Página Inicial » Emagrecimento » Efeitos positivos do frio no emagrecimento

Efeitos positivos do frio no emagrecimento

Estamos na estação mais fria do ano e com isso a preguiça de treinar fica muito grande. Mas saiba que esta é a época mais propícia para o emagrecimento. Veja porque:


PUBLICIDADE

Com a chegada do frio é natural que tenhamos certa preguiça de treinar. Além disso, a alimentação nesta época é muito mais calórica do que nas estações mais quentes. Mas mesmo, assim, quem consegue manter-se focado obtém excelentes resultados quando o objetivo é o emagrecimento, já que o frio é muito mais propício para a eliminação de gordura. Porém, nem sempre as pessoas pensam desta maneira e esperam a temperatura voltar a subir para se dedicar aos famosos “projetos de verão”, que na maioria esmagadora dos casos, não dão em nada.

Para entender por que o frio é mais eficiente para a queima de gordura, temos que antes disso entender como funciona a regulação térmica de nosso corpo.

Frio e emagrecimento: regulação térmica

frio ajuda emagrecer benefíciosO nosso corpo é repleto de processos e ações que precisam de um ambiente ideal para acontecer. Neste sentido, o corpo tem diversos mecanismos de termorregulação para que o ambiente interno não seja prejudicado por temperaturas muito altas ou muito baixas. Inúmeros sistemas e reações acontecem quando estamos com frio ou calor em excesso. Veja alguns deles:

1.Tônus vascular (vasoconstrição e vasodilatação) – quando estamos em uma situação de calor ou de frio, nossos vasos sanguíneos respondem a este estímulo externo para melhorara este quadro.

Basicamente funciona da seguinte maneira: quando a temperatura corporal cai, os vasos se contraem, dificultando um pouco a circulação e mantendo mais sangue nas regiões principais de nosso corpo, no caso os órgãos. Por isso é muito comum no frio termos frio nos pés e nas mãos, pois o sangue está sendo mais direcionado para os órgãos torácicos.

Já no caso do calor, os vasos se dilatam, para que o calor possa se dissipar mais facilmente, através da sudorese.

2. Metabolismo celular: este é o que mais nos interessa quando o assunto é emagrecimento relacionado ao frio. O metabolismo celular pode agir de uma maneira que gere uma espécie de termogenese química.

Basicamente este processo consiste na produção de energia, sempre sob a forma de calor, através do processo de fosforilação oxidativa. Ou seja, nosso corpo acelera o seu metabolismo, para que a queima de energia e nutrientes, entre eles os lipídios, gerem mais calor interno. Desta maneira, o gasto calórico de uma pessoa no inverno é muito mais elevado do que em épocas mais quentes.

É lógico que isto que foi apresentado não é nada inédito, já que frequentemente vemos publicações do gênero. Porém, a ciência vem estudando qual é de fato o grau de gasto calórico que o frio causa, para verificar a sua efetividade neste tipo de situação.

Frio e emagrecimento: estudos científicos

Entre inúmeros estudos que já foram feitos neste tema, dois deles se destacam pelos resultados. Em um deles, um grupo de cientistas holandeses defendem que a exposição ao frio seja um método saudável, sustentável e eficiente para a perda de peso e gordura.

O estudo, que foi publicado no periódico científico Cell, em 2012, utiliza uma conta simples: quando estamos em temperaturas amenas, como 15ºC, por exemplo, o nosso corpo gera muito mais energia para se aquecer e precisa utilizar as reservas de lipídios para tal ação. De acordo com este grupo de cientistas, em algumas pessoas, podemos encontrar um aumento do gasto energético em razões maiores do que 30%.

Este estudo, que é liderado pelo doutor Lichtenbelt, teve seu início a mais de 10 anos e neste meio tempo, eles descobriram que a geração de calor neste tipo de situação gera uma queima gordura acentuada. O cientista afirma em seu estudo que este resultado varia de pessoa para pessoa, mas nenhuma das 230 pessoas pesquisadas deixou de apresentar maior gasto calórico com o frio.

Leia também:

Em um outro estudo, que foi liderado pelo médico endocrinologista Paul Lee, que faz parte do Instituto Garvan de Pesquisa Médica, na Austrália, resultados parecidos foram encontrados. Eles deixaram certo número de voluntários em um ambiente frio por até 15 minutos.

Depois eles perdiam para que estes voluntários se exercitassem em uma bicicleta ergométrica, usando um nível de intensidade moderada, pelo tempo de uma hora. Depois, através do estudo de reações hormonais, os pesquisadores descobriram que as duas atividades consumiram o mesmo número de calorias.

As explicações para tal fato são muitas, já que com o aumento do metabolismo, ocorre uma série de novas reações metabólicas em nosso organismo. Porém, não é por que o metabolismo fica acelerado que você pode descontar tudo isso na comida, pois assim não terá os resultados que espera.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Se exercite em temperatura ambiente, da mesma maneira que se exercita em dias mais quentes. No mais, é só cuidar na alimentação e não deixar a preguiça te impedir de treinar. Bons treinos! 

Efeitos positivos do frio no emagrecimento
Avalie este artigo

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online. CREF: 22643-G/SC

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de