fbpx
TREINO

Princípios do treinamento de força – A adaptação

Continuando a série sobre os princípios do treinamento de força, neste artigo iremos abordar o princípio da adaptação.principios do treinamento de força a adaptação

Este é um princípio não apenas do treinamento de força, mas é sim um princípio que se enquadra em todos os componentes da natureza.

E através do princípio da adaptação que Darwin estabeleceu a teoria da evolução. Assim, adaptação é sinônimo de evolução, seja ela orgânica ou muscular.

Se não fôssemos capacitados por este princípio, o ser humano não conseguiria habitar em tantos lugares, não teria se desenvolvido e chegado ao seu status atual.

É este princípio que nos permite evoluir e melhorarmos, ou em determinadas situações, piorarmos, nossa condição.

Se seu corpo recebe estímulos de maneira correta, se desenvolve e evolui. Se deixa de receber estímulos ou os recebe de maneira inadequada, retrocede.

Segundo Weineck (1991):
“A
adaptação é a lei mais universal e importante dos seres vivos. As adaptações biológicas se apresentam como mudanças funcionais e estruturais em praticamente todos os sistemas. Sob adaptações biológicas do exercício, entendem-se as alterações dos órgãos e sistemas funcionais, que aparecem em decorrência das atividades psicofísicas”.

Todo exercício gera uma sobrecarga ao corpo, mexe em sua homeostase (estado em que ele se encontra no repouso).

Se este exercício for sistemático e impor um volume e uma intensidade necessárias para que se mude esta condição inicial, ocorre a adaptação.

Segundo Tubino (1990):
“este princípio do Treinamento está diretamente ligado ao fenômeno do stress” . Para melhor entendermos o princípio da adaptação, devemos entender antes de mais nada a homeostase, que é o estado em que o corpo se encontra quando está inativo ou em repouso.
Homeostase, é equilíbrio estável do organismo humano em relação ao meio ambiente em que vive, e sabendo-se que esta estabilidade se modifica com qualquer alteração ambiental, ou seja, para cada estímulo teremos uma resposta.

E entendendo por estímulos o calor, os exercícios físicos, as emoções, as infecções, e outros fatores que mexem em nossa estrutura física e emocional, podemos concluir que a adaptação ocorre da seguinte forma:

  1. Estímulos Fraco: não acarretam mudanças.

  2. Estímulos médios: apenas excitam.

  3. Estímulos médios para fortes: provocam adaptações.

  4. Estímulos muito fortes: causam danos. (bidem, 1984).

Princípio da Adaptação na Musculação

A musculação é um dos exercícios físicos que mais facilmente podemos evidenciar a adaptação.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Como já explicado, se o estímulo fica entre médio e forte, teremos a adaptação, através do que a ciência chama de Síndrome de Adaptação Geral. Essa síndrome segundo Tubino ,1990:

“ É a reação que o organismo tem aos estímulos que provocam adaptações ou danos ao mesmo, sendo que estes estímulos são denominados agentes estressores ou então estressantes”.

A síndrome de adaptação geral (SAG) é dividida basicamente em três fases, até que o agente estressante em sua ação atinja então o limite da sua capacidade fisiológica de compensação do organismo: a 1ª Fase é a de Reação de alarme. A 2ª Fase é a da resistência (adaptação) e a 3ª Fase é a da exaustão (ibidem, 1984).

Aplicando estes conhecimentos a musculação propriamente dia, podemos dizer que quando um sedentário inicia o treinamento, está na fase de reação de alarme, onde o corpo tenta restabelecer a homeostase, depois entra na fase de resistência, onde ocorre de fato os estímulos para a adaptação e por fim a exaustão, onde o corpo precisa de repouso para assimilar os estímulos e se tornar resistentes a eles.

Encontrar este estímulos fortes e médios requer que você tenha um bom professor ao seu lado e muita dedicação em seu treino.

Por isso, fique cercado de bons profissionais que saibam avaliar e prescrever um treino de qualidade para você.

Clique para conhecer

Sandro Lenzi

CREF: 22643-G/SC Profissional de educação física apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. Quer ter um treino personalizado? clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar