneira, ele faz com que os joelhos sejam mais sobrecarregados do que em uma posição normal de agachamento.

Para a grande maioria das pessoas, isso não gera qualquer desgaste acima da média. Porém, alguém que tenha condromalácia patelar, pode vir a ter problemas e sentir dores, em algumas fases. Não é via de regra, mas é um problema que pode sim acontecer.

Veja também:
Quem tem condromalácia patelar pode fazer agachamento?

Além disso, para uma pessoa sem maiores limitações, o agachamento acaba perdendo uma característica importante: o fortalecimento dos músculos lombares.

Quando limitamos o movimento e diminuímos o trabalho muscular da região lombar, estamos limitando seu fortalecimento e muitos problemas pode se tornar muito maiores.

 Por isso, em casos de pessoas sem crise ou que não tem maiores limitações, o agachamento convencional é mais viável.

Para completar, o agachamento com bola acaba trazendo maiores dificuldades na utilização de carga externa. Por isso, ele limita o desenvolvimento e consequentemente, a funcionalidade.

Veja também:
5 erros mais comuns no agachamento e como evitá-los!

Usar ou não usar o agachamento com bola?

Tudo depende. Para alguns casos, ou como um exercício educativo, ele pode até ser útil. Porém, para ser a base de treinamento de membros inferiores, ele é bastante limitado, por todas as razões citadas acima.

Desta forma, ele deve ser visto como uma estratégia. Ele é útil, em dados momentos. Mas na maioria dos casos, para quem busca aumento de força ou até mesmo hipertrofia, ele não é o mais eficiente.

Treinar é isso. É saber que movimentos são mais adequados para as suas necessidades no momento em que você se encontra e para suas individualidades. Sempre treine com a orientação de um bom profissional. Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. CREF: 22643-G/SC

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de