Pesquisar

Desenvolvimento Arnold: Para que serve, Execução, Músculos e Dicas

Saiba como executar corretamente o exercício Desenvolvimento Arnold (ou Arnold Press), quais músculos são trabalhados, cuidados para prevenir lesões e dicas para melhorar os resultados com técnicas avançadas.

Desenvolvimento Arnold


PUBLICIDADE

Índice – Principais itens sobre o exercício desenvolvimento Arnold nesse artigo:

Para desenvolver deltoides fortes e hipertrofiados é necessário um treino bem planejado e executado para conseguir este objetivo. Sendo assim, a seleção de exercícios é uma das variáveis a serem consideradas no momento da montagem da rotina de treino.

Um dos exercícios mais conhecidos para o ganho de força e massa muscular na região dos deltoides é o desenvolvimento.

O desenvolvimento Arnold ou Arnold Press é uma variação criada pelo fisiculturista Arnold Schwarzenegger, com o objetivo de treinar de maneira mais completa e efetiva os músculos dos deltoides.

Este exercício é muito utilizado nas academias atualmente, porém é comum observar certos erros que terminam por colocar em risco a integridade física, assim como também contribuir para uma ineficácia dos treinos.

Dessa forma para auxiliar na melhor compreensão deste exercício, listamos neste artigo, os principais músculos recrutados, execução correta, cuidados e contra indicações, como também dicas de como potencializar o treino utilizando esta variação do desenvolvimento.

Músculos recrutados

O desenvolvimento Arnold é um exercício multiarticular e portanto recruta uma quantidade maior de grupos musculares, que os exercícios uniarticulares.

O principal músculo recrutado é o deltoide em sua região anterior, porém há a ativação da região lateral e posterior durante a realização do exercício.

Em menor escala, o tríceps, serrátil, trapézio e peitoral também são ativados durante a realização do desenvolvimento Arnold.

O exercício pode ser realizado de pé ou sentado, se for efetuado de pé há uma ativação maior dos músculos estabilizadores do core.

Execução correta

Executar de maneira correta o desenvolvimento Arnold contribui para um melhor estímulo muscular, tornando o treino mais produtivo, assim como também minimiza o risco de lesões, tornando a atividade mais segura.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

1. De pé ou sentado, segurar um halter em cada mão com a pegada supinada, estes devem estar à frente do corpo, na altura dos ombros.

A coluna deve estar em posição neutra e assim deve permanecer durante todo o exercício.

2. Iniciar o exercício empurrando para cima os halteres e girando os punhos durante o movimento.

3. Ao chegar ao fim da fase concêntrica as mãos devem estar em pegada pronada acima da cabeça e os cotovelos devem estar quase que completamente estendidos.

4. Retornar lentamente a posição inicial.

Leia também:

Pegada supinada, pronada e neutra, conheça os tipos de pegada e sua influência na musculação

Cuidados e contraindicações

O desenvolvimento Arnold é muito útil para dar um estímulo diferente e continuar progredindo no treinamento, porém é necessário estar atento e tomar alguns cuidados com a finalidade de evitar lesões.

Manter a curvatura fisiológica da coluna

Durante a execução do exercício é comum encontrar na academia pessoas utilizando impulsos e movimentando o tronco para auxiliar a terminar as repetições.

Ao não manter a coluna em posição neutra é possível que haja uma sobrecarga em excesso na região da lombar e ao não manter a postura correta aumentam os riscos de lesão na região.

Não utilizar uma carga acima da capacidade

Utilizar cargas muito altas por um período muito longo causa uma sobrecarga articular maior e aumenta o risco de lesões.

A articulação do ombro é mais suscetível a lesões devido a sua instabilidade, portanto uma carga alta demais coloca em risco a saúde deste complexo articular.

Utilizar o desenvolvimento Arnold é uma boa opção para variar o treino e gerar estímulos diferentes a musculatura, mas é possível que algumas pessoas tenham restrições, que as impeçam de executar o exercício.

Lesões nos ombros, cotovelos, punho e coluna podem não viabilizar a utilização do exercício na rotina de treino de algumas pessoas, tornando necessário evitar o desenvolvimento Arnold.

Leia também:

Desenvolvimento com Halteres: Execução, músculos e dicas

Potencializando o exercício

Para maximizar os resultados do treino é preciso prestar atenção a execução, além de manter a tensão muscular nos deltoides e dessa forma manter um estímulo adequado para conseguir um resultado mais satisfatório.

Para poder otimizar os resultados listamos abaixo algumas dicas:

Não estender completamente os cotovelos

O objetivo ao utilizar o desenvolvimento Arnold na rotina de treinamento é estimular os deltoides.

Ao estender completamente os cotovelos diminui a tensão muscular nos deltoides, portanto também reduz o estímulo no grupo muscular.

Dessa forma ao realizar o exercício para manter um trabalho maior no músculo, não se deve estender o cotovelo até o ponto máximo.

Estar atento à cadencia

O tempo sob tensão também é uma variável que aumenta a intensidade do exercício, facilitando um maior número de microlesões musculares, contribuindo para o processo de hipertrofia.

Dessa forma, manter o controle da carga durante toda a série é importante para garantir uma intensidade suficiente para poder estimular o músculo alvo.

Para os praticantes com um nível de treinamento mais avançado, algumas técnicas são recomendadas para serem utilizadas de maneira a intensificar o treino e poder continuar gerando um estímulo adequado a hipertrofia.

Leia também:

Tenha ombros mais fortes e definidos com essas dicas valiosas

No desenvolvimento Arnold são utilizadas alguma técnicas de alta intensidade como por exemplo:

Superslow

Esta técnica é caracterizada por utilizar uma cadência bem controlada de maneira a cada repetição ser realizada de forma bem lenta, tanto na fase concêntrica, assim como na excêntrica.

Ao utilizar este método o objetivo é intensificar o treino, causando um maior de microlesões musculares, estimulando o processo de hipertrofia.

Biset

Neste método é possível realizar dois exercícios para o mesmo grupamento muscular sem descanso entre eles.

O desenvolvimento Arnold pode ser usado alternado com a elevação lateral, no qual é realizada uma série do desenvolvimento Arnold e logo depois sem descanso é efetuada uma série de elevação lateral.

Este método tem como objetivo manter o músculo por um tempo maior sob tensão, promovendo um estímulo metabólico, proporcionando um ambiente favorável a hipertrofia.

Concluindo

O desenvolvimento Arnold é um exercício que pode ser incluído no treino de deltoides e que pode ser utilizado no começo ou fim da sessão a depender do objetivo do treino e do planejamento da rotina.

Portanto é necessária a consulta a um profissional de Educação Física para ter um treino de maneira que sejam respeitadas as necessidades individuais de cada pessoa.

Leia também:

Encolhimento de ombros, como fazer corretamente

Uma orientação de qualidade garante um treino produtivo e seguro, onde possam ser alcançados resultados satisfatórios e com segurança, evitando lesões e garantindo uma boa qualidade de vida.

Bons treinos!

Desenvolvimento Arnold: Para que serve, Execução, Músculos e Dicas
4.3 (86.67%) 6 votes

Artigo atualizado em

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de