fbpx
Pesquisar

A importância do Selênio e ótimas fontes de alimentos

O selênio é um micronutriente fundamental para qualquer tipo de forma de vida. Ele é um elemento químico e está presente em uma ampla variedade de alimentos, sendo consumido a partir da ingestão destes.

selênio alimentos

O que traz motivos de preocupação é que tanto a sua ingestão em excesso quanto a falta dele podem trazer complicações severas.

Deste modo, embora seja benéfico à saúde, é bom cuidar a quantidade de consumo.

O que é Selênio

O selênio foi descoberto no ano de 1817 por um químico sueco chamado Jöns Jacob Berzelius, que também estudou e foi professor de medicina.

Além deste, ele ainda isolou outros elementos químicos, como o silício e o zircônio, por exemplo.

Como elemento químico que é, o selênio é encontrado, de modo geral, na crosta terrestre.

Além disso, é claro, ele também tem presença em alguns alimentos, como temos visto. Ou seja, está presente em muitos locais.

Para que serve

O selênio serve como um potente antioxidante natural. De forma geral, isto significa que ele tem um papel relevante para fortalecer o sistema imunológico, para combater os radicais livres e também para auxiliar a tireoide, entre outros.

O selênio pode ser encontrado num aminoácido denominado seleniocisteína. Ele faz parte do grupo das proteínas e auxilia algumas formas de enzimas a executarem o seu trabalho no corpo humano.

Função do Selênio no organismo

De acordo com pesquisadores do mundo todo, o selênio tem diversas importantes funções na manutenção da saúde.

Ele chega a ser comprovadamente um inibidor de mutações em células que podem ocasionar alguns tipos de câncer.

Além disso, ele tem algumas outras funções bastante conhecidas. Por combater a formação de radicais livres no corpo, visto que é um antioxidante, ele também protege contra doenças cardiovasculares e neurológicas.

Exames

Quem sente algum sintoma que pode ser decorrente da falta ou do excesso de selênio, pode ter de fazer alguma espécie de exame.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Quem irá recomendá-lo é um médico, e se necessário irá indicar alterar a alimentação.

Deste modo, caso sinta algum dos sintomas que indicaremos mais abaixo, não se furte em procurar assistência médica.

A detecção do problema é importante, uma vez que este micronutriente pode causar toxicidade.

7 Benefícios

O selênio é, portanto, muito benéfico à saúde quando consumido nas doses ideais. Ele é responsável por auxiliar o corpo numa série de formas. Entre elas estão:

1. Previne doenças neurológicas

Este micronutriente é capaz de prevenir contra algumas doenças neurodegenerativas. Entre elas, está o Alzheimer, por exemplo.

2. Evita alguns tipos de câncer

Por combater os radicais livres, o selênio tem sido cada vez mais relacionado à sua atuação anticancerígena.

Já tem sido alvo de diversas pesquisas científicas, que estão demonstrando a sua importância neste sentido.

3. Protege o sistema cardiovascular

Entre outras, a doença de Keshan traz mal aos músculos do coração. O selênio é responsável por fortalecê-los, evitando este tipo de enfermidade.

4. Aumenta a concentração

Outra atuação do selênio é potencializar o desempenho mental. Ele traz mais concentração, poder cognitivo e memória.

5. Ajuda o trabalho da tireoide

A tireoide é responsável por produzir hormônios. Entre eles, os conhecidos por T3 e T4. O selênio auxilia a mantê-los em níveis equilibrados.

6. Bom para os ossos e articulações

O mineral tema do texto age em tecidos ósseos e articulações. Ele auxilia a manter a integridade deles.

7. Previne o envelhecimento precoce

Outro benefício relevante, decorrente de seu poder antioxidante, é prevenir o envelhecimento precoce. Faz isso ao combater os radicais livres.

Problemas da falta e do excesso de selênio

Conforme já adiantamos anteriormente, tanto o excesso quanto a falta de selênio podem trazer problemas à saúde.

A quantidade correta, indicada no próximo tópico, deve ser seguida à risca.

Ainda que seja difícil de acontecer, sintomas decorrentes de um nível muito alto ou muito baixo podem acontecer.

1. A falta de selênio

No caso de termos selênio de menos em nosso corpo, alguns sintomas gerais podem ser observáveis. Fique atento caso sinta:

  • Abortos recorrentes;
  • Cansaço e fadiga;
  • Descoloração da unha e da pele;
  • Dificuldade de concentração;
  • Doença de Kashion-Beck;
  • Doença de Keshan;
  • Esterilidade;
  • Hipotireoidismo;
  • Imunidade baixa;
  • Queda de cabelo;
  • Problemas de crescimento;
  • Doenças no pâncreas.

2. O excesso de selênio

Por outro lado, consumir demais também não é recomendado.

Neste caso, outros sintomas podem surgir, alguns até parecidos com os da falta:

  • Dores de cabeça;
  • Fragilidade das unhas;
  • Descoloração da pele;
  • Cansaço;
  • Irritabilidade;
  • Halitose;
  • Doenças renais;
  • Desconforto muscular;
  • Artrite.

22 Fontes nos alimentos

Por ser um micronutriente e um elemento químico, o selênio abunda numa série de alimentos.

Os principais são os seguintes:

  1. Pão Francês;
  2. pães integrais;
  3. Castanha-do-pará (maior fonte que existe dentre outras oleaginosas);
  4. Frango;
  5. Farinha de trigo;
  6. gema e clara do ovo;
  7. Carne bovina;
  8. figado bovino ou de cordeiro;
  9. atum;
  10. salmão;
  11. ostras;
  12. Queijos;
  13. Feijão;
  14. Arroz;
  15. aveia;
  16. centeio;
  17. alho;
  18. cebola;
  19. pepino;
  20. cogumelo crimini
  21. sementes de girassol;
  22. maca peruana.

Como tomar o suplemento de selênio e quantidade

A quantidade e a forma de ingestão da suplementação de selênio são bastante particulares a cada caso.

Contudo, normalmente o médico irá indicar uma dose referendada por estudos.

Entende-se que um adulto deve consumir como dose diária mínima 55 microgramas deste micronutriente.

Como máximo, deve ficar entre 400 e 500 microgramas, que é o que está presente em apenas uma castanha-do-pará, por exemplo.

Leia também:

O que são Sais minerais? Funções, Tipos, Importância e Alimentos

17 Alimentos que aumentam o foco e concentração

Multivitamínicos: Para que servem, Como tomar e os Benefícios

Oleaginosas: O que são, Benefícios e Lista completa de fontes

Indicações

A maior indicação relacionada ao selênio é consumi-lo na quantidade correta. Não exagerar nem ingerir de menos os alimentos que o contenham é fundamental, visto que ele pode ser prejudicial nos dois casos.

Contraindicações

De modo geral, não há contraindicações ao selênio, de modo que ele existe naturalmente e está em contato com o organismo de modo indelével.

Quanto aos suplementos, tem-se o seguinte apenas:

  • Hipersensibilidade a algum dos componentes da fórmula.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais do selênio são, sobretudo, aqueles listados pelo seu excesso ou falta. Fora isso, podemos resumir em:

  • Irritação da pele;
  • Ressecamento e oleosidade do couro cabeludo;
  • Dores de cabeça;
  • Cansaço e fadiga.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *