fbpx
Saúde

40 Plantas Medicinais: Benefícios, Indicações e Como tomar

Conheça o nome e para que serve cada planta medicinal listada nesse artigo. Saiba quais são seus benefícios para saúde, cuidados, onde encontrar e melhores formas de consumir.

plantas medicinais

Whey Protein Growth Supplements

Ao longo da história do homem, nossa espécie aprendeu que existem plantas naturais que possuem um poder de fortalecimento e cura do organismo.

A estas, dá-se o nome de plantas medicinais, como são conhecidas hoje em dia.

Cada uma tem uma função própria, que pode ser complementar à ação de outras.

Há mais de 12 mil anos o ser humano utiliza das plantas medicinais para tratar doenças, sendo que hoje em dia são a base de muitas medicações. Conheça as 40 principais.

1- Agrião

agrião

Nome científico: Nasturtium officinale

Origem: nativa da Europa e da Ásia central

Posso plantar em casa? Sim

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Benefícios: contra retenção de líquidos, aftas, dermatites, gengivites, tosse e tem poder anti-inflamatório

Indicações: libera as vias respiratórias e combate infecções

Contraindicações: mulheres grávidas

Cuidados com o consumo: não deve ser usada por grávidas (é abortiva), pode ocasionar úlceras, problemas gastrointestinais e renais.

Abaixo as melhores formas de consumir o agrião e onde encontrar.


2- Alcaçuz

Alcaçuz

HOT Termogênico Growth Supplements

Nome científico: Glycyrrhiza glabra

Origem: Europa e Ásia

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: planta medicinal que melhora as vias aéreas (contra tosses, bronquites e asma), é antisséptico e anti-inflamatório

Indicações: contra úlceras gástricas e tosse

Como tomar e onde encontrar: O alcaçuz pode ser encontrado em paus ou em pó em mercados, feiras ou lojas de produtos naturais e ser preparo através de chá.

Contraindicações: pacientes com doenças cardíacas, hipertensos e gestantes

Cuidados com o consumo: no máximo 6 g por dia


3- Alecrim

Alecrim

Nome científico: Rosmarinus officinalis

Origem: Europa

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: anti-inflamatório, combate dores reumatológicas e articulares, alivia contusões e diminui hematomas

Indicações: contra dores em geral

Contraindicações: mulheres grávidas, epiléticos e alérgicos à planta

Cuidados com o consumo: tem efeito abortivo e o uso tópico pode irritar a pele.


4- Alho

alho

Nome científico: Allium Sativum

Origem: Ásia e Europa

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: O alho está entre as plantas medicinais mais rica em vitaminas (A, complexo B e C) e minerais (iodo, enxofre, cálcio, etc)

Indicações: antisséptico, expectorante, melhora a circulação, aumenta a imunidade e é anticancerígeno

Contraindicações: alérgicos, pessoas com úlcera gástrica, pressão baixa, gastrite, hipoglicemia, quem faz uso de anticoagulantes ou está às vésperas de cirurgia

Cuidados com o consumo: use cerca de 0,5mg diárias


5- Arnica

Arnica

Nome científico: Arnica montana

Origem: Europa

Posso plantar em casa? Sim, mas é de difícil adaptação

Benefícios: melhora circulação e a resistência dos vasos sanguíneos, trata problemas de pele e alivia dores

Indicações: contra hematomas, dores reumatológicas, gota, tendinites, acne e furunculoses

Contraindicações: não utilize caso seja grávida, utilize remédio anticoagulante ou tenha pressão alta

Cuidados com o consumo: não ingerir, não aplicar sobre feridas abertas, nem usar junto com outras ervas


6- Babosa

Babosa Aloe vera

Nome científico: Aloe vera

Origem: locais de clima tropical

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: antisséptico, cicatrizador, combate caspa, piolhos e lêndeas, melhora inflamações e evita a queda dos cabelos

Indicações: para calvície, problemas no couro cabeludo e feridas

Contraindicações: mulheres grávidas ou em lactação

Cuidados com o consumo: não ingerir, pois esta é uma das plantas medicinais tóxicas


7- Boldo do Chile

boldo

Nome científico: Peumus boldus

Origem: América do Sul

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: melhora a digestão, o fígado e é anti-inflamatório

