fbpx
Pesquisar

Ginecomastia: o que é, causas, sintomas e tratamentos

Um distúrbio que acontece em pessoas do sexo masculino é a chamada ginecomastia

Ela nada mais é, em resumo, do que o crescimento anormal das mamas. Isso pode acontecer por diferentes motivos.

Acontece mais na puberdade e tem diferentes formas de tratamento. Felizmente, é algo que tem cura.

Seu grande malefício acaba sendo na forma com que as pessoas se veem – ou seja, é psicológico.

Para saber mais sobre a ginecomastia, leia até o final, em exposição detalhada.

Ginecomastia

O que é?

Como dissemos, portanto, este distúrbio faz com que as mamas cresçam em homens.

Também já afirmamos o período em que é mais comum acontecer: na puberdade. Mas como isso acontece?

Na verdade, basicamente o que ocorre é um excesso de tecido na região, que ocasiona no seu crescimento.

O fato de acontecer na adolescência é, sobretudo, por fatores hormonais, embora possa estar relacionado a outras causas.

Causas da Ginecomastia

Vários fatores podem dar início à ginecomastia. Se julgar ser necessário ir ao médico para tratar, não se esqueça de ter em mente quais dessas causas pode ter acontecido.

Certamente o profissional irá fazer perguntas à respeito da sua vida e da sua saúde, além do um exame clínico feito na hora, é claro.

Até por isso, podem ser necessários alguns exames, para afastar outras doenças que possam estar relacionadas.

Veja quais são os principais causadores da ginecomastia:

  • Alterações hormonais
  • Doenças no fígado
  • Tuberculose
  • Derrame pleural
  • Hipotireoidismo e hipertireoidismo
  • Tumores
  • Uso de drogas
  • Esteroides Anabolizantes
  • Medicamentos
  • Excesso de peso
O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Logo se vê que é uma lista extensa, composta por diversas motivações potenciais.

Leia também:

Tribulus Terrestris – Para que serve, se funciona, 5 benefícios e como tomar

Somente entre os medicamentos que podem causar o problema, poderíamos elencar vários. Apenas um médico especializado poderá orientá-lo a respeito.

Saber a causa do problema permite também agir na raiz dele. Se é um medicamento que está causando, é possível que o médico reavalie a sua necessidade e busque outro.

Se for uma doença relacionada, como um tumor, é sempre bom ir a fundo para descobrir logo.

Usuários de esroides anabolizantes

Muitos dos usuários de AE’s com o intuito de evitarem a aromatização acabam colocando ao final dos ciclos de anabolizantes,  o medicamente Citrato de Tamoxifeno (nome comercial Nolvadex), por ser um antagonista de estrógenos trabalhando no bloqueio dos receptores de estrógenos.

O Tamoxifeno é usado principalmente no tratamento de câncer de mama em mulheres.

Em um estudo de Braunstein (2007) foram estudados os efeitos do Tamoxifeno na diminuição de quadros de ginecomastia.

Foram ministradas 20/mg ao dia, durante 3 meses e foi possível verificar uma melhora substancial do quadro, mas não o seu total desaparecimento.

Sintomas

A ginecomastia é uma doença que normalmente acaba sendo vista pela própria pessoa, que nota a alteração no seu corpo.

Depois disso, vai ao médico para confirmar o diagnóstico e começar o tratamento.

No entanto, além do sintoma mais fácil de saber, que é olhar no espelho e ver as mamas aumentadas, existem outros.

Eles são indicativos da doença:

  • Coceira nas mamas
  • Dores nas mamas
  • Sensibilidade nas mamas
  • Acúmulo de gordura nas mamas
  • Nódulos nas mamas
  • Secreção mamilar
  • Excesso de peso

Como pode ser visto, praticamente todos os sintomas, exceto o último, estão restritos à região das mamas.

É claro que o paciente não necessariamente terá todos ao mesmo tempo. É possível, e até provável, que não apareçam todos simultaneamente.

Qual especialista pode diagnosticar e tratar?

Para ter o diagnóstico e ser orientado para tratamento, os médicos especializados em ginecomastia são o endocrinologista e mastologista.

Caso seja necessário intervenção cirúrgica, eles irão encaminhar para o cirurgião plástico.

Tipos de Tratamento

Tratamento Ginecomastia

Como você pode observar, são várias as causas da ginecomastia.

Podemos dizer, de forma geral, que elas se restringem a alguns grupos, como doenças, alterações hormonais e tudo que provoca isso (o uso de anabolizantes ou alguns medicamentos, por exemplo) e o excesso de peso.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Além disso, existem três tipos de ginecomastia. Eles são definidos em grau 1, grau 2 e grau 3, com diferentes implicações e características.

Apenas um médico saberá fazer essa classificação exata.

É importante ressaltarmos essas informações por um motivo básico: o tratamento muda conforme a causa e conforme o grau.

