fbpx
Página Inicial » Saúde » Orégano – Para que serve, seus benefícios, se emagrece e contraindicações

Orégano – Para que serve, seus benefícios, se emagrece e contraindicações

O orégano não causa nenhum malefício quando consumido corretamente, e ainda proporciona vários benefícios para saúde e possui componentes que ajudam emagrecer.

Orégano

O orégano é algo muito comum na comida do brasileiro. Seja na sua forma desidratada sobre uma saborosa pizza ou em folhas frescas, essa especiaria é muito consumida. Há muitos benefícios que esta erva apresenta quando inserida em nossa dieta.

Tanto o orégano seco quanto as folhas frescas podem trazer benefícios. Agora se estivermos falando de uma dieta saudável e saborosa, opte pelas folhas frescas, sempre.

Descubra nesse artigo as maiores características dessa folha que pode fazer maravilhas pela saúde!

Origem do orégano

Antigamente se usava o orégano na criação de muitos compostos medicinais. Ao longo do tempo o uso dessa folha passou a se concentrar apenas na cozinha. Muito usada na culinária mediterrânea, essa especiaria passou a ser exportada para o mundo todo.  

Na culinária italiana, esse produto passou a ser muito utilizado como tempero. Sua forma desidratada sempre acompanha massas e molhos de tomates nas mais variadas cozinhas italianas.

O orégano possui propriedades antioxidantes pela presença de flavonoides e ácidos fenólicos.

Composição nutricional:

  • Vitaminas: A, C, K e complexo B;
  • Minerais: zinco, manganês, cobre, ferro, potássio e cálcio;
  • Ômega 3;
  • Óleos essenciais com propriedades anti-inflamatórias, antissépticas e antivirais;
  • Polifenóis: contribuem para a perda de peso.

Principais benefícios

Orégano emagrece!

Quando pensamos em orégano sempre pensamos em pratos muito calóricos, não é? Só que se engana quem pensa assim.

Por mais que seja muito usado em pratos como tempero, essa folha pode ajudar no processo de perda de peso, sim.

Esse benefício é devido a presença do carvacrol, um composto ativo que pode prevenir o ganho de peso. Através da modulação de genes esse composto pode diminuir as inflamações no tecido adiposo branco.

Houve uma pesquisa, feita com ratos de laboratório que provaram os poderes do composto. Os animais que não ingeririam à substância se tornaram obesos. Já os ratos que consumiram o carvacrol, tiveram uma significância no que se tratava de perda de peso.

Estes mesmos ratos que ingeriram ao carvacrol também tiveram resultados na diminuição de colesterol e outros fatores.

A quantidade de carvacrol a ser consumida depende de quanto é a dieta de caloria. Numa dieta de duas mil calorias, o recomendado de carvacrol no organismo é duas calorias.  Numa dieta de mil e quinhentas, o recomendado é 1,5 calorias. É sempre medido numa proporção de mil para um.

Leia também => Manjericão – Para que serve, seus benefícios, propriedades e como usar

Transformando isso para miligramas, o que se descobre é importante.  O sujeito que precisa de mil e quinhentas calorias, irá consumir 166 miligramas de carvacrol. Já o que consumir mais, algo como duas mil calorias, irá precisar de 222 miligramas.

Levando em conta que cápsula de cem miligramas de orégano possui 66 miligramas de carvacrol, será preciso 4 por dia.

É importante lembrar que não é apenas o óleo de orégano que emagrece. Há outras formas no mercado que podem ajudar nessa jornada.

A erva estimula produção de enzimas capazes de digerir carboidratos. Então consumi-la em qualquer formato pode ajudar sim na perda de peso.  Como em forma de óleo.

Como consumir o óleo

É importante se atentar a dose que irá tomar do produto para ajudar no emagrecimento. Um adulto deve ingerir duas gotas do óleo de orégano dissolvidas num copo d’água, cerca de duas vezes por dia. Uma criança deve ingerir cerca de metade da quantidade de um adulto. Ou seja, uma gota apenas dissolvida num copo d’água, também duas vezes por dia.

É importante lembrar que as outras formas da erva também podem ser muito saudáveis. Uma folha fresca da especiaria é rica em fibras e pode ajudar na saúde do intestino.

Orégano no combate à má digestão

Quando consumido na forma de óleo, essa erva pode ajudar na produção de bile pelo fígado. Como a bile auxilia na digestão de gorduras, isso pode ser uma ótima alternativa a pessoas com problemas de digestão. Além disso, também pode ajudar nas sensações ruins que sentimos no estômago após comer muito.

Para dores musculares

Ainda na forma de óleo é possível aliviar as dores musculares aplicando o produto sobre a pele. Misture o óleo de orégano com um pouco de azeite a aplique na área dolorida, isso reduzirá as dores do músculo.

Esse tipo de prática pode ser muito benéfica para quem faz muitas atividades físicas. Além de diminuir a dor, ela também ajuda na recuperação pós-treino.

Regulando a menstruação

Além de todos os outros benefícios o orégano pode também a ajudar na regulação da menstruação.

É recomendado que a mulher com cólica mastigue cerca de uma folha fresca de orégano por dia. Também é possível fazer um chá com essas folhas. Isso ajuda muito a regular seu processo de menstruação e acabar com as cólicas.

Lembre-se, tome o chá cerca de 3 vezes por dia, para um efeito mais contínuo e positivo.

Leia também => Salsa (salsinha) – Os seus principais benefícios, se ela ajuda emagrecer e propriedades

Para o coração

O orégano possui grandes propriedades que podem melhorar a saúde do coração. Por possuir uma boa quantidade de potássio em sua composição, ele regula os batimentos cardíacos e a pressão arterial. Isso tudo pode ser causado pelo grande consumo de sódio no organismo.

Além disso, os antioxidantes e o Ômega 3 podem ajudar a prevenir doenças no coração. Justamente por suas capacidades medicinais.

Prevenindo a gripe

Um bom benefício da erva é poder acrescentar grandes camadas de proteção ao sistema imunológico. Quando ingerida regularmente, o orégano pode fazer maravilhas para doenças como resfriado e gripes.

Basta ingerir uma quantidade razoável de óleo de orégano para poder combater a essas doenças.

Controle de ataques de asma

Além dos mais variados tipos de benefícios, um grande poder da erva é com os pulmões. A erva, com o carvacrol e os flavonoides pode atuar como agente que purifica os pulmões.

Esse tipo de benefício pode ajudar em ataques de asma entre outras coisas.

Para ingerir esse produto para tratar desse tipo de coisa, basta:

Fazer um suco com as folhas frescas e tomar esporadicamente para aliviar o ataque.

Este suco irá fazer com o que os pulmões sejam purificados e que o ataque de asma cesse. É importante não ingerir uma grande quantidade do suco. Tente consumir apenas um gole por hora até minimizar a crise asmática.

Contraindicações e efeitos colaterais

É importante se consultar com um médico antes de começar a utilizar o óleo de orégano regularmente. Pois você pode ser alérgico a alguma coisa em sua composição e desconfortos como vômitos e irritações na pele podem ocorrer.

Após uma consulta direta com um médico especializado, será contatado se o paciente não irá apresentar nenhuma reação. Caso não seja alérgico a algum composto e seu organismo aceite a erva, você poderá consumir sem problemas.

Um dos poucos efeitos colaterais é uma possível baixa na capacidade de absorção de ferro. Por isso, tente não exagerar na dose de orégano que for ingerir.

Leia também => Chá de Alecrim – Para que serve, benefícios, propriedades, contraindicações e como fazer

Outro problema que pode ocorrer é a diarreia, então, certifique-se se seu estômago aceita a substância. É importante também conferir o local de compra do orégano por causa da higiene.

Opte sempre por ingerir as folhas frescas ao invés do orégano desidratado. O óleo também é uma ótima opção, ainda mais se seu foco é emagrecer.

O que você achou desse artigo?  Descobriu coisas que não imaginava? Conta aí para gente nos comentários!

Orégano – Para que serve, seus benefícios, se emagrece e contraindicações
5 (100%) 1 vote

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de