Página Inicial » Estética » Óleo de Argan – Para que serve, benefícios e como usar

Óleo de Argan – Para que serve, benefícios e como usar

Rico em vitamina E, o óleo de argan e muito utilizado para o tratamento do cabelo através de shampoos e condicionadores e também na hidratação da pele.

Óleo de Argan - Como usar

Óleo de argan se resume extrato com retirada de nozes da planta Argania spinosa, de presença somente no Marrocos. E, há séculos marroquinos já utilizam tal óleo para tratar cabelos, utilização que teve descoberta de forma recente pelo restante do planeta. Como tal planta não é percebida em mais locais, o óleo se caracteriza de modo extremo de raridade.  

O óleo tem produção de modo manual, inicialmente com retirada da polpa de nozes e as mesmas ficam expostas no sol para secar, e então são usadas pedras para abertura de nozes secas, e assim as sementes podem ter remoção, na seqüência, são de modo leve tostadas e o óleo é extraído.

Óleo de Argan para os cabelos

O óleo de argan possui ação de regenerar totalmente os fios. O mesmo gera sedosidade, brilho, maleabilidade, e maciez, compondo película para proteção sob o cabelo. Desta maneira, o óleo de argan faz garantia de hidratação completa e fios com aparência de forma extrema com saúde.

Em relação ao uso em salões, o óleo de argan pode ser usado em coloração. E certas gotinhas em tintura anteriormente à aplicação nos fios reduzem qualquer espécie de agressão da química.

Para utilizar o óleo de argan de forma caseira, é indicado fazer lavagem e condicionamento normal dos fios. Aplicar em fios úmidos e aguardar secagem de modo natural. O mesmo ainda pode ser acrescentado para máscara de tratamento, já que vai potencializar ação do item e também atua como protetor térmico anteriormente à escovação e chapinha.

Mais uma maneira é aplicar o mesmo como finalizador para conferir brilho e controle do frizz. O argan tem disponibilidade, além do óleo, como condicionadores, máscaras e xampus. Assim, a preferência deve ser dada em utilizar itens em grupo para que o efeito seja da maior eficiência.

O óleo de argan tem extração do fruto que brota em árvore de mesma denominação, argan spinosa. A árvore apenas é presente em deserto do Marrocos, com possibilidade de vivência de até 200 anos.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

De acordo com pesquisas, é preciso quantidade de 100 kg de sementes para que se consiga somente 1 litro do produto. Desta forma, o óleo de argan possui custo bastante alto, já que o mesmo é considerado como ouro líquido da área.

Sobre a dúvida de quais tipos de fios podem utilizar o óleo de argan, o mesmo pode ser usado em todos os tipos, pois se resume rico nos ácidos graxos e vitamina E, gerando alto poder de hidratação para cabelos.

Usos e benefícios do Óleo de Argan

Este óleo já é popular por tornar fios mais lindos e sedosos. No entanto, o que várias pessoas desconhecem é que o mesmo ainda pode ser aplicado em pele para recuperação do brilho ausente pelo verão. O óleo é poderoso, e em combinação com mais produtos torna a pele e fios revitalizados.

– Utilizar em Casa.
Já há possibilidade de realizar tratamento caseiro, sem necessidade de muito gasto. Nas lojas especializadas para cosméticos, argan é de forma fácil disponível. Há vários produtos comercializados que apresentam óleo de argan.

– Benefícios Percebidos.
Os agentes externos, sendo exemplo água do mar e sol, podem gerar danos para fios e pele. O óleo de argan atua protegendo os fios em relação aos danos gerados pelos agentes externos, hidratando e fortalecendo fibra capilar. A máscara de ouro marroquino com óleo de argan se caracteriza avanço para verão.

A máscara se apresenta rica na vitamina E, ácido hialurônico, ômega 6, e vai tonificar a cútis e ainda recuperar viço perdido no decorrer de anos por exagero da bebida, cigarro e sol. É incrível para recuperação da luminosidade da pele perdida em verão.

– Óleos Semelhantes.
Óleo de argan pode ter substituído por óleo de pracaxi, ou 
óleo de coco. O óleo de coco pode ser boa alternativa, por se resumir rico na vitamina E e ácidos graxos. O mesmo atua fortalecendo e hidratando de forma profunda o cabelo.

E o óleo de pracaxi possui alto poder cicatrizante e ainda ajuda em hidratar cabelo, já que vai condicionar e selar cutículas, gerando brilho de intensidade. É importante lembrar que óleos podem ser utilizados em qualquer tipo de fios e pele.

– Ressecamento da Pele.
Após usufruir da praia, verão intenso, piscina, é momento de cuidado e hidratação. No verão, a pele se apresenta em enorme exposição para sol. Tal calor em excesso faz com que ocorra enorme perda da água, com fios e pele mais ressecados. E tal condição diminui não somente a luminosidade da pele, como ainda induz ao aspecto craquelado.

