Página Inicial » Treinos » Treino de potência para a hipertrofia

Treino de potência para a hipertrofia

As variáveis que envolvem o treino de hipertrofia são muitos e dependendo do caso, são necessários treinos diferenciados. O treino de potência é um dos que pode trazer grandes resultados para a hipertrofia em determinadas situações.

A receita parece fácil, 8 repetições para crescer, 12 para definir. Esta é a “receita” mágica que muitos pregam. Mas infelizmente, o corpo humano não é tão linear. Já mencionei em diversos artigos anteriores sobre o fato de que a hipertrofia necessita de diversos estímulos, que devem ser adequados a cada pessoa.

Existem milhares de métodos diferentes de treinamento de força, para os mais variados objetivos. Cada um deles tem seus prós e contras e devem ser adaptados a um público específico.

treino de potência para a hipertrofia
GettyImages

O treino de potência não é um método em si, mas uma maneira diferente de treinar. Muito utilizado nos esportes, principalmente nos que tem esta solicitação, como lutas, esportes coletivos ou de velocidade.

Ele trabalha basicamente com as chamadas fibras  brancas (rápidas), que possuem um potencial oxidativo menor e mais potência. Existem fibras intermediárias, mas um treino visando a potência, basicamente tem maior solicitação sobre estas fibras, que tem um potencial hipertrófico maior do que as fibras vermelhas (lentas).

Porém, o que muitas pessoas não sabem, é que o treino de potência tem sim aplicação sobre a hipertrofia. De maneira geral, um treino de potencia é feito sobre o sistema glicolítico, como já mencionamos neste artigo (Você conhece os sistemas energéticos na hipertrofia?). Isso por que um treino de potência tem a liberação de lactato, pela alta intensidade elevada do treinamento.

Mas isso não quer dizer que você deva sair fazendo seu treino focado na potência, pois este tipo de treino não é tão simples quanto parece. Se ele for executado sem a devida preparação, um treino de potência pode ser altamente lesivo, pois ele trabalha com uma intensidade elevadíssima. Veja como deve ser um treino de potência, visando também a hipertrofia, de maneira correta.

Metodologia do treino de potência

O treino de potência, quando aplicado a objetivo desportivos, geralmente é utilizado na fase mais específica da preparação. Ou seja, ele deve sempre ser feito DEPOIS DE UM PERÍODO BÁSICO DE PREPARAÇÃO. Antes de trabalhar com um treino de potência, você precisa antes ter uma adaptação através de treinos visando a resistência muscular localizada e a força máxima. Somente depois de desenvolver estas, será possível de fato, utilizar um treino de potência com qualidade e segurança.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Para executar um treino de potência na musculação, você precisa antes de qualquer coisa aquecer, devido à intensidade elevada. Isso não quer dizer que você deva alongar, mas sim executar algumas repetições com menos carga e ir aumentando a intensidade.

Para que haja uma melhora da potência e consequente aumento do tamanho das fibras, o treino de potência precisa ser feito com velocidade de execução elevada. Independente de qual seja o exercício feito, você deve executá-lo com alta velocidade.

Uma variação deste tipo de treino muito eficiente também é usar a repetição rápida na fase concêntrica e lenta na excêntrica. Mas isto vai variar de acordo com os objetivos e individualidades de cada um. Lembre-se que a metodologia para o treino de potência é muito variável, mas sofre influencia de diversos componentes.

O treino de potência visando à hipertrofia, muitas vezes não é mais o indicado para as pessoas no geral, mas pode ser uma ótima alternativa para quem busca sair da estagnação. Além disso, pessoas que buscam um grande volume muscular, como os Bodybuilders, não são muito beneficiados com o treino de potência para a hipertrofia, já que o potencial de microlesões deste tipo de treino é menor do que certas metodologias.

No vídeo abaixo o pessoal do treino em foco fala sobre a zona de repetição para o treino de potência e esclarece maiores dúvidas:

Leia também:

Mas para quem busca um corpo mais Fitness, o treino de potência pode sim ser muito eficiente, desde que a periodização seja feita de maneira correta. Também existe a possibilidade de usar este tipo de treino em um microciclo de choque, em quem usa uma periodização mais completa.

Usar apenas os treinos de potência, pode ser uma excelente maneira de sair da estagnação do treino e impor ao organismo uma intensidade diferente, porém, ele não deve ser a única metodologia.

As variações de treino, principalmente em pessoas que são praticantes avançados, podem ser uma excelente saída, desde que bem pensada e planejada por um profissional de educação física. Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.
CREF: 22643-G/SC

Leia também

Treino de costas, bíceps e antebraços, dicas práticas

A divisão do treino de costas, bíceps e antebraços é muito interessante para iniciantes, pois …

Treino de pernas e ombros para iniciantes, dicas práticas

A divisão de treino de pernas e ombros para iniciantes é uma alternativa bastante interessante …

  1. Paulo Cipriano Francisco

    E sempre bom ter as melhores informações antes de entrar pra um Gym. E e isto que eu fiz. Aconselho te a fazer o mesmo. E gradeço a todos os camaradas que têm dado estas dicas na internet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!