Pesquisar

A importância do Selênio e ótimas fontes de alimentos

O selênio é um micronutriente fundamental para qualquer tipo de forma de vida. Ele é um elemento químico e está presente em uma ampla variedade de alimentos, sendo consumido a partir da ingestão destes.

selênio alimentos

O que traz motivos de preocupação é que tanto a sua ingestão em excesso quanto a falta dele podem trazer complicações severas.

Deste modo, embora seja benéfico à saúde, é bom cuidar a quantidade de consumo.

O que é Selênio

O selênio foi descoberto no ano de 1817 por um químico sueco chamado Jöns Jacob Berzelius, que também estudou e foi professor de medicina.

Além deste, ele ainda isolou outros elementos químicos, como o silício e o zircônio, por exemplo.

Como elemento químico que é, o selênio é encontrado, de modo geral, na crosta terrestre.

Além disso, é claro, ele também tem presença em alguns alimentos, como temos visto. Ou seja, está presente em muitos locais.

Para que serve

O selênio serve como um potente antioxidante natural. De forma geral, isto significa que ele tem um papel relevante para fortalecer o sistema imunológico, para combater os radicais livres e também para auxiliar a tireoide, entre outros.

O selênio pode ser encontrado num aminoácido denominado seleniocisteína. Ele faz parte do grupo das proteínas e auxilia algumas formas de enzimas a executarem o seu trabalho no corpo humano.

Função do Selênio no organismo

De acordo com pesquisadores do mundo todo, o selênio tem diversas importantes funções na manutenção da saúde.

Ele chega a ser comprovadamente um inibidor de mutações em células que podem ocasionar alguns tipos de câncer.

Além disso, ele tem algumas outras funções bastante conhecidas. Por combater a formação de radicais livres no corpo, visto que é um antioxidante, ele também protege contra doenças cardiovasculares e neurológicas.

Exames

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Quem sente algum sintoma que pode ser decorrente da falta ou do excesso de selênio, pode ter de fazer alguma espécie de exame.

Quem irá recomendá-lo é um médico, e se necessário irá indicar alterar a alimentação.

Deste modo, caso sinta algum dos sintomas que indicaremos mais abaixo, não se furte em procurar assistência médica.

A detecção do problema é importante, uma vez que este micronutriente pode causar toxicidade.

7 Benefícios

O selênio é, portanto, muito benéfico à saúde quando consumido nas doses ideais. Ele é responsável por auxiliar o corpo numa série de formas. Entre elas estão:

1. Previne doenças neurológicas

Este micronutriente é capaz de prevenir contra algumas doenças neurodegenerativas. Entre elas, está o Alzheimer, por exemplo.

2. Evita alguns tipos de câncer

Por combater os radicais livres, o selênio tem sido cada vez mais relacionado à sua atuação anticancerígena.

Já tem sido alvo de diversas pesquisas científicas, que estão demonstrando a sua importância neste sentido.

3. Protege o sistema cardiovascular

Entre outras, a doença de Keshan traz mal aos músculos do coração. O selênio é responsável por fortalecê-los, evitando este tipo de enfermidade.

4. Aumenta a concentração

Outra atuação do selênio é potencializar o desempenho mental. Ele traz mais concentração, poder cognitivo e memória.

Veja também:
12 Suplementos que aumentam o Foco, Concentração e Memória

5. Ajuda o trabalho da tireoide

A tireoide é responsável por produzir hormônios. Entre eles, os conhecidos por T3 e T4. O selênio auxilia a mantê-los em níveis equilibrados.

6. Bom para os ossos e articulações

O mineral tema do texto age em tecidos ósseos e articulações. Ele auxilia a manter a integridade deles.

7. Previne o envelhecimento precoce

Outro benefício relevante, decorrente de seu poder antioxidante, é prevenir o envelhecimento precoce. Faz isso ao combater os radicais livres.

Problemas da falta e do excesso de selênio

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Conforme já adiantamos anteriormente, tanto o excesso quanto a falta de selênio podem trazer problemas à saúde.

A quantidade correta, indicada no próximo tópico, deve ser seguida à risca.

Ainda que seja difícil de acontecer, sintomas decorrentes de um nível muito alto ou muito baixo podem acontecer.

1. A falta de selênio

No caso de termos selênio de menos em nosso corpo, alguns sintomas gerais podem ser observáveis. Fique atento caso sinta:

  • Abortos recorrentes;
  • Cansaço e fadiga;
  • Descoloração da unha e da pele;
  • Dificuldade de concentração;
  • Doença de Kashion-Beck;
  • Doença de Keshan;
  • Esterilidade;
  • Hipotireoidismo;
  • Imunidade baixa;
  • Queda de cabelo;
  • Problemas de crescimento;
  • Doenças no pâncreas.

2. O excesso de selênio

Por outro lado, consumir demais também não é recomendado.

Neste caso, outros sintomas podem surgir, alguns até parecidos com os da falta:

  • Dores de cabeça;
  • Fragilidade das unhas;
  • Descoloração da pele;
  • Cansaço;
  • Irritabilidade;
  • Halitose;
  • Doenças renais;
  • Desconforto muscular;
  • Artrite.

22 Fontes nos alimentos

Por ser um micronutriente e um elemento químico, o selênio abunda numa série de alimentos.

Os principais são os seguintes:

  1. Pão Francês;
  2. pães integrais;
  3. Castanha-do-pará (maior fonte que existe dentre outras oleaginosas);
  4. Frango;
  5. Farinha de trigo;
  6. gema e clara do ovo;
  7. Carne bovina;
  8. figado bovino ou de cordeiro;
  9. atum;
  10. salmão;
  11. ostras;
  12. Queijos;
  13. Feijão;
  14. Arroz;
  15. aveia;
  16. centeio;
  17. alho;
  18. cebola;
  19. pepino;
  20. cogumelo crimini
  21. sementes de girassol;
  22. maca peruana.

Como tomar o suplemento de selênio e quantidade

A quantidade e a forma de ingestão da suplementação de selênio são bastante particulares a cada caso.

Contudo, normalmente o médico irá indicar uma dose referendada por estudos.

Entende-se que um adulto deve consumir como dose diária mínima 55 microgramas deste micronutriente.

Como máximo, deve ficar entre 400 e 500 microgramas, que é o que está presente em apenas uma castanha-do-pará, por exemplo.

Leia também:

O que são Sais minerais? Funções, Tipos, Importância e Alimentos

17 Alimentos que aumentam o foco e concentração

Multivitamínicos: Para que servem, Como tomar e os Benefícios

Oleaginosas: O que são, Benefícios e Lista completa de fontes

Indicações

A maior indicação relacionada ao selênio é consumi-lo na quantidade correta. Não exagerar nem ingerir de menos os alimentos que o contenham é fundamental, visto que ele pode ser prejudicial nos dois casos.

Contraindicações

De modo geral, não há contraindicações ao selênio, de modo que ele existe naturalmente e está em contato com o organismo de modo indelével.

Quanto aos suplementos, tem-se o seguinte apenas:

  • Hipersensibilidade a algum dos componentes da fórmula.
Veja também:
Proteínas: Os 22 melhores alimentos para ganhar massa muscular

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais do selênio são, sobretudo, aqueles listados pelo seu excesso ou falta. Fora isso, podemos resumir em:

  • Irritação da pele;
  • Ressecamento e oleosidade do couro cabeludo;
  • Dores de cabeça;
  • Cansaço e fadiga.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *