Página Inicial » Dietas e Nutrição » Alho-poró – Conheça seus benefícios e a melhor forma de consumir

Alho-poró – Conheça seus benefícios e a melhor forma de consumir

Além de reduzir as taxas de colesterol e ter ação anti-inflamatória, o alho-poró ajuda a eliminar as toxinas do organismo. Conheça todos os seus benefícios e como usar em suas refeições.

Também conhecido como alho-francês ou alho-porro, o alho-poró é bastante utilizado na culinária em diversas partes do mundo. Esse tempero era, há muitos anos, já utilizado pelos egípcios, romanos e gregos e após esse período, o alimento se expandiu por toda a Europa. O alho-poró é um dos símbolos do País de Gales e há uma comemoração para o dia de São David onde é feita uma sopa típica com o alimento para celebrar. Ele tem o gosto um pouco mais suave do que a cebola e ganhou muito espaço na cozinha e em pratos de chefes famosos.

alho-poró benefícios receitas como preparar

Os benefícios do alho-poró

Além de ser um alimento saboroso, o alho-poró consegue oferecer diversos benefícios para a saúde. Ele tem várias vitaminas como A, C e complexo B e diversos sais minerais como fósforo, ferro, cálcio e potássio. Também é possível encontrar no alho-poró uma substância chamada alicina que ajuda a melhorar o sistema imune, reduz as taxas de colesterol e tem ação anti-inflamatória. Esse alimento também consegue concentrar altas quantidades de flavonoides, poderosos antioxidantes que também possuem ação anti-inflamatória e antibacteriana.

Outra vantagem do alho-poró diz respeito às pessoas que sofrem com problemas renais. O alho comum tem um elevado teor de potássio o que é ruim para quem tem alguma patologia renal já que pode haver a formação de pedras nos rins, pois o sistema nefrológico já não consegue filtrar os sais minerais como as pessoas comuns. Assim, na hora de temperar algum prato esse grupo pode facilmente substituir o alho comum pelo alho-poró que tem metade da taxa de potássio que o seu primo. Veja outros benefícios abaixo:

  • rico em fibras, o que melhora a digestão e fornece maior sensação de saciedade;

  • bom para gestantes, pois ele é um vasodilatador o que ajuda na prevenção da eclâmpsia;

  • ele também é diurético o que ajuda a eliminar as toxinas do organismo;

  • 100 g possui apenas 17,22 kcal;

  • inibe a formação de trombos e coágulos;

Leia também: Alho: Benefícios para saúde e no ganho de massa muscular

Contraindicações do alho-poró

Se você estiver fazendo um acompanhamento com algum nutricionista, converse com ele sobre adicionar à sua dieta o alho-poró. Caso você participe de alguns dos grupos abaixo ele poderá te dar um alerta:

  • quem está amamentando deve evitar já que as substâncias podem ser passadas através do leite materno e provocar cólicas na criança;

  • pessoas que têm hipotensão arterial ou hipotireoidismo;

Melhor forma de consumir

Sem dúvidas, a melhor maneira de manter as propriedades benéficas do alho-poró para o consumo é cru. Caso você não goste dessa maneira, pode cozinhar um pouco, no vapor, até que fique “al dente”. O ideal é que ele seja consumido de forma imediata porque existem algumas substâncias com alta volatilidade, ou seja, evaporam rapidamente. Ele pode fazer parte de saladas, patês e até mesmo do arroz de todo dia. Ele deve ser armazenado na geladeira por, no máximo, de 3 a 5 dias.

A quantidade e consumo diária de alho ainda não está definida aqui no Brasil. Porém, algumas organizações do Canadá e Estados Unidos definiram que 600 a 900 mg de alho-poró por dia é o suficiente para conseguir agregar os seus benefícios. É a mesma quantidade que um dente de alho cru.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Leia também: Batata Doce – O carboidrato do bem – Seus Benefícios e Receitas

Como escolher um bom alho-poró

Na hora de fazer as compras fique atento para não comprar alimentos mais baratos e de péssima qualidade. Assim, na hora de escolher um bom alho-poró fique atento às cores que ele apresenta que devem ser vibrantes. O talo deve estar branco (mesmo se estiver levemente amarelado deve ser descartado) e as folhas na cor de um verde vivo. As folhas devem também estar bem firmes, intactas e levemente rígidas.

Para higienizar o alho-poró para por na comida, o ideal é que ele seja lavado depois de cortado. Afinal de contas, tem muita terra e outros produtos químicos entre as folhas e estas não podem ser desfeitas se não o alho perde o seu formato. Ele deve ser colocado numa vasilha com água e vinagre ou água sanitária e continuar o ritual de limpeza normal de qualquer outra verdura ou hortaliça.

Referências
Dra. Vanderli Fátima Marchiori em Propriedades Funcionais do Alho (Allium sativum L.). Nutricionista funcional e fitoterapeuta.

Sobre Calila Galvao

Leia também

O que avaliar ao procurar um nutricionista esportivo?

O nutricionista esportivo é um profissional fundamental para que você tenha melhores resultados em seu …

Recuperação muscular, 10 dicas para otimizá-la e ter melhores resultados!

A recuperação muscular é fundamental para que a hipertrofia aconteça e você tenha os resultados …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!