Página Inicial » Treinos » 10 dicas simples para começar a fazer exercício físico de maneira segura

10 dicas simples para começar a fazer exercício físico de maneira segura

A segurança durante a atividades física é fundamental não apenas para se obter melhores resultados, como também evitar lesões e prejudicar a saúde do atleta.

segurança durante exercicio fisico musculação

Quase todas as pessoas podem, de maneira segura, assumir uma vida mais ativa fisicamente. Posso arriscar e dizer que, quase todas têm condições de realizar exercícios físicos com intensidade moderada de maneira segura. Além disso, posso ainda dizer que quase todas as pessoas teriam benefícios importantes para saúde na maioria dos casos e com risco de problemas físicos bem baixos. Entretanto, algumas pessoas precisam fazer um exame clínico de saúde, não que isso seja empecilho para começar, mas sim é uma segurança a mais para que os benefícios sejam os maiores possíveis vindo do exercício físico.  

Quando falamos da pratica de exercício físico de alta intensidade é prudente e inteligente, você fazer essa visita ao seu médico.

O exercício é ótimo, mas pode revelar algum problema congênito (você pode ter nascido com algum problema). Se você é cardíaco, asmático, diabético, hipertenso, ou tem alguma limitação neurológica ou estrutural é interessante visitar seu médico para que junto com o profissional de educação física possam identificar as limitações que você possa apresentar.

 Muitas vezes podemos apresentar pequenos sinais que passam despercebidos e que podem dizer muitas coisas e prevenir outras tantas. Após visitar o seu médico e ele lhe dar o sinal verde para pratica de exercício físico mais vigoroso, você vai poder discutir junto ao seu treinador essas dicas abaixo, que podem ajudar a evitar lesões:

1° Não dispense um aquecimento geral e específico.
Levar de cinco a 10 minutos para aquecer seu corpo pode ser algo importante. Principalmente em dias muito frios.

2° O planejamento.
Ele
deve começar devagar e aumentar gradativamente ao longo da sessão. A não ser que já esteja muito acostumado a trabalhar em intensidades mais altas.

3° As sessões de treinamento muito difíceis ou com frequência muito alta podem causar lesões por overuse, como fraturas de estresse, rigidez articular ou músculos, tendões e ligamentos inflamados. Algumas atividades podem sobrecarregar algumas articulações em específico, levando a lesões; natação os ombros, corrida os joelhos, tornozelos e pés, jogar tênis os cotovelos. Para evitar sobrecargas específicas a pratica de diferentes tipos de atividades e descanso acabam sendo mais seguros para os iniciantes.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Leia também: Hipertrofia: 5 erros que podem estar comprometendo seu treino

4°Ouça o seu corpo.
 Eu sei que essa expressão parece um pouco filosófica, mas é para alertar que não deves fazer o exercício quando você está doente ou se sentindo muito cansado. Isso vale para dores musculares e articulares após sessões de treinamento mais fortes.

5° Se você ficar afastado dos treinamentos deve regredir a intensidade.
Um dos maiores erros que vejo é quando um sujeito fica 1 ou 2 semanas afastado dos exercícios e volta com a mesma intensidade de que parou. Se você estiver fazendo o treinamento de força, por exemplo, levantar pesos mais leves ou fazer menos repetições ou séries já pode ajudar ao seu organismo a não sobrecarregar.

6° Beba água!   
Para a maioria das pessoas, simplesmente beber muita água é suficiente. Mas se você está treinando na rua, em dias quentes, alguma estratégia de hidratação mais interessante pode ser escolhida. Geralmente o consumo de uma fruta junto com a água pode ser um ótimo repositor de sais minerais e se achar necessário, pode verificar junto a um profissional de nutrição algum repositor hidroeletrolítico.

7° Use roupas adequadas para pratica de exercícios. 
Escolha roupas e sapatos projetados para o seu tipo de exercício. Substituir os tênis para a pratica a cada seis meses, geralmente o prazo do amortecimento ficar gasto.

8° Para o treinamento de força inicialmente use pouco ou nenhuma carga.
Dedique-se a aprender a fazer os movimentos corretos. Não sacrifique a boa execução em troca de alguns quilos levantados a mais.

9° Fuja da intensidade alta em ambientes com climas quentes e úmidos.
Isso pode levar a um processo grave de desidratação. A temperatura limite de conforto é de 25°, depois disso a intensidade deve cair para evitar problemas.  Atenção aos sinais de superaquecimento, tais como; dor de cabeça, tonturas, náuseas, desmaios, cólicas, ou palpitações.

10° Dias muito frios trazem problemas.
Realizar atividades em ambientes muito frios pode provocar uma sobrecarga cardíaca. Como as extremidades ficam contraídas devido ao frio, o coração passa a ser mais exigido, sendo assim a pressão sanguínea sobe e as chances de problemas cardiovasculares aumentam em aproximadamente 30%.

Leia também: 10 Principais erros no treino de musculação

Não é tão fácil assim organizar uma rotina eficiente e segura de exercícios físicos, não é mesmo? Sendo assim, a última e, quem sabe, mais importantes das dicas é; procure um profissional graduado para montar e acompanhar seus treinamentos. Com toda a certeza ele saberá lhe orientar de maneira segura e eficiente.

Clique aqui para receber meu ebook GRÁTIS sobre HIPERTROFIA!

Sobre Dr. Andre Lopes

Dr. Andre Lopes – Professor, palestrante, escritor e cientista. PhD em Ciências do Movimento Humano – UFRGS.

Leia também

Treino de costas, bíceps e antebraços, dicas práticas

A divisão do treino de costas, bíceps e antebraços é muito interessante para iniciantes, pois …

Treino de pernas e ombros para iniciantes, dicas práticas

A divisão de treino de pernas e ombros para iniciantes é uma alternativa bastante interessante …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!