Indicações: para problemas gastrointestinais e dores inflamatórias

Contraindicações: gravidez, doenças respiratórias, hepáticas ou renais

Como preparar: Veja como preparar o chá de boldo

Cuidados com o consumo: em excesso, pode causar intoxicação, e não deve ter as folhas aquecidas por tempo prolongado


8- Calêndula

Calendula officinalis

Nome científico: Calendula officinalis

Origem: África Central

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: conhecida como mal-me-quer, esta é uma das plantas medicinais cicatrizantes e que ajudam a melhorar dores, assaduras, queimaduras, acne e furunculoses

Indicações: para feridas, machucados, hemorroida e problemas de pele

Contraindicações: feridas abertas


9- Camomila

camomila

Nome científico: Matricaria chamomilla

Origem: Europa, África e Ásia

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: calmante, anti-inflamatório e hidratante

Indicações: para cólicas, peles e cabelos secos, dores (musculares e ciáticas) e gengivites

Como preparar: Veja como fazer o chá de camomila

Contraindicações: gravidez, uso de remédios anticoagulantes e alergia à planta


10- Canela

canela

Nome científico: Cinnamomum verum

Origem: Ásia

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: A canela fortalece o sistema cardiovascular, tem ação antioxidante, ajuda emagrecer, anti-inflamatória, controla os níveis glicêmicos e reduz o estresse

Indicações: problemas cardíacos, gastrointestinais, diabetes, cólicas menstruais e envelhecimento precoce

Como preparar: Veja como fazer o chá de canela em casa

Contraindicações: grávidas e pessoas alérgicas

Cuidados com o consumo: esta é uma das plantas medicinais que pode ser abortiva


11- Canela de Velho

canela de velho

Nome científico: Miconia albicans

Origem: áreas tropicais

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: anticancerígeno, anti-inflamatório, antioxidante, protetor do fígado e eficaz contra dores

Indicações: A canela de velho é um excelente estimulante sexual, inflamações em geral e dores articulares e reumatológicas

Contraindicações: não são conhecidas

Cuidados com o consumo: evitar o uso excessivo em função dos níveis de alumínio presentes na planta


12- Capim-limão

capim limão

Nome científico: Cymbopogon citratus

Origem: Ásia

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: uma das plantas medicinais analgésicas e trata disfunções gastrointestinais

Indicações: para dores reumatológicas, gases e desconfortos gastrointestinais

Contraindicações: gravidez


13- Carqueja

carqueja

Nome científico: Baccharis genistelloides

Origem: África

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: previne contra distúrbios gastrointestinais, é anti-inflamatório, desintoxica o fígado, facilita a digestão, regula o açúcar no sangue e age contra a retenção de líquidos

Indicações: para diabéticos, cólicas, artrites e problemas gastrointestinais

Contraindicações: pacientes com pressão baixa ou que tomam medicações para a hipertensão, pacientes com diarreia crônica e grávidas no primeiro semestre

Cuidados com o consumo: em caso de gravidez, consulte um médico antes de usar


14- Cáscara-sagrada

Cáscara-sagrada

Nome científico: Rhamnus purshiana

Origem: América do Norte

Posso plantar em casa? Sim, porém difícil

Benefícios: uma das plantas medicinais contra prisão de ventre e ajuda no emagrecimento

Indicações: em dietas e distúrbios gastrointestinais

Contraindicações: contraindicado na gravidez ou amamentação, em enfermos de doenças inflamatórias intestinais (Chron, por exemplo) ou com dores intestinais desconhecidas, em pacientes com doenças cardíacas e em quem toma medicações anti-inflamatórias

Cuidados com o consumo: utilizar pouco e raramente


15- Coentro

coentro

Nome científico: Coriandrum sativum

Origem: África

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: melhora a digestão, alivia cólicas e age no sistema nervoso central

Indicações: para distúrbios de ansiedade e problemas gastrointestinais

Contraindicações: em caso de gravidez, pergunte ao médico

Cuidados com o consumo: evite as folhas em excesso (podem ser tóxicas), preferindo as sementes


16- Confrei

Confrei

Nome científico: Symphytum officinale

Origem: Ásia e Europa

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: trata doenças gastrointestinais, reumatismos, inflamações em geral, tosses e hemorroidas

Indicações: alivia sintomas reumatológicos, tosses e gastrointestinais

Contraindicações: está entre as plantas medicinais que deve ser uevitada na gravidez, doenças respiratórias, hepáticas ou renais

Cuidados com o consumo: o uso prolongado pode gerar danos ao fígado, à bexiga e aos brônquios, até mesmo tumores


17- Cravo-da-Índia

Cravo-da-Índia

Nome científico: Syzygium aromaticum

Origem: Indonésia

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: tem poder antisséptico, analgésico, diurético e anticoagulante

Indicações: pode ser usado como antisséptico bucal, contra dores e para combater a retenção de líquidos

Contraindicações: gravidez, alérgicos e pacientes que têm problemas de circulação

Cuidados com o consumo: em excesso, pode causar contrações no útero e ter poder abortivo


18- Cúrcuma

Cúrcuma

Nome científico: Curcuma longa

Origem: Ásia

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: combate e previne os gases, as cólicas, doenças hepáticas, sintomas da menstruação, dores de dente e de barriga, além de ser uma das plantas medicinais contra doenças no trato urinário

Como consumir: Veja as melhores formas de consumir a cúrcuma (açafrão-da terra)

Indicações: para fortalecer o fígado e o sistema urinário para e acabar com sintomas menstruais e gastrointestinais

Contraindicações: não são conhecidas


19- Dente-de-leão

Dente-de-leão

Nome científico: Taraxacum

Origem: Américas e Ásia

Posso plantar em casa? Sim, facilmente

Benefícios: alivia sintomas digestivos, auxilia o funcionamento do fígado e da vesícula biliar, é laxativo e rico em vitaminas e sais minerais

Como consumir: Veja as melhores formas de consumir o dente-de-leão

Indicações: para problemas estomacais, prisão de ventre, abre o apetite e digere gorduras

Contraindicações: gravidez, crianças, hipertensos, alérgicos e quem tem doenças na vesícula biliar ou fígado deve ficar atentos


20- Erva-cidreira

Erva-cidreira

Nome científico: Melissa officinalis

Origem: Europa

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: contra cólicas e gases, é calmante, antiespasmódica e analgésica

Indicações: contra herpes, cólicas e é uma das melhores plantas medicinais para relaxar

Contraindicações: não são conhecidas


21- Erva-doce

Erva-doce

Nome científico: Pimpinella anisum

Origem: Ásia, África e Europa

Posso plantar em casa? Sim, facilmente

Benefícios: combate problemas estomacais, como a gastrite, as enxaquecas e o mau hálito

Onde encontrar e como tomar: A erva-doce é encontrada em qualquer super mercado e a melhor forma de se consumir é através de chá.

Indicações: contra cólicas e dores de cabeça intensas

Contraindicações: gravidez


22- Eucalipto

Eucalipto

Nome científico: Eucalyptus globulus

Origem: Oceania

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: uma das plantas medicinais no Brasil nativas e exóticas que combate problemas respiratórios, dores e até repelente de insetos

Indicações: doenças respiratórias (asma, tosse, bronquite) e reumatológicas

Contraindicações: gravidez, diabéticos, doenças hepáticas e cardiovasculares

Cuidados com o consumo: não consuma se estiver em asma seca


23- Feno Grego

Feno Grego

Nome científico: Trigonella foenum-graecum

Origem: Europa

Posso plantar em casa? Sim, mas é difícil

Benefícios: saúde sexual, problemas capilares, de pele e estomacais

Onde encontrar e formas de consumo:  Veja onde encontrar e como consumir o feno-grego

Indicações: cólicas, dermatites, falta de apetite sexual e calvície

Contraindicações: gravidez


24- Ginseng

Panax ginseng

Nome científico: Panax ginseng

Origem: Ásia

Posso plantar em casa? Incerto

Benefícios: é uma das plantas medicinais cura tudo da medicina oriental, utilizada para diversas finalidades

Onde encontrar e como tomar: Veja onde você pode comprar o ginseng panax e melhores formar de tomar.

Indicações: afrodisíaco, vitalidade física, evita a insônia, fortalece o sistema imune

Contraindicações: gravidez e pacientes com pressão alta


25- Guaco

guaco

Nome científico: Mikania glomerata

Origem: América do Sul

Posso plantar em casa? Sim, facilmente

Benefícios: uma das plantas medicinais no Brasil, é boa para distúrbios respiratórios, inflamações e anti-varizes

Onde encontrar e formas de consumo: O Guaco pode ser consumido através de chás ou através de xaropes vendidos em farmácias.

Indicações: para sintomas de asma, bronquite e tosse, além de inflamações em geral

Contraindicações: mulheres com alto fluxo de menstruação, grávidas, crianças e pacientes com doenças no fígado ou de coagulação


26- Guaraná

Guaraná

Nome científico: Paullinia cupana

Origem: América do Sul

Posso plantar em casa? Requer grandes áreas

Benefícios: atua no sistema nervoso central, dá energia e é bom para a pele

Onde encontrar e consumo recomendado: Saiba onde encontrar e como tomar o guaraná

Indicações: entre as plantas medicinais da Amazônia que combatem o envelhecimento precoce e evita alterações de humor (estresse, ansiedade e depressão)

Contraindicações: crianças, doentes cardíacos e pacientes hiperativos ou com síndrome do pânico


27- Jaborandi

Jaborandi

Nome científico: Pilocarpus jaborandi

Origem: América do Sul

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: entre as plantas medicinais indígenas mais conhecidas, é um poderoso expectorante e diurético

Indicações: contra a retenção de líquidos, tosses e usado também como hidrante

Contraindicações: gravidez ou pacientes com broncoespasmos


28- Louro

folha de louro

Nome científico: Laurus nobilis

Origem: Ásia e Europa

Posso plantar em casa? Dificilmente

Benefícios: melhora a digestão, é calmante, relaxante muscular e antisséptico

Indicações: alivia o estresse e dores musculares, além de combater distúrbios gastrointestinais

Contraindicações: não são conhecidas


29- Maca Peruana

maca peruana

Nome científico: Lepidium meyenii

Origem: Andes

Posso plantar em casa? Não

Benefícios: regula o sistema nervoso central, combate sintomas decorrentes da menstruação e da menopausa e é afrodisíaco

Onde comprar a maca peruana: Veja onde você pode comprar a maca peruana em suplemento concentrado e ter seus benefícios potencializados.

Indicações: favorece o apetite sexual, combate o estresse, melhora a memória, previne doenças neurodegenerativas e traz fertilidade

Contraindicações: gravidez e pacientes com enfermidades prostáticas

Cuidados com o consumo: pela falta de pesquisas, não se deve consumir em excesso


30- Malva

malva

Nome científico: Malva silvestris

Origem: Europa

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: bom para a saúde bucal, para doenças como úlcera gástrica e é hidratante natural

Indicações: para a pele e cabelos, higieniza a boca e alivia sintomas no local, bem como no estômago

Contraindicações: gravidez

Cuidados com o consumo: evite o consumo por longos períodos


31- Marapuama

Marapuama

Nome científico: Ptychopetalum olacoides

Origem: América do Sul

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: uma das plantas medicinais usadas pelos índios como estimulante sexual e para problemas neuromusculares

Indicações: afrodisíaco natural que também atua contra doenças neurológicas

Contraindicações: gravidez ou amamentação, crianças, idosos, pressão alta ou baixa, doenças cardiovasculares


32- Macela ou Marcela-do-campo

Macela ou Marcela-do-campo

Nome científico: Achyrocline satureioides

Origem: América do Sul

Posso plantar em casa? Sim, facilmente

Benefícios: esta, que é uma das plantas medicinais brasileiras, melhora a imunidade, é analgésica, anti-inflamatória, calmante e ajuda o sistema gastrointestinal

Indicações: contra diarreias, dores e infecções em geral

Contraindicações: gravidez, pacientes hipoglicêmicos e diabéticos


33- Moringa

Moringa

Nome científico: Moringa oleifera

Origem: Ásia

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: extremamente rica em uma grande diversidade de vitaminas e minerais, tem uma ampla ação contra doenças

Indicações: contra doenças respiratórias, hepáticas, renais, cardiovasculares, diabetes, anemia, dermatites, sintomas da menopausa e enfermidades oftalmológicas

Contraindicações: não são conhecidas

Cuidados com o consumo: em excesso, pode ser tóxica


34- Pata-de-vaca

Pata-de-vaca

Nome científico: Bauhinia forficata

Origem: América do Sul

Posso plantar em casa? Sim, facilmente

Benefícios: A pata-de-vaca é uma das plantas medicinais  indicada para diabetes, reduz a hiperglicemia e tem poder antioxidante

Indicações: contra a diabetes, reduz o envelhecimento precoce e favorece o fígado

Contraindicações: gravidez, crianças, hipoglicêmicos e no período pré-cirúrgico


35- Pimenta

pimenta

Nome científico: Piper nigrum

Origem: Ásia

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: possui a capsaicina, substância antioxidante que alivia dores, ajuda no emagrecimento e melhora a digestão

Onde encontrar e como consumir: A pimenta pode ser encontrada em super mercados e prepara de diversas formas, além ser um ótimo tempero.

Indicações: para quem deseja perder peso e previne o envelhecimento precoce

Contraindicações: gravidez, crianças, pacientes com doenças gastrointestinais como gastrite e úlcera

Cuidados com o consumo: causa hemorroidas quando em excesso


36- Pitanga

pitanga

Nome científico: Eugenia uniflora

Origem: América do Sul

Posso plantar em casa? Sim

Benefícios: rica em vitamina C, esta é uma das plantas medicinais que melhora a imunidade e pode prevenir alguns tipos de câncer

Onde encontrar e como consumir: A pitanga pode ser encontrada em mercados e feiras. Pode ser consumida ao natural, através de sucos ou doces.

Indicações: fortalece, acalma e alivia sintomas respiratórios

Contraindicações: não são conhecidos


37- Rhodiola Rosea

Rhodiola Rosea

Nome científico: Rhodiola Rosea

Origem: Locais de clima frio

Posso plantar em casa? Dificilmente

Benefícios: A Rhodiola Rosea (< Clique para ver como tomar) é muito boa para o sistema nervoso central, para o poder cognitivo e contra a fadiga

Indicações: contra cansaço, estresse e ansiedade

Contraindicações: gravidez, pacientes com doenças cardiovasculares, de pressão arterial, toma anticoagulantes, diabéticos ou antes de cirurgias


38- Rosa-mosqueta

 

Nome científico: Rosa canina

Origem: Europa

Posso plantar em casa? Dificilmente

Benefícios: A Rosa mosqueta (clique para ver como tomar) é uma rica fonte de vitamina C, de ácidos graxos insaturados (como ômega 3) e de colágeno

Indicações: fortalece a pele, a imunidade, atua contra queimaduras e previne o envelhecimento precoce e as estrias

Contraindicações: é uma das plantas medicinais a ser evitadas em pessoas com acne

Cuidados com o consumo: usar preferencialmente à noite


39- Stévia

stevia

Nome científico: Stevia Rebaudiana Bertoni

Origem: América do Sul

Posso plantar em casa? Sim, facilmente

Benefícios: A stévia (< clique para ver onde encontrar e como consumir) é adoçante natural, melhora a digestão, ajuda a cicatrização de feridas, fortalece os tecidos ósseos e dá energia

Indicações: para combater a fadiga, enfermidades como a osteoporose, a candidíase, azias e refluxo

Contraindicações: gravidez (consultar médico)

Cuidados com o consumo: consumir com cautela principalmente se for diabético


40- Valeriana

Valeriana

Nome científico: Valeriana Officinalis

Origem: Europa e Ásia

Posso plantar em casa? Dificilmente

Benefícios: melhora as ações do sistema nervoso central e do cérebro como um todo, além de ter efeito calmante

Indicações: contra a insônia, o estresse, a ansiedade

Contraindicações: gravidez, crianças pequenas, doenças cardiovasculares ou respiratórias graves

Cuidados com o consumo: em excesso, pode causar uma série de efeitos colaterais irreversíveis

Clique para conhecer

Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar