fbpx
Pesquisar

5 Dicas de como melhorar a consciência corporal e os resultados no agachamento

O agachamento é um exercício fundamental para sua funcionalidade e principalmente, para hipertrofia, emagrecimento e rendimento. Porém, ele precisa ser feito de uma forma correta.

Veja neste artigo, como melhorar a consciência corporal e a eficiência do agachamento, além de um vídeo especial que preparamos para você, ao final.

agachamento melhores resultados dicas eficiente

Agachar é um movimento natural e deveria ser comum a todas as pessoas.

Pela falta de desenvolvimento motor, força e controle muscular, a maioria das pessoas tem dificuldade de fazer este movimento sem que haja compensações.

Por isso, um trabalho educativo é fundamental, como já mostramos neste artigo: Agachamento, processo educativo para melhorar a execução.

Mas existem formas de otimizar isso, com variações de exercícios e principalmente, um processo cumulativo de estímulos. Mas antes disso, é importante entender por que agachar é tão “complexo”.

Como melhorar o agachamento: partindo do princípio.

O agachamento é um movimento que envolve pelo menos 3 articulações diferentes e atua em inúmeros músculos.

Você precisa, por exemplo, flexionar o joelho, o quadril e levemente o tornozelo, mantendo o alinhamento postural e então, estender estas mesmas articulações.

Para muitas pessoas, isso é um grande desafio.

Além disso, ainda há toda a questão da ativação muscular. O ideal é que quadríceps e glúteos sejam os músculos mais ativados, mas nem sempre isso acontece.

É fundamental que haja um trabalho de melhora da qualidade do movimento, otimizando a execução deste movimento básico e fundamental para nossa vida diária.

Além disso, o agachamento ainda envolve uma questão muito importante: a melhora do equilíbrio.

Como deslocamos nosso centro de equilíbrio, que fica na região do umbigo, é importante trabalhar com movimentos que também melhorem o equilíbrio específico do movimento.

Como melhorar o agachamento

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Você precisa reunir duas características importantes: mobilidade e força.

Mobilidade no sentido de suas articulações terem a amplitude necessária para realizar os movimentos, sem que haja qualquer desalinhamento.

Força para que os músculos certos sejam ativados e os demais, apenas atuem como sinergistas e estabilizadores.

Para isso, selecionamos 5 dicas muito importantes e ao final, um vídeo que te mostram na prática como fazer isso.

5 dicas para melhorar o agachamento

1- Varie o movimento

Nosso corpo se adapta, desde que os estímulos sejam dados de uma forma na qual ele ainda não está adaptado.

Use movimentos que são similares em termos motores, em seu treino.

Por exemplo, variações de Leg Press, agachamento na barra guiada, avanço (passada), são excelentes para a melhora do padrão de movimento (no vídeo, eu mostro algumas variações interessantes).

2- Melhore a mobilidade de seus joelhos, tornozelos e quadril.

Articulações pouco móveis, “travadas”, impedem a execução de um bom agachamento. Faça exercícios de mobilidade para seu quadril, seus joelhos e tornozelos.

Melhorar a mobilidade da porção lombar da coluna, também é muito importante.

3- Primeiro, agache sem carga

Se você não consegue agachar de uma forma correta, sem carga, jamais deve usar peso externo. Ou pelo menos, deve buscar variações onde o peso não prejudica a ação sobre as suas articulações.

Neste caso, primeiro “aprenda” a agachar e então, desenvolva um aumento progressivo de carga e intensidade. Primeiro aprenda o movimento, depois use carga.

4- Fortaleça muito bem seu core

Um erro muito comum é achar que o agachamento serve apenas para glúteos e quadríceps. Ele movimenta fortemente os músculos da região do core e estes, precisam “aguentar o tranco”.

Por isso, abdômen e músculos lombares fortes, são fundamentais para que seu agachamento tenha o máximo de eficiência e controle.

5- Força e alongamento

Esta é a principal dica. Com força nos músculos certos e mobilidade nas articulações envolvidas, há um aumento considerável na eficiência do agachamento.

Por isso, é fundamental que você faça, constantemente exercícios que vão melhorar a sua forma de agachar.

A maioria das pessoas precisa de pequenas correções sempre e este é um processo contínuo.

O resultado é um agachamento muito mais eficiente e seguro. 

Veja o vídeo que preparamos para você poder agachar melhor!

E como deve ser o agachamento para pessoas com problemas articulares?

Pessoas com problemas articulares, como condromalácia patelar, hérnia de disco e outros, devem ter cuidados muito mais específicos.

Porém, com um bom trabalho de fortalecimento e principalmente, de melhora da mobilidade e eficiência motora, é possível fazer o movimento com o máximo de eficiência e segurança.

Porém, nestes casos geralmente há mais tempo até a adaptação acontecer. Naturalmente, precisamos melhorar uma série de questões, até que uma pessoa com este tipo de problema, possa agachar com segurança.

Mas com um processo contínuo e seguro, é totalmente possível.

Você precisa agachar, desde que seja feito com segurança

O agachamento é um movimento fundamental para nossas vidas e é extremamente funcional.

Por isso, é muito importante que você sempre busque melhorar a eficiência deste movimento, para que seus treinos sejam melhores e você tenha cada vez mais qualidade de vida.

Por isso, o treinamento com acompanhamento profissional é fundamental.

Você sabia que agora você pode ter seu treino preparado e acompanhado por mim? Sim, agora é possível!

Veja como ter seu treino personalizado clicando aqui.

Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

CREF: 22643-G/SC Profissional de educação física apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. Quer ter um treino personalizado? clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *