Pesquisar

Multivitamínicos: Para que servem, Como tomar e os Benefícios

Saiba o que são os multivitamínicos, para que servem e seus benefícios para os praticantes de musculação e outras atividades físicas. Veja também os artigos complementares ao longo do texto para tirar dúvidas de todas as vitaminas.

Multivitaminicos suplementos

Dentro do funcionamento normal do corpo, há uma série de nutrientes que são de grande importância.

Temos uma tendência, devido a fatores culturais, a levar em conta apenas os macronutrientes (proteínas, carboidratos e gorduras) na composição de uma dieta.

Porém, as vitaminas são de fundamental importância para o bom controle das funções do organismo.

As vitaminas são, de uma forma geral, nutrientes que auxiliam na regulação das reações metabólicas.

Elas funcionam como catalizadores, ou seja, aumentam a velocidade das reações químicas dentro do organismo.

Determinadas reações nem seriam realizadas se não houvesse a ingestão de determinadas vitaminas.

Mas como as vitaminas tem diferentes fontes e temos necessidades bem variadas de cada uma delas, muitas vezes é difícil atingir as metas de ingestão. Neste contexto, os multivitamínicos, são de grande valia!

O que são os multivitamínicos?

Basicamente, os multivitamínicos são suplementos que contém, em sua formulação, as quantidades de vitaminas que precisamos diariamente.

Para a maior parte das pessoas, que não tem uma alimentação regrada como deve ser, os multivitamínicos são uma excelente saída para melhorar consideravelmente a questão nutricional.

Porém, eles devem ser utilizados com determinados cuidados, que no geral, são levados em conta por um bom profissional.

Nós levamos vitamina para o nosso organismo através da alimentação, na maioria das vezes. ]Contudo, nem sempre conseguimos consumir o tanto necessário diariamente.

Quando isso não acontece, o corpo acaba tendo dificuldades em manter determinadas reações metabólicas.

Por isso, é fundamental que haja uma preocupação em sua dieta, para que a ingestão de vitaminas seja uma prioridade.

Para que Serve um Multivitamínico?

Em suma, esses produtos são frequentemente recomendados em casos de deficiência comprovada ou risco de deficiência de vitaminias no corpo.

De qualquer forma, em alguns casos a deficiência de vitaminas e minerais podem ser preenchidas apenas regulando a alimentação.

Quando isso não é possível, às vezes devido realmente à má alimentação (falta de possibilidade de se alimentar bem, ou ausência de tempo) o uso dos multivitamínicos é recomendada.

Leia também:

Vitaminas do complexo B – Funções, fontes, benefícios e engordar

Vitamina D – Para que serve, fontes em alimentos, seus benefícios e deficiência

Vitamina C: para que serve, alimentos, benefícios e como tomar

Vitamina E: Para que serve, Fontes e Benefícios e Como tomar

Levedo de cerveja: Para que serve, 15 Benefícios e Como usar

Benefícios dos multivitamnicos

O primeiro ponto a ser mostrado aqui, é que há muitas reações que são impactadas pela ação das vitaminas.

Por isso, é muito importante ter noção de que alguns pontos são mais gerais. Vamos aos principais benefícios!

1- Regeneração celular

Uma das funções mais importantes do organismo. Regenerar células é uma atividade constante do organismo.

Porém, com a falta de algumas vitaminas, como a D e a A, temos menos eficiência neste processo.

Por isso, elas devem ser ingeridas com frequência, para que tenhamos uma melhora considerável nos mecanismos de regeneração celular.

2- Redução dos radicais livres e do stress

Este é mais um ponto altamente importante. Os radicais livres são, de forma simplória, produtos gerados por diferentes reações, que no contexto geral, prejudicam o bom funcionamento do organismo.

Como as vitaminas tem uma importante função reguladora, elas ajudam diretamente no controle dos radicais livres.

Com isso, os efeitos do stress tendem a diminuir e serem menos impactantes na sua rotina, de uma forma geral.

3- Melhora da função cardiovascular e cerebral

No caso do sistema cardíaco, temos uma melhora na eficiência do transporte do sangue e em seu bombeamento.

Além disso, há uma melhora considerável na função cerebral, favorecendo as sinapses e melhorando o funcionamento do cérebro e dos demais componentes do sistema nervosos central.

Existem muitos outros benefícios quando se faz o uso dos multivitamínicos.

Por exemplo, vitamina B9, ou ácido fólico, útil quando você quer engravidar, porque ajuda a prevenir malformações no início da gravidez.

Outro exemplo, ferro para mulheres com menstruação pesada, vitamina B12 para veganos, vitamina D para crianças em crescimento e pessoas em risco de osteoporose.

Mas o principal uso do multivitamínico é justamente fornecer doses diárias de vitaminas e minerais ausentes no corpo como:

  • Vitamina A;
  • Tiamina (B1);
  • Riboflavina (B2);
  • Niacina (B3);
  • Piridoxina (B6);
  • Ácido Fólico (B9);
  • Vitamina B12;
  • Vitamina C;
  • Vitamina D;
  • Vitamina E;
  • Vitamina K.

Como tomar os multivimínicos

Hidrossolúveis

Multivitamínicos hidrossolúveis (vitaminas que se dissolvem em água) como as vitaminas do complexo B e vitamina C, devem ser tomados em jejum.

Para praticantes de musculação que tomarem vitamina C, a dose minima é a partir de 500mg, sendo recomendado até 1g por dia. Dê preferência por vitamina C em comprimido de liberação prolongada.

Lipossolúveis

Já as vitaminas lipossolúveis (vitaminas que se dissolvem em gordura) como as Vitaminas A, D, E e K, devem ser tomadas junto as principais refeições do dia (café da manhã, almoço ou jantar).

Multivitamínicos para quem visa hipertrofia

Para esse artigo não ficar muito extenso, abordamos um artigo especifico onde falamos de cada vitamina e sua importância para atletas e praticantes de musculação que buscam o ganho de massa muscular. Veja esse artigo aqui: Vitaminas que ajudam na hipertrofia.

Qual o melhor Multivitamínico?

Para quem não consegue suprir todas as vitaminas e minerais durante as refeições ao longo do dia, e seguindo orientações profissionais, pode comprar os multi e polivitamínicos concentrados através de suplementos.

Seu preço pode variar de acordo com cada fabricante, quantidade e composição.

Embalagens contendo 60 cápsulas com todos os nutrientes necessários, tem preço médio em torno de R$53,00.

Para saber mais informações sobre o produto e comprar em um site de confiança, você pode clicar no banner a seguir que será direcionado para a página da loja.

Essa é a melhor marca de multivitamínico para quem faz musculação.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Indicações

Em caso de deficiência diagnosticada, sabe-se que a complementação ajuda a encontrar ou manter níveis normais.

Assim como no caso de ausência de vitaminas, os minerais também deve ser repostos e o uso dos multivitamínicos podem fornecer fontes de minerais como:

  • Cálcio;
  • Cromo;
  • Cobre;
  • Ferro;
  • Iodo;
  • Magnésio;
  • Manganês;
  • Selênio;
  • Zinco.

Em Mulheres Grávidas

Sabe-se que tomar ácido fólico (vitamina B9) é eficaz na redução da frequência de defeitos do tubo neural.

O consumo de multivitamínicos pré-natais (que geralmente contêm pelo menos 400 μg de ácido fólico) também pode prevenir outras malformações fetais.

Em crianças

Prevenção do câncer: Os autores de uma meta-análise de sete estudos epidemiológicos concluíram alguns fatores.

Tomar multivitamínicos durante a gravidez está associado a um menor risco de tumores cerebrais, tumores do sistema nervoso simpático (neuroblastoma) e leucemia em crianças.

Em Pessoas Idosas

Algumas fontes acreditam que as pessoas mais velhas são aquelas que mais necessitam de multivitaminas devido a dietas inadequadas e má absorção de nutrientes.

Vale ressaltar que antes de utilizar qualquer suplemento multivimínico, um profissional de saúde deve ser consultado para avaliar as suas necessidades.

Leia também:

Vitamina A – Funções, 5 Benefícios, fontes e deficiência

ZMA: O que é, para que serve, como tomar, efeitos e benefícios

Contraindicações

Os multivitamínicos contendo o equivalente a ingestão de nutrientes recomendados são seguros. No entanto, deve ser conhecido que:

  • Ferro:

A maioria das multivitamínicos contém ferro, um mineral que, como suplemento, não é desejável para os homens, nem para as mulheres que estão menstruadas.

  • Vitamina A:

Verifique o teor de vitamina A de multivitamínicos: excesso, mesmo ligeira, desta vitamina, ou mais de 3000 UI por dia, em longo prazo, pode causar um aumento do risco de fratura, particularmente em mulheres na menopausa.

Esta precaução refere-se apenas à vitamina A: não se aplica ao beta-caroteno.

  • Cálcio:

Por razões de tamanho do comprimido, a maioria dos suplementos multivitamínicos e minerais não contém a ingestão dietética recomendada de cálcio.

Além desses potenciais efeitos adversos, existe o risco de superdosagem, pois a um mineral pode retardar a absorção de outras interações como o uso de medicamentos.

Se você toma algum medicamento é interessante consultar um médico para que não haja risco.

Finalmente, como enfatizado que a ingestão diária de vitamina C é de 110 mg, ou um ou duas frutas diárias.

Por isso, é melhor optar por frutas, que são mais baratos e também contêm fibras.

Em geral, é melhor reservar o consumo dos multivitamínicos para situações específicas de déficit comprovado e, em vez disso, apostar em uma dieta equilibrada na vida cotidiana.

No caso de comprar um frasco de comprimidos leia as indicações dos fabricantes e nunca exceda a dosagem diária.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Um comentário

  1. HARROLDO FIGUEIREDO

    OI….GOSTARIA DE SABER SE QUEM TEM UMA CIRURGIA DE ANGIOPLASTIA COM APLICAÇAO DE UM STENT PODE TOMAR O POLIVITAMICO BCAA, OU QUAL SERIA O MAIS INDICADO….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *