Página Inicial » Emagrecimento » Psyllium: o que é e para que serve? emagrece? Veja onde comprar!
Psyllium

Psyllium: o que é e para que serve? emagrece? Veja onde comprar!

O Psyllium não possui efeitos colaterais e se usado regularmente ajuda emagrecer. Saiba como usar e onde encontrar!

O Psyllium tem feito muito sucesso por onde passa e é raro encontrar quem nunca tenha ouvido ao menos falar alguma coisa sobre ele.

De origem 100% natural e com poucas contraindicações, o Psyllium é conhecido por ser quase que completamente composto por fibras e por dobrar de tamanho em contato com a água, tornando-se ideal para o emagrecimento e para a saciedade como um todo.

Mas será que realmente faz bem consumi-lo? Quais suas indicações e quantidade diária necessária para atingir esses objetivos?

Separamos a resposta para essas e outras dúvidas no artigo de hoje. Confira!

O que é a Psyllium?

Antes de mais nada, precisamos apresentar o Psyllium, que é um composto natural retirado da casca de uma planta bem exótica, a Plantago Ovata.

Formado basicamente por fibras, há quem diga que o Psyllium é praticamente uma fibra natural, sem contraindicações pontuais e excelente para cuidar da saúde intestinal e promover o emagrecimento.

Em geral, sua forma mais comum de ser encontrada é quase em pó, no formato de pequenas cascas ou mesmo em cápsulas produzidas por farmácias de manipulação.

Ambas as maneiras são naturais e não diferem muito, embora possa haver mais concentração na versão manipulada do que na natural.

A dica é procurar a alternativa que mais se adeque às suas necessidades, tanto no quesito tempo, quanto no quesito financeiro – já que o valor de cada um pode ser diferente.

Quais são os benefícios?

Os benefícios do Psyllium ainda estão em fase de estudos, porém, há alguns que já conseguiram ser comprovados por médicos e nutricionistas. Vamos citar os principais deles:

– Melhoras para o sistema intestinal:

Por ser excelente fonte de fibras, o Psyllium é o alimento ideal para melhor a saúde do sistema digestivo, causando um verdadeiro efeito detox, eliminando toxinas e diminuindo sintomas de doenças comuns à essa região, como gastrite, úlceras e dores de estômago.

É importante citar, porém, que pessoas com problemas estomacais severos e em tratamento precisam consultar um médico antes de optar pelo Psyllium constantemente, a fim de verificar a compatibilidade do remédio com a semente.

– Emagrecimento:

O Psyllium é um produto que pode dobrar de tamanho quando em contato com a água. Isso significa que, no estômago, ele pode agir aumentando de tamanho e diminuindo consideravelmente a fome e o desejo por excesso de calorias. Por isso que o Psyllium é tão indicado para pessoas que precisam perder peso e não conseguem devido à compulsão alimentar.

Além disso, a melhora do trânsito intestinal é um fator importante para a perda de peso, já que há uma liberação das toxinas e menos gordura acumulada circulando pelo sangue. Todo esse cenário costuma contribuir muito para a perda de peso.

Obviamente, é importante seguir uma dieta adequada e sempre ter em mente que um produto sozinho não é capaz de realizar mudanças drásticas na estética, embora possa ajudar a otimizar alguns fatores.

– Outros benefícios à saúde

Além dos benefícios citados, há também alguns que estão em fase de estudos, como o controle da pressão arterial e a controle do diabetes. Ambos estão sendo avaliados de perto por meio de pesquisas em grupos e é bastante provável que em breve haja mais conclusões à respeito desses benefícios do consumo diário de Psyllium.

Em relação à pressão arterial, a ideia é que a semente aja diminuindo-a consideravelmente, já que ela promove uma eliminação das toxinas que podem causar esse aumento súbito. Já quem sofre com o diabetes, costuma ter mais dificuldades em quebrar carboidratos, o que poderia ser feito pelo Psyllium no organismo.

Embora ainda não haja certeza sobre esses benefícios, vale lembrar que tanto quem sofre com diabetes como quem tem pressão alta, pode consumir a planta sem restrições – salvos casos onde há o uso de medicamentos que não respondem bem à ela.

Em todo caso, vale a pena conversar com o seu médico e descobrir se há alguma vantagem ou contraindicação do uso do Psyllium no dia-a-dia.

Em pó e em cápsulas, onde comprar?

O Psyllium é facilmente encontrado na internet, através de lojas virtuais e sites que fazem a venda por meio de combos fechados de cápsulas ou até a sua versão in natura ou em pó.

Também é possível encontrar o Psyllium em lojas de produtos naturais e em farmácias de manipulação ou farmácias tradicionais que tenham espaço para produtos naturais.

Em suma, não será difícil encontrá-lo, embora valha a pena sempre buscar o melhor preço e custo-benefício, optando pela versão que mais se adeque ao seu bolso e a sua rotina.

Termogênicos e emagrecedores

Existem suplementos termogênicos que possuem o Psyllium juntamente com outras substâncias para acelerar o processo de emagrecimento. Alguns exemplos são a combinação de Psyllium com cafeína ou café verde, Psyllium com quitosana e também as versões concentradas apenas dele.

Como usar o Psyllium? Qual a quantidade necessária recomendada por dia?

O Psyllium é um produto totalmente natural e que pode ser utilizado tranquilamente, desde que a pessoa não tenha nenhuma restrição alimentar. Porém, assim como a linhaça, que aumenta de tamanho em contato com a água, o Psyllium requer uma dose de bom senso antes de ser consumido em excesso.

 A recomendação dos médicos é não exagerar e tentar não ultrapassar 1 colher de sopa ao dia, seja misturando-o em sucos ou mesmo na água.

Para as cápsulas, a dosagem deve ser a que está no rótulo – em geral, até duas ao dia, antes das principais refeições. Porém, sempre procure seu médico de confiança para garantir que não há nenhum excesso e dê uma pausa a cada duas semanas para que seu corpo possa voltar a ingerir outros nutrientes fundamentais.

A dica é manter uma dieta saudável e fazer do Psyllium apenas mais um ingrediente do seu dia-a-dia, sem atribuir a ele nenhum efeito milagroso.

Contraindicações e efeitos colaterais

Por ser um produto natural, não há de fato contraindicações muito severas em relação ao consumo de Psyllium. Porém, pessoas que tomam remédios controlados ou quem tem problemas estomacais e intestinais devem conversar com um médico antes de ingerir qualquer alimento que seja redutor de apetite, como a linhaça por exemplo.

Em suma, o Psyllium é bastante seguro e não há riscos no seu consumo diário – embora seja recomendado sempre manter a quantidade recomendada por dia, para não haver um excesso do ingrediente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *