Pesquisar
calço para agachamento

Calço para agachamento, vale a pena usar?

A utilização de um calço, geralmente feito com uma anilha, é muito comum para o agachamento. Mas será que esta é uma prática válida? Veja neste artigo!


PUBLICIDADE

Agachar, por mais que seja uma atividade totalmente natural, é complexa para a grande maioria das pessoas.

Conseguir uma mecânica de boa qualidade deste movimento, não é tão simples. Por isso, usar o calço para agachamento, é muito comum, para maior parte das pessoas.

Mas será que isso é algo proveitoso? É importante entender alguns pontos. Afinal, se o calço fosse a melhor alternativa, andar de salto alto seria mais benéfico para nossa postura, não acha?

Porém, ao contrário do que muitos dizem, ele tem sim alguma serventia, em casos específicos.

Mas antes de entender isso, precisamos falar um pouco mais sobre a mecânica do agachamento.

Leia também:

Agachamento – Para que serve, benefícios e EXECUÇÃO CORRETA

Mecânica do agachamento e a influência do calço

No agachamento, temos dois movimentos muito claros: extensão e flexão de joelho e quadril. Porém, este movimento gera um direcionamento do joelho para frente.

Algumas pessoas têm mais mobilidade articular no joelho, enquanto outras acabam compensando esta falta de mobilidade, com uma maior flexão de quadril (elas projetam o tronco para a frente).

Neste caso, quando a mobilidade do tornozelo é ruim, naturalmente a pessoa tem dificuldades em executar o agachamento corretamente.

Desta maneira, será fundamental que haja alguma compensação. Uma das mais comuns, é o calcanhar perder contato com o chão.

Isso gera alguns problemas e prejudica o equilíbrio do praticante.

Como já citamos neste artigo (Como melhorar o equilibrio para o agachamento – 6 Dicas garantidas), o agachamento é um movimento que mexe com nosso centro de equilíbrio, por isso, muitas pessoas tem dificuldades em manter o movimento adequado.

Como o calço para agachamento ajuda neste caso?

Basicamente, damos mais apoio para o tornozelo, dando estabilidade para o calcanhar. Este apoio, vai fazer com que seja necessário menos mobilidade do tornozelo, para a execução do agachamento.

Isso vai tornar o movimento mais simples e seguro. Porém, há um ponto a se ressaltar: o calço retira parte da sola do pé do chão e joga uma pressão maior para a parte das falanges (dedos).

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Além disso, o joelho também acaba sendo muito mais pressionado pelo movimento.

Naturalmente, isso aumenta a compressão patelar.

Ou seja, o calço para agachamento pode ocasionar processos de lesão. Ele vai modificar a mecânica do agachamento e fazer com que principalmente o joelho, seja mais castigado.

Então quer dizer que o calço para agachamento é algo que deve ser totalmente abolido do treino? Para pessoas com boa mecânica sim. Outras, depende de cada caso.

Usar ou não o calço para agachamento?

Esta é uma questão muito pessoal. Tenho alunos que já usamos o calço, como uma estratégia de trabalho. Para outros, não uso.

Basicamente, temos que analisar primeiro por que a pessoa precisa do calço.

 Se for por falta de mobilidade, que é o fator mais comum, temos que pensar em uma estratégia mais ampla.

Vou te dar um exemplo:

Imagine uma pessoa que tem dificuldades em agachar corretamente, mas que não tem problemas de joelho. Esta é uma pessoa que pode usar o calço, sem maiores problemas. Porém, em paralelo a sua utilização, temos que ter um trabalho de melhora da mobilidade do tornozelo.

O calço deve ser usado como estratégia temporária, jamais como uma substituição total.

Se neste perfil, de uma pessoa que não tem problemas, faz um trabalho de mobilidade e usa o calço de maneira transitória, não há maiores problemas. Porém, mesmo com este perfil, devemos evitar o agachamento com muita carga.

Afinal, não temos uma boa mecânica e o agachamento com cargas mais altas, exige que o movimento seja muito bem feito.

Agora, se você tem problemas de joelho, seu agachamento é ruim e não há um trabalho de melhora de mobilidade do tornozelo, evite o calço sempre. Ele só vai prejudicar seu quadro.

Como treinar para não precisar mais usar o calço?

Tudo o que falei acima é importante, mas sem um trabalho paralelo de melhora de mobilidade do tornozelo, você jamais conseguirá agachar corretamente.

Por isso, selecionei alguns exercícios e práticas para melhorar seu agachamento e a mobilidade de seu tornozelo.

Primeiramente, veja este vídeo:

Perceba que os movimentos são simples e podem ser feitos até como aquecimento em seu treino. É natural que com o tempo, eles se tornem obsoletos.

Afinal, eles não trabalham com uma grande carga para o aumento de amplitude. Mas em casos onde a mobilidade é muito prejudicada, eles são excelentes.

Leia também:

Agachamento – 5 Exercícios de aquecimento para um melhor rendimento

Para casos onde a mobilidade não é tão prejudicada, mas precisamos aumenta-la, temos algumas outras formas, como neste vídeo:

Estas são algumas práticas que você pode adotar em seu treino, para ter uma melhora na mobilidade do tornozelo.

Além disso, é importante trabalhar com a melhora geral da execução do agachamento. Treine sempre com a orientação de um bom profissional. Bons treinos!

Calço para agachamento, vale a pena usar?
5 (100%) 2 votes

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. CREF: 22643-G/SC

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de