Digamos que você esteja fazendo uso de uma substância que esteja gerando isso.

Se for algo como um anabolizante ou uma droga, um passo inicial será cortar esta propriedade. Em seguida, devem vir outros tipos de tratamento.

Além disso, dependendo de como estiver a situação, o médico poderá optar por remédios ou até mesmo por uma cirurgia. Esse procedimento deverá ser feito por um cirurgião plástico.

Cirurgia para remover a Ginecomastia

Uma espécie de lipoaspiração para efetuar a retirada de gordura do peito serve nos casos de ginecomastia.

Ela é, nos dias de hoje, uma das cirurgias plásticas mais feitas por homens.

De acordo com a Sociedade Americana de Cirurgia Plástica e Estética (ASAPS), os procedimentos cirúrgicos estéticos entre homens têm crescido sobremaneira nas últimas décadas.

Não somente naquele país, como no Brasil também. Nossa nação, aliás, é uma das que mais realiza este tipo de procedimento no mundo. Segundo a ASAPS, a ginecomastia é o procedimento mais realizado entre homens.

A ginecomastia é sucesso não somente entre pessoas comuns, como também entre celebridades.

Segundo acredita-se, Dwayne “The Rock” Johnson, é um dos famosos atores de Hollywood que passou pelo procedimento.

O procedimento é feito de modo similar ao da lipoaspiração. A finalidade é retirar o acúmulo de gordura da região.

De acordo com a ASAPS, via de regra, o método utilizado é o de uma incisão no formato de um U, podendo ser também alternativamente a técnica da âncora. O primeiro caso é melhor, uma vez que deixa uma cicatriz menos visível.

Remédios mais indicados para Ginecomastia?

Antes de tudo, salientamos que os remédios só devem ser tomados sob orientação médica.

Até porque, como dissemos, são diferentes as causas, os tipos e, consequentemente, os tratamentos adotados.

No entanto, para os casos de distúrbios hormonais, que se demonstram frequentes, um dos principais medicamentos o qual se faz uso é o Tamoxifeno.

Ele atua bloqueando os efeitos do estrogênio (hormônio feminino) e, assim, pode acabar com o problema.

O que fica patente da ginecomastia, portanto, é que é algo normal, que acontece com vários homens por diferentes motivos.

Felizmente é algo que tem cura e deve ser tratado por um médico, uma vez que existem diferentes motivos que podem levar à doença.

Como evitar a Ginecomastia?

O primeiro passo para evitar a ginecomastia é justamente não utilizar hormônios esteroides.  

Mas como cada vez mais temos pessoas utilizando hormônios a base de testosterona, temos alguns cuidados interessantes a serem feitos.

O primeiro dele é sempre procurar fazer ciclos com hormônios que não aromatizem. Isso evitará em grande parte o aparecimento da ginecomastia.

Como este é um quadro difícil de ser encontrado, a utilização de hormônios anti-aromatizantes, em conjunto com a testosterona, por exemplo, é uma outra possibilidade interessante.

A utilização do Tamoxifeno é uma das mais comuns, por seu efeito inibidor de estrogênio.

No geral, para evitar a ginecomastia você precisa de um ritmo metabólico natural e normal, pois desta forma, você evitará problemas ainda maiores. Bons treinos!

Referências:
Braunstein GD. Gynecomastia. N Engl J Med 2007;
Narula HS, Carlson H. Gynecomastia. Endocrinol Metab Clin North Am 2007

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

49 Comentários

  1. será que o único tratamento para ginecomástia é a cirurgia , não existe medicamento eficaz para esse problema????

  2. depois dessa nem vou começar a tomar anabolizantes mais ;s

  3. Olá Sr. José, eu recomendo primeiramente o mesmo fazer uma consulta com endocrinologista par verificar qual hormônio esta fazendo ocorrer esse problema se há que existe mesmo algum problema, as vezes pode ser outra coisa boba. Após isso pode ir a um mastologista que é o médico certo do caso. Espero ter ajudado.

  4. JOSÉ ANTONIO MARTINS

    Tenho 61 anos e de uns tempos para cá tenho notado que meus peitos estão crescendo. Tem dia que parece ser normal, mas tem dias que parece estar sensível e que aumentou muito, e costuma também coçar. Moro em uma cidade do interior e aqui tem poucos recursos. Muito agradeceria se me exclarecesse e me informassem qual médico devo procurar para este tipo de doença.

    • Olá Sr. José, eu recomendo primeiramente o mesmo fazer uma consulta com endocrinologista par verificar qual hormônio esta fazendo ocorrer esse problema se há que existe mesmo algum problema, as vezes pode ser outra coisa boba. Após isso pode ir a um mastologista que é o médico certo do caso. Espero ter ajudado. Por favor, apenas ignore o homem ignorante que lhe respondeu anteriormente. Apenas copiei essa resposta e colei na aba de respostas do seu comentário, já que o homem que respondeu não a direcionou á você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *