Página Inicial » Gravidez » Exercícios físicos durante a gravidez

Exercícios físicos durante a gravidez

A personal training Tatiana Roque explica os cuidados que devem ser tomados e os exercícios físicos mais indicados durante a gravidez.

Fonte: Gettyimages

Essa é uma dúvida muito recorrente em consultórios médicos. As mulheres ficam em dúvida se podem ou não continuar com a sua rotina de exercícios físicos ao engravidarem. Especialistas acreditam que a atividade física faz bem ao desenvolvimento da gravidez, promovendo o tônus muscular, a resistência e a força, dando suporte ao corpo para aguentar o peso extra durante os próximos nove meses e ainda preparar a estrutura física para o esforço na hora do parto, caso a opção seja pelo parto normal. Além disso, vai ajudar a mulher a voltar mais rapidamente ao seu peso normal, antes do início da gestação. Exercícios físicos moderados na gravidez também colaboram para a diminuição de desconfortos físicos, como dores na coluna, inchaço e fadiga, além de promover a melhora do humor, do relaxamento durante o sono e da autoestima.

De acordo com a professora de Educação Física, Tatiana Roque, pós-graduada em Educação Física escolar, acupuntura, musculação e personal training, as atividades mais indicadas para as futuras mamães são caminhadas, corridas leves, hidroginástica, natação, ioga e pilates. A frequência não precisa ser maior do que três vezes na semana e, no caso da prática do ioga e do pilates, ter certeza de que o professor possui experiência em ministrar aulas para grávidas. Mas, atenção, estas recomendações só valem para as mulheres que já se exercitavam antes de engravidar. Para as gestantes sedentárias, ou seja, que não praticam nenhuma atividade física, os cuidados devem ser redobrados. “Essas mulheres devem ser liberadas por suas obstetras para a prática de algum exercício e fazer apenas atividades de baixo impacto, como caminhadas e natação, com muita moderação”, alerta a professora Tatiana Roque.

Cuidados quanto as atividades físicas

Cautela deve ser a palavra-chave neste período, evitando treinos com exercícios de médio ou forte impacto e ficar em pé por muito tempo que. Segundo a personal training, o esforço pode reduzir o fluxo de sangue para o bebê. Os médicos advertem que os exercícios físicos devem ser interrompidos caso seja percebido algum desconforto como tontura, falta de ar, fadiga ou até sangramento vaginal ou contrações. Algumas grávidas precisam ter mais cautela ao se exercitar, tais como: diabetes gestacional, portadoras de doenças pré-existentes, problemas na coluna lombar ou nas articulações do quadril, gestação de mais de um feto, risco de parto prematuro ou sua ocorrência anteriormente, ameaça de aborto espontâneo e casos de perda de líquido amniótico, placenta baixa ou sangramento forte.

Leia também: 16 Sinais e Sintomas de gravidez

Período indicado para retornar à prática de exercícios físicos

As mulheres podem retornar as suas atividades físicas aos poucos a partir da liberação médica. Os obstetras costumam liberar exercícios moderados depois dos três primeiros meses após o parto. A personal Tatiana Roque indica a realização uma série de abdominais leves e de exercícios voltados para a região pélvica. Realizados com regularidade os exercícios a seguir ajudam a prevenir a incontinência urinária. Outro benefício do fortalecimento desta região é o aumento do prazer sexual.

Confira os exercícios que a professora de Educação Física e personal training Tatiana Roque indica para as mulheres que já saíram do período de resguardo do pós-parto*

Exercício para exercitar os músculos do períneo (exercícios de Kegel):

Deitada de costas, contraia o assoalho pélvico por três segundos e relaxe. Comece com uma série de cinco repetições, podendo fazer várias séries por dia.

Sentada, coloque uma bola ou uma almofada entre os dois joelhos e comece a aperte o objeto junto ao corpo. Contraia o assoalho pélvico com contrações rápidas (30 repetições) ou por contrações de resistência (contrair e segurar por cinco segundos e depois relaxar). Pratique esta série, pelo menos, três vezes por semana.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Leia também nosso artigo sobre musculação para gestantes.

*O período de resguardo do pós-parto dura de 30 a 40 dias, dependendo das orientações médicas.

*Nunca deixe de consultar seu médico ou um profissional de saúde antes de iniciar qualquer atividade física.

  1. muito bom o artigo com dicas super valiosa para uma gestante, ate mesmo sedentária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!