fbpx
Pesquisar

Deposteron: O que é, Como tomar, Ciclo, Bula e Antes e Depois

Atualizado em
Compartilhe:

Deposteron é o nome comercial de um remédio cuja substância é o cipionato de testosterona. 

Enquanto no exterior existem drogas semelhantes como: Testoland Depot, Cyta-Med, Cyptolin-250, entre outros, no Brasil é possível encontrar, via de regra, apenas o deposteron.

Como indica a nomenclatura da principal substância de sua composição, ele contém testosterona, a qual busca repor em pacientes com falta ou baixa produção desse testosterona.

Deste modo, serve para combater doenças relacionadas a esta deficiência hormonal.

Deposteron

Para que serve o Deposteron?


PUBLICIDADE

Conforme dito, portanto, deposteron serve para potencializar e aumentar os níveis de testosterona no organismo.

Ele tem uma atuação similar ao enantato de testosterona, outro medicamento com função similar, além de outros, como o propionato de testosterona ou o decanoato de testosterona.

A principal atuação do deposteron, conforme a sua bula, visa combater o hipogonadismo masculino, seja ele adquirido ou primário.

Esta doença, resumidamente, afeta as gônadas (nos homens, os testículos). Dessa forma, não há produção hormonal suficiente e, por vezes, nem produção de espermatozoides.

Além disso, esse medicação é por vezes utilizada também em academias para fins estéticos, o que nenhum profissional de saúde recomenda, devido aos efeitos colaterais que podem ocorrer e que iremos abordar logo abaixo.

Composição do Deposteron

Deposteron é comercializado em ampolas, as quais devem ser injetadas de forma intramuscular no paciente.

Cada uma dessas ampolas contém uma solução oleosa de 100 mg/mL.

Sendo assim, a composição do deposteron se localiza nesta solução oleosa.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

São 200 mg de cipionato de testosterona, componente principal, além do veículo oleoso, formado por álcool benzílico, benzoato de benzila e óleo de amendoim.

Bula

Veja a bula completa do Deposteron clicando aqui.

Como tomar e quantidade

Como tomar deposteron varia de acordo com a principal finalidade de cada um.

De todo modo, somente quem poderá avaliar cada caso será um médico, de modo que as doses são ajustáveis e personalizadas a cada indivíduo.

O médico irá fazer uma avaliação a partir de exames de sangue, a partir dos quais poderá determinar a quantidade exata de deposteron a ser prescrita.

É importante seguir as orientações e não correr o risco da sobredosagem.

Para utilizar o produto, principalmente por ser injetável e de difícil acesso, o ideal é também buscar um profissional da saúde.

Deposteron deve ser administrado no músculo do glúteo, profundamente. Ele é exclusivamente intramuscular.

Leia também:

Oxandrolona Emagrece? Para que serve, Ciclo, Preço e Colaterais

Primobolan: Para que serve, Se Emagrece, Como tomar e Colaterais

Masteron (Drostanolona): Para que serve, ciclos e efeitos colaterais

Dianabol : O que é, para que serve, efeitos colaterais e ciclos

Meia-vida

A meia-vida do cipionato de testosterona quando administrado por via intramuscular, pode durar em torno de oito dias.

Uso em ciclos com outras drogas

Quando utilizado por quem treina e deseja promover o ganho de massa muscular acentuado, deposteron pode ser associado a outras drogas.

No entanto, conforme previamente salientado, é importante ter uma consulta médica antes do início de uso, bem como um acompanhamento regular pelo profissional.

Embora não exista nada cientificamente comprovado neste campo, há alguma discussão sobre o melhor ciclo. Dentro desse debate, há basicamente duas vertentes predominantes.

1. Deposteron sozinho

Quem utiliza o deposteron sem qualquer outro medicamento associado compõe o primeiro grupo.

 A dose mais utilizada, neste caso, varia de 300 a 500 mg por semana, de acordo com orientação médica.

O período também é muito bem pontuado. O tempo máximo em que o cipionato de testosterona pode ser utilizado é de 10 semanas.

Para aplicar a injeção, sempre intramuscular, divida a dose (de 300 a 500 mg) em duas, sendo metade aplicada num dia da semana e outra metade em outro, determinados pelo médico.

2. Deposteron com durateston

Para potencializar os efeitos do cipionato de testosterona, o que muitos indicam é associá-lo ao durateston, outra medicação com base no mesmo hormônio.

A fórmula do durateston privilegia o propionato de testosterona, o fempropionato de testosterona, o isocaproato de testosterona e o decanoato de testosterona.

O ciclo tem o mesmo período que na primeira situação que listamos. Ou seja, vai no máximo a até 10 semanas.

No entanto, nas primeiras deve ser usado o durateston, enquanto da metade para frente o deposteron.

O lado negativo, de acordo com os críticos, é que os efeitos colaterais podem ser igualmente potencializados com este ciclo.

Por isso, avalie bem as opções e converse com seu médico antes de tomar qualquer decisão.

Leia também:

Durateston: Para que serve, composição, ciclos e efeitos Colaterais

Trembolona: Para que serve, como tomar, efeitos colaterais e resultados

Potenay: Para que serve, indicações e colaterais (CUIDADO)

Stanozolol (Winstrol): Para que serve, seu ciclo, efeitos colaterais e o antes de depois

Efeitos e Possíveis Benefícios

Os principais efeitos provenientes do deposteron estão relacionados ao ganho hormonal que ele oferece, por meio da testosterona.

Desta forma, é indicado sobretudo em casos em que há insuficiência hormonal.

1. Contra o hipogonadismo

A principal serventia do deposteron é na luta tanto contra o hipogonadismo conhecido como primário ou congênito (de nascimento) quanto contra o adquirido (que surge durante a vida). Essa doença se dá por um problema nas gônadas, as quais são as responsáveis pela produção hormonal.

Nestas situações, o cipionato de testosterona atua com uma liberação lenta e contínua de testosterona.

Deste modo, visa suprir a falta da produção hormonal de modo rápido, a partir do momento em que é injetado.

 

2. Combate a disfunção erétil e outros problemas hormonais

Com uma menor produção hormonal, o efeito adverso mais básico é o surgimento de uma série de problemas no corpo. De modo geral, ele não funciona corretamente e vários dos principais sistemas são afetados.

Por exemplo, pode haver depressão, fadiga e até osteoporose como consequência. Isto demonstra que afeta várias regiões do organismo, desde o sistema nervoso central até os ossos, entre outros.

Uma das mais conhecidas consequências da falta de hormônios é a falta de desenvolvimento das características sexuais. Além disso, pode haver também disfunção erétil e diminuição do desejo sexual.

Deposteron, com sua atuação fornecendo testosterona, combate todos estes sintomas indesejados. A menor produção de hormônios pode ser constatada por um médico, a partir de exames.

3. Promove o ganho de massa muscular

Por fim, outro efeito considerado positivo do deposteron é o de possibilitar um maior ganho de massa muscular. Por isso é utilizado por atletas, desde que com aval médico.

Já é bastante difundido o conhecimento de que a testosterona é responsável por auxiliar na hipertrofia. Exatamente por este fator que deposteron é utilizado por fisiculturistas.

Contraindicações

Alguns grupos devem evitar o uso de deposteron, pelos seus riscos. Caso você se enquadre em algum deles, evite esta medicação.

  • Mulheres;
  • Crianças e adolescentes menores de 18 anos;
  • Mulheres grávidas ou que possam ficar grávidas enquanto fazem tratamento com o remédio;
  • Presença ou suspeita de câncer de glândula mamária ou de próstata;
  • Presença ou histórico de tumor de fígado;
  • Alergia aos componentes da fórmula;
  • Insuficiência cardíaca, renal e hepática.

Efeitos colaterais

Existem igualmente alguns efeitos colaterais do deposteron. Parte deles pode causar danos severos, principalmente em sobredosagem ou se a medicação for utilizada sem necessidade.

Caso tenha algum dos sintomas, procure um médico imediatamente.

  • Aumento de peso;
  • Cãibras nos músculos;
  • Depressão, nervosismo ou distúrbios similares;
  • Icterícia (pele amarelada);
  • Policitemia (crescimento do número de células vermelhas no sangue);
  • Pressão alta;
  • Danos ao fígado, aos rins e ao coração;
  • Aumento da próstata (que pode levar até mesmo ao câncer);
  • Retenção de líquidos

Deposteron causa aromatização?

Deposteron é uma medicação de cunho altamente androgênico. Por este motivo, entende-se que ele tem o potencial causar aromatização com uma certa facilidade.

Sintomas colaterais como a ginecomastia, por exemplo, são comuns.

Veja também:
Ginecomastia: o que é, causas, sintomas e tratamentos
Veja também:
TPC - Guia completo sobre a Terapia Pós-ciclo

Cuidados

Caso seja sua decisão iniciar o uso de deposteron, é importante estar atento a todos os riscos desta medicação.

Eles foram abordados durante o artigo, que salienta também a necessidade constante de acompanhamento médico.

Deposteron pode causar uma série de efeitos colaterais e é contraindicado em algumas situações. O uso inadequado é bastante nocivo à saúde.

Antes e Depois

Já utilizou ou ainda está utilizando o Deposteron?

Deixe seu depoimento logo abaixo e conte para nós e os próximos leitores, seu relato sobre os resultados e como foi o antes e depois de tomar o Deposteron.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

1
Deixe um comentário

avatar
1 Tópicos de comentários
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais em alta
1 Autores de comentários
Eron Autores de comentários recentes
  Inscrever-se  
Mais recente Mais antigo Mais votado
Notificação de
Eron
Visitante
Eron

Estou tomando deposteron 2x na semana. Estou na sexta semana. Aplicarei por 8 a 10 semanas. Após isso, pretendo fazer a tpc com Clomid 100mg/ dia durante 30 dias mas to na dúvida se começo logo apos a ultima aplicação ou se espero uns 15 dias para começar a usar o Clomid. Alguém poderia me ajudar?