fbpx
Pesquisar

Oleaginosas: O que são, Benefícios e Lista completa de fontes

Veja a quantidade recomendada de consumo das oleaginosas, os tipos, as principais fontes e todos os benefícios que elas proporcionam para saúde.

Oleaginosas

Nossos alimentos são riquíssimos e se soubermos aproveita-los poderemos extrair o máximo de seus benefícios.

Contudo muitas informações ficam ocultas aos leitores e curiosos que buscam alternativas naturais para viver uma vida mais saudável e quem saber se livrar pelo menos um pouco dos medicamentos e drogas farmacêuticas.

Vamos saber mais sobre as oleaginosas e que benefícios podem nos trazer a curto e logo prazo?

O que é Oleaginosa?

As sementes oleaginosas são plantas cultivadas especificamente para suas sementes ou frutas com alto teor de gordura.

As sementes oleaginosas são frutas ricas em ácidos graxos e pobres em água, algumas das quais podem ser extraídas com óleo.

Não deve ser confundido com oleaginosas, como sementes de girassol ou linhaça. Na prática, os frutos oleaginosos são naturalmente frutos secos, incluem: amêndoas, nozes (castanha de caju, nozes, macadâmia…), avelãs, pinhões e pistácios.

Não é por acaso que a palavra “oleaginosa” vem do latim  oleum, que significa “óleo”: as sementes oleaginosas são alimentos vegetais dos quais o óleo é extraído.

Isso é inegável: sementes oleaginosas são alimentos calóricos devido ao seu alto teor de gordura.

No entanto, considerar os alimentos do ponto de vista das calorias é simplista demais, mesmo quando se tenta perder peso.

O importante é manter uma visão global estudando também as densidades nutricionais e os índices de saciedade de cada alimento.

Melhores fontes de Oleaginosas

Frutas Oleaginosas

  • Nozes

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

As nozes são das oleaginosas que mais fornecem omega- 3 e omega-6! Além de ajudarem a diminuir o colesterol ruim, contribuem para o controle da pressão arterial.

Uma unidade de nozes possui em média 34 calorias e pode ser consumida ao longo do dia ou antes de dormir para quem visa hipertrofia.

  • A castanha de caju:

castanha de caju

Este fruto do cajueiro é uma das melhores castanhas. É rico em vitaminas e minerais e tem vários efeitos benéficos na saúde (prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes…)

  • Pistache ou Pistácios:

pistache

O Pistache é rico em proteínas, e pode ter um efeito benéfico sobre os níveis de colesterol. Devemos comer cerca de 30 gramas diária dessa oleaginosas.

  • Amêndoas:

amêndoas

Conhecidos por reduzir o colesterol ruim, amêndoas também contêm muitos minerais e pode, em particular, ser dividido em leite de amêndoa para substituir o leite de vaca.

  • Avelã:

Avelã:

A sua gordura monoinsaturada tem efeitos benéficos sobre o sistema cardiovascular. Além disso, as avelãs têm um forte antioxidante.

  • Noz pecã ou pecan:

noz pecã

Esta fruta também é cheia de benefícios, sendo um excelente antioxidante e contém uma boa quantidade de zinco, cobre e manganês.

  • Macadâmia:

Seus ácidos graxos monoinsaturados ajudam a combater o colesterol ruim.

Sementes Oleaginosas

  • A semente de papoila:

Elas contêm grande quantidade de proteína (cerca de 20 g por 100 g), estas pequenas sementes reduzir o risco de doença cardiovascular devido ao seu conteúdo de gorduras boas.

  • A semente de abóbora:

Utilizado especialmente para os seus efeitos benéficos contra os problemas da bexiga, sementes de abóbora é reconhecido pelos seus efeitos diuréticos. Conheça o suplemento de óleo de semente de abóbora, ótimo para incluir na dieta.

  • A semente de girassol:

Rico em vitamina E antioxidante, sementes de girassol também têm efeitos benéficos contra o colesterol.

  • A linhaça:

A linhaça tem muitos benefícios, incluindo contra a hipertensão e constipação. Veja todos os benefícios da linhaça e quantidade recomendada.

  • A semente de gergelim:

Para muitas propriedades alimentares, mas também terapêutico, especialmente ao nível cardiovascular.

Quais são os Benefícios?

1. As sementes oleaginosas são uma fonte de nutrientes

Sementes e nozes têm bom valor nutricional e completo de vitaminas B têm um papel essencial na conversão de hidratos de carbono, bem como as vitaminas E, que têm efeitos antioxidantes.

Além dessas vitaminas, as sementes oleaginosas contêm muitos minerais, como magnésio, ferro, potássio, fósforo e cálcio.

2. São Ricas em Fibras

As sementes oleaginosas, especialmente as sementes de chia (cerca de 34 g por 100 g) e o linho (cerca de 26 g por 100 g) são uma fonte muito boa de fibra .

A fibra é essencial para o trânsito intestinal adequado e boa digestão.

3. Ótima fonte de Proteína Vegetal

Sementes oleaginosas e oleaginosas são uma excelente fonte de proteína vegetal. O amendoim, por exemplo, contém cerca de 26 g de proteína por 100 g. Por isso também uma excelente fonte para estar presente na dieta.

As sementes de frutas e oleaginosas são, portanto, uma boa maneira de substituir a carne na dieta dos insumos proteicos.

4. Fonte de Gorduras Boas

Seus altos níveis de ácidos graxos monoinsaturados e ácidos graxos poli-insaturados os tornam aliados muito bons contra o colesterol, ajudando a manter um bom colesterol enquanto reduzem os níveis de colesterol ruim.

5. Aliada no emagrecimento e ganho de massa muscular

Por serem ricas e fibras como dissemos, e possuírem as  famosas “gorduras boas”, as oleaginosas promovem saciedade, evitando que você coma besteiras entre as refeições e ainda mantem os hormônios “regulados”, além de auxiliar na hipertrofia, ajuda também a emagrecer.

Leia também:

Óleo de Girassol – Conheça todos os seus benefícios

Castanha-do-pará: 9 Benefícios, Propriedades e Consumo

Gergelim – Todos seus benefícios, propriedades e receitas fit

Macadâmia: 8 Benefícios, Propriedades e Consumo recomendado

12 Benefícios do Amendoim e Consumo Recomendado

Qual o consumo recomendado por dia?

As sementes oleaginosas certamente têm muitos efeitos benéficos sobre a saúde, não abusam e uma mistura de cerca de 30 a 40 g por dia será suficiente para fornecer ao seu corpo o que ele precisa, sem excesso.

Para praticantes de musculação que visam hipertrofia ou até emagrecimento, o consumo pode chegar a 50g ou conforme orientação de um nutricionista.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *