Pesquisar

Não gosto de treinar, o que fazer? Veja 7 Dicas!

É muito comum encontrarmos pessoas que não gostam de praticar atividades físicas. Neste caso, é importante lançar mão de estratégias para que a prática se torne um hábito. Veja mais neste artigo!

não gosto de treinar dicas motivação


PUBLICIDADE

Para muitas pessoas, sair de casa para praticar exercícios, é um suplício. Neste caso, é muito comum vermos pessoas que tem este perfil e que não conseguem manter o hábito.

São aquelas pessoas que começam e logo param. Ou seja, que nunca chegam a ter os reais benefícios da prática de exercícios em suas vidas.

Não gostar de treinar não é algo incomum. Porém, se este é o seu caso, você deve buscar novas estratégias para tornar o exercício um hábito.

Para isso, é importante usar estratégias de coaching e de psicologia, para fins de criar um ambiente de transformação.

Não gosto de treinar, mas por que?

Analise comigo: não há razões biológicas para nos exercitarmos. Nosso corpo se desenvolveu, através de milhões de anos, para um objetivo principal: manter-se vivo. Isso envolve principalmente, a economia de energia.

Só que nosso corpo desenvolve tais estratégias por milhões de anos, sem contar que nos últimos séculos, o ambiente se tornou mais controlado, com mais oferta de alimentos e menos perigos naturais.

Neste sentido, é muito importante entender que seu cérebro, em primeiro momento, sempre buscará “sabotar” seu treino. Então não se culpe. Busque estratégias.

Eu odeio treinar, o que fazer?

Primeiramente, você precisa se conscientizar do seguinte: nem sempre fará só o que gosta.

Se você busca treinar para sua qualidade de vida, sem esperar grandes resultados estéticos, poderá treinar 3 vezes por semana. Serão 3 horas em uma semana, que tem 168 horas.

Ou seja, é um valor mínimo, ínfimo e que não há desculpas para não se fazer.

Além disso, você pode focar mais no benefício, buscar dentro dos exercícios físicos situações que te agradem.

Por exemplo, foque no benefício do exercício, todas as vezes que sentir preguiça de ir treinar.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Além disso, nos primeiros 2 meses, faça de tudo para não faltar e para ter uma rotina.

Por exemplo, imagine que você treinar 3 vezes na semana. Crie um hábito de treinar sempre no mesmo horário e nos mesmos dias, para desenvolver estratégias de criação de hábitos.

Para te ajudar, selecionamos 7 dicas poderosas para criar o hábito de treinar, mesmo não gostando de se exercitar.

7 dicas para acabar com a preguiça de ir treinar

1- Estabeleça metas reais

Imagine o seguinte: você, quando prestou vestibular, gostava de estudar? Provável que não. O que você via era um benefício muito maior, no futuro e principalmente, tinha uma meta a ser atingida. Com o exercício é a mesma coisa.

Mas tenha metas reais. Não seja muito radical, principalmente no início do processo.

Por exemplo, trace uma meta de realizar 12 treinos em um mês. Estipule uma meta realista, com base em suas necessidades.

Outra meta interessante pode ser de peso, quando o foco é emagrecer. Mas novamente irei frisar: metas reais. Não alcançar uma meta pode ser a razão que vai te fazer desistir.

Veja também:
Motivação: ‘’força, foco e fé’’ pode ajudar na pratica de exercícios?

2- Encontre coisas que você gosta em determinadas modalidades

Eu sempre defendo a utilização de treinamentos resistidos. Porém, sei que para muitas pessoas, este tipo de treino não é o mais agradável.

Neste caso, o mais importante é achar algo que te gere algum prazer. Não espere algo que te de extrema vontade ou prazer, mas algo que não seja totalmente fora de sua realidade.

3- Crie recompensas para as metas batidas

Imagine o seguinte: você gosta de uma série ou canal de vídeo. Crie uma meta que só assistirá determinado vídeo ou mais um episódio se for treinar. Se não for, não assistirá.

Isso fará com que seu cérebro estabeleça uma recompensa para o ato de se exercitar. Em alguns meses, isso fará com que você tenha um hábito.

Leia também:

Como ter prazer em treinar? 5 dicas indispensáveis!

4 dicas para evitar as sabotagens de seu cérebro e manter o foco nos treinos

Não quer fracassar em seus objetivos? Então não cometa esses erros!

4- Se possível, treine pela manhã

Se você não gosta de treinar, faça isso o quanto antes. Se sua rotina permitir, treine pela manhã, logo após acordar. Isso fará com que você tenha menos possibilidades de procrastinar ou achar desculpas.

Naturalmente, para algumas pessoas isso é inviável. Porém, para outras, é a única forma de criar um hábito, sem chances de procrastinar.

Veja também:
Treinar no inverno: 6 dicas para não deixar o frio vencer essa batalha!

5- Crie hábitos prazerosos para treinar

Se você não gosta de treinar, busque “enganar” seu cérebro com outras estratégias, para gerar prazer.

Por exemplo, ouça uma playlist que você gosta, um podcast ou audiolivro durante o treino. Ou então, treine em silencio, em introspecção. O mais importante é ter prazer. Isso vai fazer com que seu cérebro não considere o exercício como algo tão “ruim”.

6- Dias e horários marcados

Crie hábitos de treinar, pelo menos nos 3 primeiros meses, em horários e dias marcados.

Por exemplo, treine sempre na segunda, terça e quinta às 19 horas. Isso fará com que naqueles dias, você prepare seu cérebro para o ato de treinar. Isso ajuda e muito na criação de hábitos.

Veja também:
7 atitudes para vencer a preguiça na hora de treinar

7- Tenha um incentivador (cobrador)

Nada melhor para desenvolver um hábito, do que alguém te cobrando.

Por exemplo, crie um compromisso com pessoas da sua família ou do seu trabalho de que você fará 15 treinos em um mês.

Crie uma “multa” caso não consiga. Ou então, tenha uma pessoa para treinar junto com você. Isso também ajudará a criar o hábito.

Não gostar de treinar não é desculpa. Você provavelmente não gosta de fazer um monte de coisas que faz no dia a dia.

Você precisa parar de se vitimizar e partir para a ação. Vai lá e treina! Sempre conte com a ajuda de bons profissionais.

Bons treinos!    

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. CREF: 22643-G/SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *