fbpx
Pesquisar

Ginseng: Para que Serve, 11 Benefícios e Como Tomar

O ginseng é uma planta do gênero panax. Relacionado a ela, estão algumas formas de uso cuja eficácia promete melhorar a saúde de quem ingere.

Este conhecimento vem dos povos orientais, como os chineses e coreanos, sobretudo.

Neste artigo, iremos explorar tudo a respeito do ginseng. Desde os seus benefícios, de modo holístico, até as suas contraindicações e possíveis efeitos colaterais.

Cada vez há mais estudos a respeito desta planta, de modo que o conhecimento sempre se renova.

O que é Ginseng?

ginseng benefícios para que serve

O ginseng é uma planta cuja origem é da península coreana. De lá, acabou se espalhando para outros povos orientais, como a China.

Em território chinês, passou a ser utilizado na medicina milenar daquele país, com a crença de benefícios gerais para a saúde.

Sendo assim, o ginseng é utilizado pelos povos orientais há mais de 4500 anos, segundo os registros mais confiáveis.

Por conseguinte, é um conhecimento que transcende o científico por sua tradição e tem chamado cada vez mais a atenção de pesquisadores.

Para que serve

O ginseng é conhecido por seu renovador poder de combater a fadiga e por sua atuação no combate e prevenção de algumas doenças.

Ele pode ser utilizado mesmo que não haja a manifestação de algum sintoma, somente como forma de prevenção.

Isto porque o ginseng possui diversos propósitos em sua utilização.

Em suma, a finalidade é proporcionar o bem-estar de quem faz a ingestão do alimento, regulando o sono, aumentando as capacidades física e intelectual, combatendo doenças e servindo até como afrodisíaco.

Tipos de Ginseng

Embora a principal planta seja esta coreana, ainda existem variantes brasileira, peruana (a maca) e indiana (a ashwagandha). Estes são conhecidos como os quatro principais tipos de ginseng.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Leia também:

Panax Ginseng: 4 Benefícios, Se Emagrece e Contraindicações

Ginseng Siberiano – Para que Serve, 15 Benefícios e Efeitos Colaterais

De modo geral, porém, todas são utilizadas com os mesmos propósitos descritos na seção anterior.

Para quem quiser turbinar os efeitos do ginseng, pode combinar os três numa só fórmula.

Composição

O ginseng é tão potente em virtude do que o compõe. São diversos nutrientes, divididos sobretudo entre os sais minerais e as vitaminas. Veja o que está presente nele:

  • Alumínio;
  • Arsênio;
  • Cálcio;
  • Cobalto;
  • Cobre;
  • Ferro;
  • Fósforo;
  • Ginsenosídeos;
  • Magnésio;
  • Manganês;
  • Potássio;
  • Selênio;
  • Silício;
  • Thriterpenoides;
  • Vitamina C;
  • Vitamina E;
  • Vitaminas do complexo B;
  • Zinco.

11 benefícios do Ginseng Coreano

Em função da composição rica em nutrientes, podemos elencar uma série de benefícios relacionados à planta. Eles totalizam em 11:

1. Regula o sistema gastrointestinal

O ginseng atua na regulação do sistema gastrointestinal. Por conseguinte, ele é capaz de interromper as diarreias e também evitar a constipação, fazendo com que o fluxo do trânsito intestinal seja normalizado.

2. Evita a pressão alta

Com atuação no sistema cardiovascular, faz com que o fluxo nos vasos sanguíneos não seja atrapalhado. Deste modo, auxilia no controle da pressão.

3. Melhora o sono

Dormir bem é fundamental para o corpo. O ginseng proporciona uma noite de maior qualidade, graças a suas substâncias.

4. Bom para diabéticos

O ginseng atua no controle dos níveis de glicose (açúcar no sangue), impactando também na insulina. Em outras palavras, ajuda no controle da diabetes.

5. Combate a impotência sexual

Por ser um afrodisíaco natural, estimula a produção de hormônios ligados ao sexo. Por isso, combate a impotência sexual.

6. Evita o envelhecimento precoce

As propriedades antioxidantes do ginseng atuam ao evitar os radicais livres. Assim, evita igualmente o aparecimento de rugas e manchas na pele.

7. Reduz dores e fadiga

A capacidade anti-inflamatória e de atuação no sistema nervoso garante que o ginseng reduza dores físicas e a fadiga.

8. Dá energia

Seu potencial de acabar com a fadiga fornece também um estímulo à produção de energia no corpo. Tanto física quanto mentalmente.

9. Controla o colesterol

Com o consumo deste produto, os níveis de colesterol são regularizados. Há um estímulo ao aumento do colesterol bom (HDL) e redução do ruim (LDL).

10. Anti-ressaca

Quem está com efeito de ressaca pode tomar um bom chá de ginseng ou em cápsulas. Ele diminui os sintomas incômodos.

11. Combate úlceras

As úlceras são lesões que se formam nas paredes do estômago, do esôfago ou do duodeno. Esta planta possui substâncias que protegem estas regiões, evitando o problema ou ajudando no tratamento.

Ginseng emagrece?

De fato, podemos dizer que o ginseng é capaz de auxiliar quem deseja perder peso. Ainda que esse efeito não seja direto (ou seja, não é a simples ingestão do produto que faz emagrecer), isto pode ocorrer.

O motivo é bastante esclarecedor. Uma vez que os níveis de ansiedade e estresse caem com o consumo do ginseng, muitas pessoas deixam de consumir alimentos de modo desordenado. Isto em função da razão de que é comprovado cientificamente que a ansiedade e o estresse levam a comer em excesso.

Indicações

O ginseng é indicado para as pessoas que possuem algum sintoma que é combatido pela doença. Aqueles relacionados ao sistema nervoso, como ansiedade ou má qualidade de sono, são exemplos, mas não só eles.

Vale a pena salientar, porém, que o ginseng pode ser consumido por todos, independente de haver ou não a manifestação de sintomas. Ele pode ser utilizado de maneira preventiva, evitando o surgimento destes problemas.

Efeitos colaterais

Embora seja algo completamente natural, ao ginseng estão relacionados alguns efeitos colaterais. No caso do aparecimento de algum deles, o mais indicado é suspender o seu consumo e procurar um médico.

Entre os principais efeitos colaterais estão alguns relacionados à região gastrointestinal. Podem ocorrer vômitos, enjoos, dores estomacais e diarreia. Outros se relacionam à produção hormonal, como a ginecomastia, a galactorreia, as dores nos seios. Por fim, pode haver insônia, inflamação em nervos, aumento da pressão e dor de cabeça.

Contraindicações do Ginseng

Esta planta é contraindicada em alguns casos já determinados em estudo. Contudo, o ginseng ainda está sob muitos estudos. Deste modo, é contraindicado como também de modo preventivo às grávidas ou mães que estejam amamentando. Não utilize o ginseng nestes casos:

  • problemas coronários; 
  • Asma;
  • Infecções;
  • Hipersensibilidade à substância;
  • Hemorragia;
  • Insônia;
  • Hiperestrogenia.

Leia também:

Gerovital: Saiba para que serve, como tomar e se engorda

Como tomar

O ginseng é comercializado normalmente na forma de comprimidos e cápsulas, os quais devem ser manipulados sozinhos ou com outras substâncias.

Também pode ser encontrado o ginseng em pó em casa de produtos naturais sendo vendido a granel ou embalagens fechadas.

Desta forma, a dosagem depende de cada receita médica ou de nutricionista que cada um utiliza.

De modo geral, o tratamento leva entre 1 e 3 meses. A utilização de um comprimido pela manhã e outro com a principal alimentação é o mais indicado, ou então sob recomendação médica.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *