Pesquisar

Fosfatidilserina: O que é, para que serve, fontes e como tomar

Fosfatidilserina fórmula

Índice – O que você irá ver nesse artigo sobre a fosfatidilserina:

O que é:

A fosfatidilserina é uma molécula conhecida como fosfolipídio, esses fosfolipídios são componentes da membrana celular formados por uma junção de um ácido graxo com um fosfato.

Na membrana celular os fosfolipídios se dispõe de forma que o grupo fosfato fique na parte externa e o lipídio na parte interna da membrana assim ocorrem as interações do interior da célula com o meio externo.

A fosfatidilserina é o fosfolipídio mais encontrado nas células cerebrais, 50% de toda a quantidade de fosfatidilserina está no cérebro e os outros 50% estão presentes nas membranas de outras células corporais como a retina, pulmão, fígado, rins.

Para que serve Fosfatidilserina:

O uso da fosfatidilserina é indicado para perda de memória e concentração, ela atua diretamente nas células cerebrais e do sistema nervoso ajudando a combater o desgaste natural que ocorre devido ao envelhecimento.

Tem sido muito usada no tratamento de doenças degenerativas do sistema nervoso como Mal de Parkinson e Alzheimer, nesses casos, a fosfatidilserina tem ajudado a diminuir a progressão da doença.

É usada por jovens para melhorar a concentração e a memória para potencializar os estudos e ajudar na absorção do conhecimento e ainda por praticantes de atividades físicas como forma de diminuir o estresse muscular e amenizar os efeitos pós treino.

Funções:

O principal objetivo da fosfatidilserina é na construção da membrana celular como protetora da célula, é ela, junto com os outros fosfolipídios , a responsável pelas transmissões nervosas, também protege a célula contra a entrada indiscriminada de qualquer componente.

Junto à ela na membrana estão presentes componentes que ajudam na entrada dos nutrientes e assim todo o resto fica impedido por essa camada de fosfolipídio.

Por atuar na formação de neurônios e nas transmissões neurais, a fosfatidilserina ajuda na memória através da renovação das células cerebrais que são normalmente deterioradas como passar dos anos.

É a responsável pela transmissão de sinais entre os neurônios, essas transmissões são a forma de comunicação entre neurônios e o sistema nervoso, dessa forma com a fosfatidilserina as respostas aos estímulos se tornam mais rápidas.

A fosfatidilserina também aumenta os níveis de serotonina e melhora sua recepção no sistema nervoso minimizando assim o aparecimento da depressão ou auxiliando nos quadros já estabelecidos.

6 Benefícios da fosfatidilserina:

1. Melhora a memória e a concentração:

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

A fosfatidilserina ajuda na formação das membranas neurais e assim melhora a interação entre os neurônios e consequentemente a capacidade de pensar e assimilar informações, assim como converter as memórias de curto prazo para de longo prazo.

Seu uso vem sendo promissor em casos de Alzheimer, Parkinson e TDAH, tanto na prevenção dessas doenças como no tratamento.

2. Protege as células cerebrais:

Está presente na membrana das células cerebrais como barreira contra a entrada de agentes nocivos a integridade celular e ainda ajuda na síntese de novas células cerebrais.

3. Anti estresse:

A forma como a fosfatidilserina atua no combate ao estresse ainda não foi comprovada mas o que se sabe é que alguns estudos mostraram resultados positivos no combate ao estresse mesmo que não houvesse alteração nos dados usados como parâmetro.

4. Melhora desempenho físico:

Da mesma forma que no estresse, as causas da melhora no tempo e performance durante um treino com o uso de fosfatidilserina ainda não estão claros, mas seus efeitos são evidentes.

5. Combate a depressão:

A fosfatidilserina aumenta os níveis de serotonina e melhora a ação de seus receptores, a serotonina é o hormônio ligado a sensação de prazer e satisfação, em níveis elevados a serotonina inibe o aparecimento dos sintomas de depressão.

6. Melhora reflexos e respostas sinápticas:

A fosfatidilserina melhora a interação entre neurônios e assim melhora também as respostas do sistema nervoso a estímulos externos.

Alimentos ricos:

Através de uma alimentação balanceada e rica em alimentos que aumentam os níveis de fosfatidilserina, já é suficiente para pessoas saudáveis e essa rotina basta para melhorar a memória e a concentração e até diminuir as chances de desenvolver doenças degenerativas do sistema nervoso central.

AS principais fontes de fosfatidilserina são:

  • Soja: 5.900mg/100g
  • Cérebro animal: 713mg/100g
  • Coração de galinha: 414mg/100g
  • Atum: 194mg/100g
  • Fígado de galinha: 123mg/100g
  • Feijão branco: 107mg/100g
  • Filé de frango: 85mg/100g
  • Cevada integral: 20mg/100g
  • Sardinha: 16mg/100g

Como não existem recomendações de ingestão diária o ideal é inserir esses alimentos em sua dieta regular, garantindo assim que as necessidades sejam supridas.

Suplemento:

Existe uma versão de suplemento de fosfatidilserina que é feita a base de lecitina de soja, sua indicação é para tratamento de doenças como Alzheimer e Parkinson, para ajudar no combate a perda de memória e concentração naturais no processo de envelhecimento.

Vem sendo usado também para potencializar os treinos, a fosfatidilserina tem ação anti estresse celular e assim minimiza os efeitos do treino e melhora a performance e diminui o tempo de recuperação em treinos longos ou pesados.

O suplemento de fosfatidilserina associado ao uso de ômega 3 tem sua ação potencializada e já é possível até encontrar produtos que associam esses dois componentes, porém ainda não existem estudos que garantam essa associação segura.

Como tomar e dosagem:

A dosagem recomendada é de 200mg a 400mg por dia, isso representa o uso de 1 cápsula no almoço e outra cápsulafv no jantar.

Em casos de Parkinson ou Alzheimer as doses podem chegar a 600mg dividas em três  doses diárias.

Possíveis efeitos colaterais:

A utilização da fosfatidilserina tem se mostrado segura desde que respeitando as doses indicadas e por até seis meses.

Em casos de superdoses podem aparecer sintomas como dores de estômago e insônia.

É preciso ter cuidado ao associar o uso da fosfatidilserina ao uso de heparina, o suplemento age potencializando os efeitos da heparina, que é um anticoagulante, e aumenta assim os riscos de hemorragias.

Essa interação pode ocorrer com outros anticoagulantes mas em menor intensidade mas também é necessário cuidado nessa associação medicamentosa.

Outra interação é com medicamentos bloqueadores de acetilcolina, a fosfatidilserina pode anular ou diminuir os efeitos desses fármacos. A interação também pode acontecer com fármacos estimuladores da acetilcolina e assim potencializar seus efeitos.

Contraindicações:

Não deve ser usado por pessoas que tenham sensibilidade à qualquer componente do produto.

Não recomendada a utilização do produto durante a gravidez e a lactação ou menores de 18 anos sem orientação médica.

Pessoas em tratamento de doenças crônicas ou que fazem uso de medicamentos diluentes, devem antes de iniciar o uso da fosfatidilserina, consultar seu médico.

Referências:

Fosfatidilserina: O que é, para que serve, fontes e como tomar
5 (100%) 2 votes

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de