fbpx
Pesquisar

10 Benefícios da Pipoca, Propriedades e Como Fazer (Receita Fit)

Aprenda como preparar a pipoca fit, uma forma saudável de aproveitar todos os seus benefícios para saúde. Veja também sua tabela nutricional.

pipoca beneficios e como fazer

O milho é um dos produtos mais consumidos no mundo há pelo menos centenas de anos.

Os povos americanos, como os incas, os mais e os astecas, já conheciam seu valor. Adicionalmente, derivados, como a pipoca, se popularizaram muito.

Isto porque este alimento ganhou uma abrangência que ultrapassava o território americano, de onde é originário.

Hoje em dia, muitos consumimos pipoca, mas sem conhecer todo o seu alto valor nutricional. Entenda melhor neste artigo.

O que é

Dentre os cinco tipos específicos de milho que existem, o da pipoca é um deles.

Esta variante é um pouco menor que a do milho tradicional, podendo ter diferentes formatos e cores.

Este é um alimento cuja origem se deu na América Latina, se popularizando posteriormente durante todo o mundo.

Os europeus conheceram o produto apenas após chegarem ao continente, inclusive, levando posteriormente ao seu destino de origem.

O termo “pipoca”, aliás, é derivado do tupi. O prefixo “pi” vem de “pira”, que significa pele; já o  “poka”, na língua indígena, é referente a estourar. Ou seja, literalmente o significado é “estourando a pele”, ou algo similar.

Propriedades da Pipoca

A pipoca é um alimento que tem em suas propriedades um valor nutricional interessante.

Uma dose de uma xícara (ou 25g) tem 17g de carboidratos, 2,7g de proteínas e menos de 1g de gorduras.

Também possui fibras alimentares, sódio, cálcio e ferro.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Além disso, a pipoca contém outras propriedades as quais são benéficas para o organismo.

São vitaminas do complexo B, antioxidantes, polifenois, entre outros. No caso dos polifenois, aliás, possui maior concentração do que a maioria das frutas e verduras.

 10 benefícios da pipoca

receita fit no micro-ondas

Em função das propriedades as quais compõem a pipoca, podemos mesmo selecionar uma série de benefícios a ela relacionada.

São um total de 10, os quais listamos abaixo:

1. Previne o envelhecimento precoce

Em função da sua ação antioxidante, a pipoca combate os radicais livres.

Isto significa, na prática, que um de seus benefícios é evitar os sintomas do envelhecimento precoce, como as rugas, por exemplo.

2. Pode prevenir alguns tipos de câncer

Este mesmo efeito antioxidante tem uma outra consequência prática, de acordo com estudos. É que pode auxiliar a prevenir alguns tipos de câncer, como o de cólon.

3. Fonte de energia

A pipoca possui vitaminas do complexo B e outras que, no corpo humano, ajudam a criar reservas de energia. Isto significa mais disposição para o dia a dia.

Além disso, seu carboidrato é considerado de baixo índice glicêmico e carga glicêmica, isso significa que a pipoca é recomendada para praticantes de musculação e outras atividades físicas intensas, quando preparada de modo saudável (veja receita abaixo), pois além de promover saciedade, fornece energia por mais tempo, sem altos picos de glicose.

4. Fortalece o sistema imune

A presença de nutrientes como, fundamentalmente, a vitamina B1, auxilia a estimular a produção de células de defesa no organismo. Assim, o corpo fica fortificado contra agentes infecciosos externos.

5. Melhora os índices de colesterol

Um dos nutrientes os quais a pipoca possui é a vitamina B6. Uma de suas funções no corpo está relacionada ao colesterol: ela estimula a produção do considerado bom (HDL), a despeito do ruim (LDL).

6. Fortalece a saúde do coração

Também pela presença da vitamina B6, mas não somente por ela, a pipoca auxilia no bom funcionamento do coração. Até mesmo a presença de antioxidantes é boa para isto.

A presença destes nutrientes faz com que o coração tenha de fazer menos força para cumprir o mesmo trabalho, preservando a sua condição.

7. Ajuda o sistema gastrointestinal

A presença de fibras garante que o movimento peristáltico seja estimulado no intestino, estimulando ele e auxiliando quem tem problemas para evacuar.

Adicionalmente, as vitaminas e minerais presentes na pipoca auxiliam também na saúde do estômago e da produção do suco gástrico.

8. Estimula o cérebro

Acredita-se, igualmente, que a pipoca atua como um estimulante para o cérebro, melhorando os índices de concentração e de memória.

 Isto estaria ligado a uma prevenção de doenças neurológicas, como a demência.

9. Dá saciedade e ajuda a emagrecer

Como ponto positivo para quem busca perder peso, a pipoca fornece uma sensação de saciedade por ser rica em fibras e possuir carboidrato de baixa glicêmia como dissemos agora pouco.

Além disso, inibe a produção de um hormônio conhecido por dar fome, a grelina.

10. Combate a diabetes

Por fim, a pipoca pode igualmente ajudar a controlar a produção de glicose e de insulina no sangue.

Por conseguinte, ajuda a combater a diabetes, reduzindo os picos de açúcar na corrente sanguínea.

Como preparar a pipoca de forma saudável

É bem verdade que a pipoca traz todos estes benefícios os quais citamos há pouco. No entanto, é importante saber que isto está relacionado também à forma através da qual este alimento é preparado.

Uma pipoca daquelas compradas em porta de cinema, por exemplo, pode acabar sendo mais prejudicial do que benéfica.

Nelas é colocado muito sal, manteiga, gordura vegetal, entre outros produtos que não são bons para a saúde.

Com as pipocas pré-prontas para micro-ondas, a mesma lógica se aplica. Só que isto é nocivo, uma vez que pode trazer doenças cardíacas, hipertensão, entre outros problemas à saúde.

Existe, no entanto, uma forma específica de preparar a pipoca light muito mais saudável e que reduz todos estes problemas. Veja:

Receita de pipoca de microondas fit

  • Junte um punhado de milho de pipoca e um pouco de água num recipiente, se for no micro-ondas, recipiente apropriado de vidro, no fogão, use uma panela;
  • Coloque no fogo baixo ou no micro-ondas até estourarem os grãos;
  • Ao finalizar, tempere ao seu gosto, inclusive com ervas finas.

Consumo recomendado

Além da forma de preparo, a quantidade de pipoca consumida também diz respeito ao seu comportamento benéfico no corpo. É necessário comer este alimento moderadamente, sem exageros – como com qualquer outro.

O que os nutricionistas indicam é que a pipoca seja consumida num período entre refeições. Tudo em função do seu potencial de gerar saciedade no organismo. A quantidade ideal é de cerca de uma xícara de chá em alguns dias da semana.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *