Página Inicial » Saúde » Musculação na preparação para cirurgias

Musculação na preparação para cirurgias

A musculação é muito mais do que apenas uma prática que visa a estética. Cada vez mais ela está atrelada a saúde. Veja neste artigo mais sobre a musculação na preparação para cirurgias.

Musculação na preparação para cirurgias

Recentemente tive a oportunidade de fazer algo diferente do que eu estava habituado. Uma pessoa me procurou para ajudá-la na preparação para uma cirurgia bariátrica. Confesso que essa foi uma experiência muito enriquecedora e que me fez criar interesse no assunto. Com isso, percebi que a musculação pode ser de grande valia na melhora das condições funcionais que serão necessárias em uma grande parte das cirurgias, para que estas corram bem. Hoje vemos muitos médicos indicando a prática de musculação algumas semanas antes de certas cirurgias, para que seja possível minimizar os riscos.

No caso específico dessa cirurgia bariátrica, não usamos apenas a musculação, mas também um treino aeróbico, para melhorar a circulação, além de toda a função pulmonar e cardíaca. Como complemento, 5 dias antes da cirurgia foram realizadas sessões de fisioterapia respiratória. O resultado? Uma cirurgia muito mais tranquila e com riscos reduzidos, pela condição orgânica da paciente.

Leia também: A influência da musculação em pacientes pós-cirurgia bariátrica

Mas quais as aplicações da musculação na preparação para cirurgias?

Musculação na preparação para cirurgias, como usá-la da maneira correta?

Em qualquer situação, a musculação precisa ser pensada e aplicada de acordo com as necessidades individuais de cada pessoa. No caso da sua utilização para a preparação de cirurgias, isso é ainda mais importante. Já sabemos que a musculação tem um forte efeito sobre todos o sistema circulatório, favorecendo a vascularização muscular e melhorando os níveis de pressão arterial. Desta maneira, só por este motivo, ela já se mostra eficiente para qualquer tipo de cirurgia.

Além disso, se ela for feita da maneira adequada, a função pulmonar também é melhorada consideravelmente, melhorando as trocas gasosas e a função alveolar. Mas para isso, os treinos têm que ser específicos e principalmente, planejados de maneira correta.

Como cada tipo de cirurgia é bastante específica, não vou dar fórmulas ou “dicas”.  É fundamental que você tenha o acompanhamento de uma pessoa capacitada para essa preparação.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Quanto a melhora da função cardíaca, pulmonar e circulatória, que são a base de qualquer preparação, geralmente usamos treinos mais generalistas, que envolvam grandes músculos em movimentos multiarticulares.

No caso específico da aluna que fez cirurgia bariátrica, usei estímulos metabólicos, com intervalos de recuperação entre as séries mais curtos e cargas mais leves. Não que isso seja regra, mas neste caso, era o mais adequado.

Além disso, na grande maioria dos casos, o treinamento aeróbico é usado como complemento a musculação, para a melhora das condições já citadas.

Musculação na preparação para cirurgias, aspectos práticos

O primeiro ponto a ser levantado aqui é o tempo para que temos para esta preparação. No caso da minha aluna, tivemos 2 meses. Porém, nem sempre é possível ter tanto tempo. Em casos onde a cirurgia é muito próxima, a fisioterapia pode ser a opção mais adequada.

Mas se há a possibilidade de um planejamento de pelo menos 4 semanas, é possível conseguir melhoras substanciais.

Leia também: Musculação aplicada ao tratamento e prevenção de doenças

Além disso, a dieta também precisa estar adequada. Muitas pessoas que se submetem a cirurgia bariátrica, por exemplo, têm problemas crônicos em perder peso e por isso, esta é a opção mais plausível. Nestes casos, tanto dieta, como treino, precisam estar direcionados para a melhora das condições que serão exigidas durante a cirurgia.

Algumas cirurgias de ordem cardíaca ou circulatória, também podem ter na musculação uma boa fonte de preparação. Cirurgias menos complexas, como as ortopédicas também podem ter na musculação uma preparação eficiente.

Mas é importante salientar que isso tudo depende da aceitação e indicação do médico. Ele é que vai poder definir se a musculação é ou não, necessária. Jamais faça tal preparação sem o aval dele. Bons treinos!

Sobre Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte.

Leia também

Triptofano: Saiba para que serve, seus benefícios e efeitos colaterais

Além de melhorar a qualidade do sono o triptofano ajuda a reduzir o estresse e …

Leite de Magnésia faz bem para pele? ajuda emagrecer? Veja todos os seus benefícios!

O leite de magnésia ou hidróxido de magnésio é indicado principalmente para tratar da prisão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!