fbpx
Pesquisar

Buclina engorda? Em quanto tempo? Mais de 1000 depoimentos

Será que a Buclina pode ajudar a pessoa engordar de verdade? Veja todos os seus benefícios, como tomar e os relatos de quem tomou e se funciona mesmo.

Na sociedade atual, é fácil perceber que a maioria das pessoas não está satisfeita com o próprio corpo.

Elas estão sempre atrás do que seria o ideal de beleza. Por isso, muitos aderem a produtos destinados à mudança corporal.

Alguns indivíduos tomam medicamentos para a perda de peso, outros consomem suplementos com o intuito de ganhar massa muscular, e uma parcela está em busca do aumento de peso.

Este texto é dedicado exatamente ao último grupo citado: os que desejam ganhar massa muscular.

Buclina

Isso porque nós iremos falar sobre a Buclina, um medicamento muito utilizado para essa finalidade. Confira tudo sobre ela a seguir!

O que é a Buclina?

Buclina é um medicamento que tem como princípio ativo o dicloridrato de buclizina.

Ele é uma substância anti-histamínica, ou seja, pode ser classificado como um antialérgico.

A Buclina costuma ser vendida em comprimidos e pode estar acompanhada de outros minerais e vitaminas.

Para que serve?

Antigamente a Buclina deveria servir para tratar alergias, mal-estar, vômito, dores de cabeça, tonturas, vertigens, assim como diabetes e insônia. Contudo, seus benefícios para esses problemas ainda deixam dúvidas.

Por isso, hoje em dia, a substância é vendida quase unicamente para estimular o apetite e fazer com que as pessoas consigam recuperar o peso ou voltar a ter uma massa corporal considerada saudável, tanto adultos quanto crianças.

Como a Buclina funciona?

A Buclina funciona a partir do efeito orexígeno, que estimula o apetite.

A sua forma de agir ainda não está tão clara, mas o mais provável é que a ação se desenvolva através da redução dos níveis de açúcar no sangue.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Isso faz com que a produção de insulina seja impulsionada, o que leva o SNC a alertar o organismo de que ele precisa ingerir alimentos.

Um dos efeitos colaterais da Buclina, a sonolência, também colabora para elevar a fome.

A Buclina engorda mesmo?

Como a Buclina é um medicamento liberado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no Brasil, é de se esperar que seus benefícios para o ganho de peso sejam verídicos. Existem também alguns relatos que mostram esse fato.

A bula da Buclina mostra 5 estudos diferentes realizados em crianças e adultos os quais mostram como os voluntários conseguiram ganhar peso após o consumo do remédio.

Mesmo assim, esses resultados são criticados por alguns médicos.

Muitos acreditam que, para comprovar de fato os benefícios da Buclina, é necessária a realização de mais estudos em laboratórios confiáveis.

Portanto, apesar de a Buclina ter essa função e de haver relatos a favor dela, algumas evidências ainda são turvas.

Antes de procurar o medicamento para comprar, converse com o seu médico e tire todas as suas dúvidas sobre ele poder realmente ser benéfico às suas necessidades e objetivos.

Em quanto tempo os resultados podem ser vistos?

De acordo com alguns relatos, a Buclina permite que a pessoa ganhe cerca de 5 quilos por mês.

Contudo, isso depende muito da alimentação, do biotipo e do estilo de vida do consumidor.

É essencial passar por um acompanhamento nutricional, pois a Buclina serve para abrir o apetite apenas, ou seja, a alimentação é por sua parte e é exatamente essa alimentação que irá ditar a velocidade e a qualidade do ganho de peso.

Por isso é importante ingerir alimentos nutritivos e saudáveis, que sirvam para ajudar a cobrir as suas metas de massa corporal da maneira certa.

Quais são os outros benefícios da Buclina?

Como já ficou claro, a Buclina é um remédio para engordar, que promove o estímulo do apetite para o aumento de peso.

Mesmo assim, é possível ainda atribuir alguns outros benefícios ao medicamento, mesmo que em menor escala. São eles:

1 – Ganho de massa muscular

Como a Buclina abre o apetite, ela pode ser usada para o maior consumo de alimentos essenciais à formação de massa muscular e à maior produção de energia, o que faz com que os treinos físicos sejam mais proveitosos.

O ideal é procurar um nutricionista.

2 – Tratamento de alergias

Como já mencionamos, a Buclina tem como base uma substância do grupo de antialérgicos.

Isso faz com que ele possa ser usado como um apoio às reações antialérgicas, assim como ao mal-estar geral e às dores de cabeça.

3 – Auxílio em problemas diversos

A Buclina já foi relatada como benéfica a outros problemas de saúde, como os distúrbios do sono (especialmente a insônia), a vertigem e a tontura. No geral, ela faz seu corpo funcionar melhor.

Como tomar a Buclina?

Geralmente a quantidade indicada pelos profissionais de saúde para consumo diário é de 1 comprimido cerca de 30 minutos antes do almoço e do jantar para os adultos.

Para as crianças, o indicado é ingerir meio comprimido 30 minutos antes dessas mesmas refeições.

Vale lembrar que apenas um profissional poderá receitar e orientar a Buclina corretamente, de acordo com as suas particularidades físicas e condição de saúde.

Nunca consuma mais do que as dosagens indicadas ou poderá sofrer efeitos leves e graves.

Caso ocorra a superdosagem, é fundamental ir diretamente a um hospital, para que uma lavagem gástrica ou outros procedimentos sejam feitos com o intuito de liberar o organismo da substância.

Além disso, vá até um nutricionista para que ele te auxilie sobre o que comer e como comer todos os dias. Apenas dessa forma os efeitos positivos irão aparecer.

Leia também:

Cobamamida engorda mesmo? Para que serve? Veja a bula!

Quais são os efeitos colaterais?

Confira a seguir os efeitos colaterais mais relatados e relacionados ao consumo da Buclina:

  • Diarreia.
  • Náuseas.
  • Hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue).
  • Fadiga excessiva.
  • Vermelhidão na pele.
  • Falta de ar.
  • Sonolência.
  • Dores estomacais.
  • Dores de cabeça.
  • Boca seca.

Quais são as contraindicações?

Os seguintes grupos não são recomendados para o uso da Buclina:

  • Mulheres grávidas ou em fase de amamentação.
  • Pessoas dependentes do álcool e de outras substâncias que alteram as funções do SNC.
  • Indivíduos que possuem alguma condição de saúde grave e problemas renais ou hepáticos.
  • Pessoas que estão fazendo uso de outros medicamentos controlados.

Nunca consuma a Buclina sem antes procurar um médico.

Veja o relato em vídeo do antes e depois

Depoimentos de quem já tomou

O que achou deste medicamento? Ficou interessado? Conhece alguém que já usou? Você já tomou? Deixe seu relato.

Abaixo nos comentários existem centenas de relatos sobre os resultados de quem já tomou a buclina. Veja os depoimentos.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

1.095 Comentários

  1. Tomei a três anos , eu pesava 41 e fui pra 50 em duas semanas e até hoje estou com esse peso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *