Pesquisar

Adipômetro, o que é, como usar, modelos, como calcular e se vale a pena comprar

O adipômetro, também conhecido como plicômetro, é uma ferramenta fundamental para a mensuração do percentual de gordura através das dobras cutâneas.


PUBLICIDADE

 

O adipômetro, também conhecido como plicômetro, é uma ferramenta fundamental para a mensuração do percentual de gordura através das dobras cutâneas. Veja mais neste artigo!

Dentro do treinamento físico, a avaliação dos resultados é fundamental para que tenhamos um acompanhamento constante da maneira como a composição corporal se modifica. Para isso, trabalhamos com ferramentas de análise. Entre elas, o adipômetro. O adipômetro é um equipamento usado para a mensuração de composição corporal, mais especificamente, do percentual de gordura.

Porém, há no mercado, diferentes tipos de adipômetros, com valores e funções que variam bastante. Neste sentido, se você pretende comprar um adipômetro, é importante analisar todas as questões mostradas aqui.

O que é um adipômetro e para o que ele serve?

Adipômetro - como medir a gordura corporal

Basicamente, o adipômetro é um mensurador de dobras cutâneas. Ele se baseia em um complexo cálculo de tensão das molas e distância entre os pontos, para nos dar dados mais precisos.

Basicamente o adipômetro é um equipamento que nos dá as medidas específicas de dobras cutâneas e com base em um cálculo, podemos chegar ao valor do percentual de gordura.

Sua função é basicamente, oferecer as medidas exatas destas dobras. Como há diferentes cenários em termos de qualidade e funcionalidade, há adipômetros mais e menos confiáveis. Além disso, há ainda uma diferença entre alguns deles.

Tipos de adipômetro

De maneira geral, falando em termos de funcionamento, temos o adipômetro clínico, que é o mais tradicional e o científico. Há entre eles, uma diferença no que se refere a forma como eles chegam aos resultados. O científico, naturalmente mais caro, tem uma precisão maior do que o clínico. Isso, de maneira alguma quer dizer que não há fidedignidade no resultado do clínico. Porém, o científico, no uso em larga escala, apresenta um resultado mais preciso.

Porém, o fato mais determinante para que o adipômetro nos mostre de fato, um resultado correto, está ligado a pessoa que o manuseia. Se o avaliador não souber usar o adipômetro corretamente ou ainda, não souber os pontos corretos de coleta das dobras, não será possível ter um bom resultado na avaliação.

Além deste ponto, temos ainda a forma como vemos as medidas. Os adipômetros, tanto clínicos, quanto científicos, podem ser analógicos ou digitais. Em ambos os casos, é importante que eles estejam calibrados para que tenhamos resultados mais corretos.

No caso do adipômetro digital, no geral, o próprio fabricante indica calibrar o aparelho de tantas em tantas avaliações. Em termos gerais, não há diferenças significativas no resultado em si, com a utilização de um adipômetro digital ou analógico. Desde que o aparelho tenha uma boa qualidade, este é um ponto apenas de praticidade.

Para entender melhor tudo isso, veja este vídeo do professor Dr João Moura mostrando mais informações sobre o adipômetro.

Leia também:

Antropometria e avaliação antropométrica, saiba tudo sobre!

Como usar corretamente o adipômetro?

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Para que o resultado da análise da composição corporal seja mais fidedigno, é preciso que o adipômetro seja usado da maneira correta. Porém, há inúmeras maneiras e protocolos. Aliás, o protocolo a ser usado é o ponto primordial para o uso adequado do adipômetro.

Afinal, se você não souber que protocolo vai usar, fica difícil definir o que é ou não correto. Existem protocolos como os de Pollock, ou ainda, métodos que se baseiam apenas na soma de determinadas dobras cutâneas (que são usados para acompanhamento, mas não dão um valor específico de percentual de gordura).

Depois de escolher adequadamente o protocolo, é importante busca compreender se não há especificidades na coleta das dobras cutâneas. O pinçamento, como é chamado o processo de “pegada” da pele, tem muitas variáveis e pontos bastante específicos. Se você errar o pinçamento, poderá ter um resultado discrepante da realidade.

Por exemplo, algumas dobras são retiradas com o pinçamento na vertical. Outras dobras são pinçadas na horizontal. Esta pequena diferença, pode fazer com que o resultado sofra mudanças.

Além disso, mesmo um avaliador experiente pode ficar em dúvidas sobre determinadas medidas, sendo necessário mensurar mais de uma vez. Por isso, a forma como o adipômetro é manuseado é fundamental.

Vale a pena comprar um adipômetro? Que modelo escolher?

Esta é uma questão bastante delicada. No geral, a compra do adipômetro está mais ligada ao fato de saber ou não utilizá-lo, do que propriamente o investimento em si. Hoje, há no mercado opções bastante acessíveis de adipômetro. Porém, sem um protocolo adequado e principalmente, sem uma manipulação adequada, não há como ter um resultado correto.

Por isso, a forma como ele será utilizado e se a pessoa que vai fazê-lo é capacitada, está ligada diretamente a questão se vale ou não a pena comprar o adipômetro. Ele, por si só, não fará nenhuma mensuração adequada.

Caso você não saiba como usá-lo ou não tenha alguma pessoa próxima que possa fazê-lo, pode ser mais viável comprar uma balança com bioimpedância, por exemplo.

Já se a manipulação e utilização não é um problema em si, é sim muito viável comprar um adipômetro. Com ele, você pode usar diferentes protocolos e medir diferentes dobras cutâneas. Com isso, vai ter possibilidades variadas de mensuração do percentual de gordura e ainda terá em mãos, um aparelho bastante versátil.

Sobre qual comprar, tudo depende da frequência que você irá usar e de como serão feitas as avaliações. Neste ponto, é muito importante pensar no custo-benefício. Um adipômetro caro, não necessariamente será melhor do que um mais barato. Se você usa esporadicamente, apenas para fazer as suas mensurações, um adipômetro clínico e analógico de boa qualidade, poderá ser o suficiente.

Como calcular a taxa de gordura no corpo

Praticantes de musculação e fisiculturistas tem uma enorme preocupação com seu BF (body fat) traduzindo, gordura corporal. Em épocas de competição, diminuir sua porcentagem de gordura é fundamental para que se tenha maior definição muscular.

Existem várias fórmulas para se obter os números para a taxa de gordura corporal. Entre estes o IMC (Índice de massa corpórea), o sexo e a idade entram nos cálculos de alguns procedimentos. Um dos cálculos mais utilizados, e que não necessita do adipômetro, é calculado somente tendo como base os números provenientes do IMC, o sexo e a idade.

A fórmula é: IMG = (1,2 x IMC) – (10,8 x S) + (0,23 x idade) – 5,4, em que a idade do indivíduo é dada em anos, o sexo tem numeração 0 para mulheres e 1 para homens. O resultado é achado em porcentagem. O resultado dessa fórmula não é preciso, sendo um dos mais simples.

Leia também:

Calculadora do IMC – Veja a tabela com o peso ideal

Com o Adipômetro

Com o adipômetro, é necessário um pouco de prática para manusear o aparelho. Para conseguir ter os números precisos, vá a um nutricionista o qual tem experiência e as ferramentas para tal situação.

Os locais que serão medidos devem ser dobrados, descobrindo assim as dobras cutâneas, que são medidas pelo adipômetro. A pinça do adipômetro mede a dobra cutânea, que pode ser assinalada pelos dedos indicador e polegar.

Para conseguir a medida de maneira correta, meça três vezes o mesmo lugar, as quais devem ser iguais em todas as medições. Em caso de uma grande diferença entre as medições, aguarde alguns minutos e faça novamente.

Leia também:

Calculadora da Taxa Metabólica Basal (Método Harris-Benedict)

Locais a serem medidos

Os principais locais medidos são os bíceps, a subescapular, o abdômen, a supra-ilíaca, as coxas, os tríceps, a axilar média e as pernas. Após a medição desses locais, os números são jogados em uma equação. Algumas fórmulas usadas são:

Homens (entre 18 a 30 anos):

D = 1,1714 – 0,0671log (Tríceps + Supra-ilíaca + Abdominal)

Mulheres (entre 18 a 30 anos):

D = 1,1665 – 0,0706log (Subescapular + Supra-ilíaca + Coxa)

Após descobrir o total de gordura no corpo, jogue os números em outras fórmulas, a seguir:

Gordura absoluta = peso corporal vezes (gordura percentual/100)

Massa isenta de gordura = peso corporal menos gordura absoluta

Não se esquecendo, nunca, que a gordura total obtida nos cálculos deve ter subtraídas 20%, pois estes são necessários para as funções do organismo.

O mais importante, é sempre buscar um aparelho de qualidade e que ele seja operado por uma pessoa capacitada. Bons treinos!

Adipômetro, o que é, como usar, modelos, como calcular e se vale a pena comprar
5 (100%) 1 vote

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. CREF: 22643-G/SC

10
Deixe um comentário

avatar
5 Tópicos de comentários
5 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais em alta
10 Autores de comentários
CarlosMIGUEL PETTENON DA COSTAFELIPELuizJullianne Autores de comentários recentes
  Inscrever-se  
Mais recente Mais antigo Mais votado
Notificação de
MIGUEL PETTENON DA COSTA
Visitante
MIGUEL PETTENON DA COSTA

Nenhuma avaliação é 100 por cento exata, então, é importante falar ao aluno que a margem de erro gira em torno de 4%, para mais ou para menos, geralmente para mais, por exemplo, se o adipometro acusou 15% de gordura, a pessoa pode ter entre 15 e 19% de gordura, eu acho bem válido esse tipo de avaliação, pois nos dá uma ideia de nossos percentuais, mesmo que não sejam totalmente exatos, uma base é sempre bom, abraços!

Luiz
Visitante
Luiz

Você coloca a fórmula para pessoas de 18 a 30 anos, e as outras? Tem muita gente acima de 30 neste mundo>

Dra Veronica A. Mello
Visitante
Dra Veronica A. Mello

O site d vcs está desatualizado, pois o profissional mais indicado para avaliação de porcentagem de gordura corporal, ou qlqr outro assunto relacionado ao estado nutricional do individuo, é o nutricionista!!
Sugiro que vcs alterem o texto.

Equipe Treino Mestre
Admin

Obrigado Verônica, informação alterada.

Carlos
Visitante
Carlos

O profissional mais indicado é aquele que tem propriedade sobre a teoria e o empirismo. A maioria dos nutricionistas saem da faculdade sem ao menos saber manipular um plicômetro.

Rafael de Paula
Visitante
Rafael de Paula

Como faço a leitura do adipômetro de plástico? A dúvida é em relação a quantos milímetros há entre cada ponto entre os números 0 à 10 e assim por diante.

Jullianne
Visitante
Jullianne

Geralmente funciona de 2 em 2mm. Então, se parar entre 0 e o primeiro ponto é igual à 1. Se parar exatamente no primeiro ponto, é igual à 2.

Fadrick Paiva
Visitante

só gostaria de solitar, se fosse possível, imagens e/ou fotos dos locais exatos para a medicação.. acredito q muitos de nós gostaria de fazer tais medições em casa ou com os demais colegas de academia – até pq assim seria possível fazer uma agenda com anotações sobre o percentual de gordura.

lucelia rodrigues
Visitante
lucelia rodrigues

vai la no sites corpoperfeito que tem a maquina de calcular e maais facil

FELIPE
Visitante
FELIPE

Mais fácil e mais impreciso.