Página Inicial » Motivação » Treinar no inverno: 6 dicas para não deixar o frio vencer essa batalha!

Treinar no inverno: 6 dicas para não deixar o frio vencer essa batalha!

Com a chegada do inverno, muitas regiões do Brasil registram baixíssimas temperaturas. Veja neste artigo como não deixar de treinar no frio!

como treinar no frio - inverno
Fonte imagem: demotix.com

Se você mora nas regiões onde o inverno é mais rigoroso, sabe das dificuldades em manter a sua rotina de treinos nesta época. Preguiça, frio e programas “mais interessantes” são algumas das razões mais comuns para termos tantos abandonos nas academias.

Depois, quando volta a esquentar, surgem os terríveis projetos verão, que chegam a doer nos olhos. Como moro no sul, sei bem como o frio é um fator que limita nossa motivação durante o inverno. Porém, existem estratégias que podem minimizar isso.

De uma maneira geral, esta é uma época muito propícia para determinados objetivos. Por exemplo, como citamos neste artigo (Efeitos positivos do frio no emagrecimento), o frio pode ser muito importante no processo de emagrecimento, por proporcionar um aumento no metabolismo.

Além disso, existem diversas evidências que relatam que o frio reduz a retenção líquida. Com isso, o inverno pode ser primordial para que você alcance bons resultados.

Nós aqui no Treino Mestre sempre enfatizamos que treino é algo que deve ser feito de maneira sistematizada e constante. Ao parar de treinar na primeira temperatura baixa, você não se desenvolve e vive eternamente como um iniciante, que até tem algum resultado, mas jamais alcança objetivos maiores.

Por isso, selecionamos algumas dicas e técnicas para que você possa manter-se firme em seu objetivo, mesmo com o frio batendo forte!

Treinar no frio, veja como não se abater com o inverno!

1. Deixe seus objetivos expostos:
Um dos maiores problemas das pessoas que desistem dos treinos durante o inverno é o de esquecerem o porquê  estão treinando. Motivação deriva de motivo, ou seja, se você não sabe porque está saindo de casa,  seu corpo tende a sabotar tal situação. Por isso, trace metas, use imagens e vídeos, que sejam de fácil visualização.

Cada vez que você pensar em desistir, veja-os, pois assim, você lembrará que um momento de conforto pode comprometer seriamente seu objetivo final. Tenha uma pasta no computador, deixe fotos e listas em locais de visualização fácil. Desta forma, você conseguirá programar seu cérebro para que seja possível alcançar tais objetivos!

2. Busque atividades prazerosas:
Não que você deva mudar seu treino completamente, mas talvez seja a hora de buscar algo diferente. Por exemplo, modalidades mais dinâmicas podem ser usadas como complemento de seu treino, agora no inverno. Isso irá fazer com que você tenha mais facilidade em manter uma rotina adequada e colher os resultados no futuro.

Você só deve tomar cuidado para não ter problemas em relação ao seu descanso. Portanto, é imprescindível o acompanhamento de um profissional de educação física, para calcular o volume total de trabalho e o descanso.

3. Busque ajuda:
Tenha um parceiro de treino ou alguém que seja “chato” e não te deixe faltar aos treinos por preguiça. Este talvez seja o ponto mais importante aqui apresentado. Isso porque somos naturalmente sociáveis e ao nos relacionarmos diretamente com outras pessoas, temos como adquirir novos hábitos. Por isso, um parceiro de treino é o ideal, desde que ele tenha objetivos similares aos seus.

Se não tiver alguém que possa te acompanhar, busque encontrar algum amigo próximo para ser seu “guardião”, que irá te ajudar a não deixar os treinos de lado por causa de preguiça.

Um treinador pessoal é outra questão interessante, afinal, você não irá pagar alguém para deixar de treinar, não é? Tudo isso compõe uma estratégia altamente eficiente para não deixar de treinar no frio.

4. Resista às tentações gastronômicas:
Somos seres de hábitos e já sabemos que é o que fazemos no dia a dia que trará os resultados (ou não). Por isso, mantenha o foco em sua dieta, pois assim, você terá muito mais motivação para manter seu treino em dia. Isso tudo é um conjunto de fatores.

Quem nunca deixou de treinar alguns dias e relaxou na dieta? Isso é totalmente natural, pois você não vai conseguir se manter motivado em algo que demande esforço, se não conseguir vislumbrar o motivo claro para isso. Portanto, dieta é fundamental para que você não desista dos treinos no inverno!

5. Se possível, treine em horários mais quentes:
Sair da cama cedo para treinar no frio é uma tarefa dantesca para algumas pessoas. Se sua agenda permitir, troque o horário de treino no inverno, para um momento mais quente. Assim, seu corpo não irá procurar desculpas para deixar de treinar!

6. Intensidade é tudo!:
Ir para a academia no frio, sabendo que você vai precisar ficar horas lá dentro, pode ser altamente desmotivador. Por isso, esta é a hora primordial para que você tenha um treino intenso e rápido!

Já falamos em diversos outros artigos que existem várias maneiras de intensificar seu treino, potencializando o tempo que você passa na academia. Por isso, se você quer de fato treinar sério no inverno, busque elevar a intensidade e passe menos tempo na academia!

Manter a motivação em alta exige muito mais do que apenas vontade. Você precisa de foco, comprometimento e clareza dos resultados que busca alcançar. Quem não tem isso, não chega a lugar algum. Por isso, estabeleça suas metas e faça do inverno apenas mais um obstáculo a ser vencido.

Além disso, acompanhe os artigos aqui do Treino Mestre, pois com certeza eles irão te ajudar nos teus objetivos! Bons treinos!

Sobre Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte.
  1. Excelente texto, show em!!
    me motivou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend