fbpx
Dietas e Nutrição

Escarola – Seus principais benefícios, propriedades e como fazer

Por ser rica em fibras a escarola favorece o emagrecimento e ainda ajuda a combater a anemia, por ser também rica em ferro. Veja outros benefícios importantes para saúde e a melhor forma de preparar.

Escarola

Whey Protein Growth Supplements
Poucos sabem, mas a escarola é na verdade um tipo de chicória. Apesar de o seu sabor não ser tão agradável ao paladar por ser um pouco amarga, é uma verdura riquíssima para a saúde.

Além de possuir uma quantidade enorme de vitaminas e nutrientes, é bem pouco calórica, sendo que uma porção de 200 gramas possui apenas 34 calorias.

A escarola lembra muito uma alface, com a diferença de que suas folhas são mais escuras, mais recortadas e, claro, mais amargas.

O vegetal já era consumido por civilizações antigas, mas começou a ser mais difundida na Índia até que se espalhasse pelo Ocidente.

Propriedades da escarola

Além de suas propriedades probióticas, a escarola ajuda a prevenir alguns diferentes tipos de câncer.

Ela também possui substâncias anti-inflamatórias e antioxidantes, que previnem o envelhecimento celular precoce e a formação de algumas doenças.

Graças a sua propriedade probiótica, a escarola estimula o corpo a produzir maior quantidade de bactérias que compõe nossa flora intestinal, proporcionando uma melhora da saúde, fortalecendo o sistema imunológico e protegendo o corpo contra microorganismos.

A escarola é rica em cálcio, um mineral essencial para a formação e manutenção dos ossos.

É rica também em potássio, que auxilia na contração muscular (por isso é importante consumir depois de um exercício físico mais intenso), regula o pH do sangue e também a pressão, sendo recomendada por conta disso para pessoas hipertensas.

Os benefícios da escarola

1. Ajuda a emagrecer

A escarola ajuda a emagrecer porque fornece fibras e possui um teor baixíssimo de calorias.

Quem quer perder peso deve adicionar a escarola na alimentação, já que ela ajuda a saciar a fome e promove um equilíbrio maior entre calorias queimadas / consumidas, já que o único jeito de emagrecer é queimar mais calorias do que se consome.

2. Protege a pele e os olhos

A escarola é rica em Vitamina A. Uma porção de 50 gramas fornece um pouco mais de 21% das necessidades diárias de Vitamina A.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!
BCAA Growth Supplements

Ela é responsável por proteger a pele, os olhos (também ajuda a evitar a formação de algumas doenças como a catarata), e ajuda a fortalecer o pulmão, evitando também a formação de alguns tipos diferentes de câncer.

3. Protege as células

A escarola é rica em antioxidantes, que bloqueiam a ação dos radicais livres, responsáveis pela oxidação celular e pela formação de doenças como o câncer.

4. É rica em manganês

A escarola é rica em manganês, um mineral extremamente importante para  organismo por diversos motivos:

  • Metaboliza os carboidratos;
  • Responsável pela fabricação de hormônios ligados ao sexo da pessoa;
  • Ajuda a compor ossos;
  • Ajuda a compor tecidos;
  • Trabalha na manutenção de nervos do sistema nervoso.

5. Combate a anemia

A escarola também é rica em ferro, e por isso é recomendada para quem tem anemia.

Uma de suas propriedades também é aumentar a produção de glóbulos vermelhos no sangue. E já que a anemia é caracterizada pela diminuição da concentração de hemácias, nada melhor do que adaptar algumas receitas e aumentar o consumo da verdura.

Porém, nem sempre somente a escarola ou qualquer outro vegetal será suficiente para curar a anemia. Cada pessoa pode estar em um estágio diferente da doença e uma intervenção médica pode ser necessária. Portanto, consulte um médico sempre que aparecerem os sintomas.

6. Tratamento para portadores de Diabetes

A escarola possui uma substância chamada inulina que ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue.

Isso evita a formação de picos de insulina, que consequentemente evita o ganho excessivo de peso e até a formação de inflamações pelo corpo.

Mesmo assim é importante antes consultar um médico e saber o que seria mais adequado fazer com as refeições.

Leia também => Chicória – Para que serve, todos os seus benefícios e receitas saudáveis

Como preparar e comer a escarola?

Apesar de a escarola ser amarga, há alguns modos de preparar a verdura de modo que ela fique com o sabor um pouco mais atenuado.

Ao preparar ela crua na salada, você sentirá um gosto amargo mais forte. Uma alternativa para isso é cozinhar no vapor ou refogar com alguns condimentos como cebola, azeite e alho.

Preste atenção quando for comer a escarola refogada, porque quando ela passa da cor esverdeada para um tom mais amarronzado significa que ela cozinhou mais do que deveria e isso faz com que ela perca propriedades muito interessantes para o corpo.

Lave bem a escarola antes de seu preparo, e se preferir, poderá deixar de molho no vinagre para higienizar melhor o alimento. Depois de lavada, você poderá refogar no azeite e misturar temperos como alho, cebola, sal, cominho, manjericão ou orégano.

Quanto mais refogada, menor será o seu amargor. Mas ao mesmo tempo tome o cuidado de não passar demais do ponto.

Caso você não queira refogar no azeite, outro modo de preparar a escarola é colocando cerca de 100 ml de água em uma panela e a deixar cozinhando no vapor somente. O processo é rápido e também irá ajudar a diminuir o amargor do vegetal.

Apesar de seu sabor mais amargo, vale à pena fazer um esforço para adicionar a escarola na dieta. Ela possui um complexo vitamínico muito grande, que além de ajudar a fortalecer o sistema imunológico e proteger o organismo de doenças, ajuda a regular o funcionamento de diversos órgãos.

Leia também => Todos os benefícios da rúcula para saúde

Onde encontrar a escarola? Qual época do ano ela é mais encontrada?

A escarola pode ser encontrada em qualquer tipo de supermercado, fruteiras, quitandas e feiras.

Dê sempre preferência aos legumes e vegetais da época, já que além de serem mais baratos serão mais nutritivos.

A escarola pode ser encontrada o ano inteiro nos mercados, mas o ideal é que você consuma a verdura nos meses de fevereiro, março, abril e agosto.

Além de serem mais baratas, já que a oferta é bem maior, há ainda o fato de que essas verduras não recebem tantos aditivos como agrotóxicos ou outros tipos de veneno. Acaba sendo uma opção mais saudável também para a sua alimentação. E, se possível, opte sempre por produtos orgânicos!

Clique para conhecer

Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar