Pesquisar

Treinamento funcional para o emagrecimento, será que funciona?

O treinamento funcional vem sendo amplamente utilizado como alternativa para outros métodos de treinamento tradicionais. Veja neste artigo, se para o emagrecimento, ele é de fato efetivo!


PUBLICIDADE

O treinamento funcional é uma modalidade de exercícios que vem conquistando cada vez mais adeptos e que tem um crescimento exponencial no Brasil. Isso se deve ao fato de ser uma modalidade bastante dinâmica, com imensas possibilidades de variações de exercícios e que pode ser aplicado de acordo com a individualidade de cada pessoa. Por ser uma modalidade com o foco na funcionalidade de cada um, neste tipo de treinamento temos grande ênfase nas questões relacionadas a coordenação motora e equilíbrio, bem como de aumento de força e resistência aeróbica e anaeróbica. Mas para o emagrecimento, o treinamento funcional é eficiente? É o que veremos!

treino funcional para emagrecer

Emagrecer com o treinamento funcional, é possível?

Antes de responder a pergunta acima, precisamos entender alguns conceitos. Para que o processo de emagrecimento aconteça, diversas situações precisam ser levadas em conta, sendo que os principais são estes:

– Intensidade do treinamento;

– Balanço calórico;

– Nível de aptidão física;

– Dieta

– Genética;

– Fatores sócio-ambientais;

Desta maneira, dizer que isso ou aquilo é eficiente para todos, é deixar de levar em conta todos estes itens citados. Mas focando no treinamento funcional, aplicado da maneira correta e com as devidas progressões de intensidade e dificuldade nos exercícios, podemos considerar sim, que ele é bastante eficiente para o emagrecimento.

Sabe por quê? Primeiramente por que ele tem uma grande alternância entre os exercícios aeróbicos e os de força e intervalados. Com isso, seu corpo recebe uma sobrecarga de trabalho considerável, que vai resultar em um aumento do metabolismo basal e no aumento da massa muscular.

Em um estudo de Caires e colaboradores (2014), onde o objetivo foi estudar especificamente a questão da diminuição da gordura corporal através do treinamento funcional, foram avaliados os resultados desta modalidade concorrente (treinamento funcional + aeróbios). O estudo mostrou uma diminuição da gordura corporal em cerca de 4,97%, diminuição da gordura intra-abdominal em 19,90% e aumento da massa muscular em 4,18%. A população do estudo era composta por jovens obesos.

É lógico que para isso, será preciso um trabalho dentro desta especificidade, pois apesar do treinamento funcional utilizar diversos recursos, seu planejamento precisa ser focado em objetivos e metas a serem atingidas.

Para te ajudar, vou mostrar algumas coisas que devem ser feitas no treinamento funcional para que ele seja eficiente para o emagrecimento.

Leia também:
+ Como emagrecer fazendo musculação
+ Cardápios e receitas light para quem quer emagrecer

Treinamento funcional, como ele deve ser para o emagrecimento

Para que o treinamento funcional seja eficiente para o emagrecimento, ele precisa elencar algumas circunstâncias dentro desta especificidade. Veja algumas situações:

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

– Alternância de estímulos: já é natural do treinamento funcional alternar os diversos tipos de estímulos, mas quando o objetivo é o emagrecimento, precisamos que isso seja focado neste objetivo. Desta forma, dentro das individualidades de cada um, a alternância entre os exercícios resistidos e os aeróbicos, bem como a utilização de exercícios intervalados, é fator fundamental para o emagrecimento.

– Execução correta dos exercícios: muita gente acha que somente quem busca a hipertrofia e faz musculação é que precisa se preocupar com a correta execução dos exercícios. Mas no treinamento funcional, isso é de vital importância também. Desta maneira, principalmente os exercícios resistidos, precisam ser feitos com total cuidado na execução, pois isso vai gerar uma maior sobrecarga nos músculos e será mais eficiente para o emagrecimento.

– Aeróbicos de alta intensidade: dentro da individualidade de cada pessoa, os momentos do treinamento funcional em que serão feitos os exercícios aeróbicos, precisam ter uma intensidade mais elevada, para que o metabolismo fique acelerado por mais tempo e com isso, auxilie no processo de queima de gordura. É lógico que um iniciante precisa antes disso, construir uma base, mas depois disso, a intensidade precisa ser mais elevada.

Com estes itens e com um controle alimentar, é muito provável que você consiga de fato emagrecer. Mas lembre-se que o treinamento funcional tem que ser orientado por um profissional de educação física habilitado! Bons treinos!

Treinamento funcional para o emagrecimento, será que funciona?
Avalie este artigo

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. CREF: 22643-G/SC

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de