Mais benefícios oferecidos pelo Óleo de Argan

O óleo de argan comestível é obtido de uma espécie de semente diferente em relação à do óleo de utilização cosmética, assim é essencial que ao adquirir o mesmo seja destacada a utilidade conferida.

Um dos iniciais benefícios do óleo de argan se caracteriza o próprio alto teor em vitamina E, em torno de 3 vezes superior do que apresentam azeites, sendo exemplo o de oliva, o que o transforma em grande ingrediente para culinária.

A vitamina E encontrada no óleo de argan auxilia para prevenção de oxidação e envelhecimento das células por causa da concentração dos antioxidantes. O óleo de argan pode atingir até em torno de 35% do conteúdo do ácido linoléico, ácido gordo essencial ao organismo que não pode ter produção pelo corpo, assim é dever obter o mesmo por meio de alimentação.

Por causa da relevante porcentagem com que dispõe, o óleo de argan se caracteriza ótimo aliado para diminuir colesterol encontrado no organismo e contribuir para prevenir enfermidades cardiovasculares.

E o óleo de argan traz benefícios para digestão, com aumento da quantidade de pepsina em suco gástrico, enzima digestiva que auxilia no processamento de modo favorável de alimentos.

Por causa do próprio conteúdo em vitamina E e antioxidantes, este óleo tem recomendação para acabar com cicatrizes, regeneração da pele e combate contra eczemas e alergias. E se caracteriza grande antiinflamatório e analgésico com funcionamento eficaz aos indivíduos que sofrem de dores em articulações.

Cuidados anteriormente ao uso do Óleo de Argan

Por se resumir óleo bastante raro, é necessário ter cautela para não se enganar no momento de adquirir. O óleo necessita ter certificação, para que não exista risco de o mesmo se encontrar diluído em mais óleos ou, do mesmo ter sofrido processo inadequado de maturação ou refinamento, sem garantia que todos os fitonutrientes do óleo se encontrarão em presença em tal produto.

Cuidados após uso do Óleo de Argan

De modo geral, é importante evitar exposição em excesso do cabelo para sol, evitar também umidade, não utilizar produtos que retirem brilho do cabelo, sendo exemplo spray, mousse, já que depois do tratamento que apresenta óleo de argan, o cabelo permanece com visual sedoso e brilhoso.

Na situação de ter utilizado o óleo puro no cabelo, a recomendação é não utilizar chapinha ou secador, já que isto pode fritar os fios e gerar danos aos mesmos. Apenas usar para proteção do cabelo se tiver mistura em determinado creme finalizador. E somente após chapinha ou secador, é possível fazer aplicação do óleo puro, para reparação de danos gerados no cabelo.

O óleo de argan não se resume perigoso à pele, é somente essencial a continuação com proteção solar todos os dias de modo normal, e lavagem diária do rosto usando sabonete adequado para que não haja obstrução de poros da pele.

Leia também: Óleo de Rícino – Para que serve, benefícios e onde comprar

Contraindicações

O óleo puro no cabelo deve ser evitado por indivíduos que apresentem cabelos bastante oleosos, já que isto pode fazer com que os fios fiquem pesados e com visual de maior oleosidade, e menor volume.

Nesta situação, a recomendação é usar o mesmo em combinação, com condicionadores, xampus, ou máscaras, somente algumas pequenas gotas, em quantidade escassa.

Os indivíduos que apresentam pele bastante oleosa devem ter atenção com utilização de enorme quantidade do óleo de argan. Há estudo que indica que possui efeito diminuidor da oleosidade, porém é dever ter atenção com utilização pura em enormes quantidades nas peles acnéicas ou oleosas, já que no excesso o mesmo pode gerar obstrução dos poros.

Há alguns indivíduos que consideram que o óleo de argan pode ser responsável por coloração de fios loiros ou bastante claros. Na realidade, somente o calor e produtos com coloração podem possuir tal efeito no cabelo. Já que o óleo de argan puro se caracteriza incolor, não existe tal risco. No entanto, é importante ter cuidado com produtos de maior coloração.

Leia também

Óleo de Rícino – Para que serve, benefícios e onde comprar

Estudos recentes tem mostrado que o óleo de rícino (ou óleo de mamona) pode auxilar …

Carboxiterapia – prós e contras

Tudo sobre a Carboxiterapia: o que é, seus benefícios, prós e contraindicações, o que os …

  1. Fantástico o artigo!

    O óleo de argan se tornou popular mesmo quando o New York Times o chamou “ouro líquido” em uma de suas reportagens dada aos inúmeros benefícios que nos traz.

    Entretanto pouca gente conhece esta maravilha que a natureza nos dá.

    Eu escrevi um texto sobre ele no meu site e agradeço se puder ler e me dizer o que achou.

    Parabéns novamente e continue o ótimo trabalho.

  2. Achei incrível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!