Página Inicial » Corridas » Como periodizar seu treino para corrida

Como periodizar seu treino para corrida

Planejar seu treino é fundamental para melhoria de vários aspectos como rendimento e velocidade. Veja como montar a periodização do treino de corrida.

Quem busca superar seus limites com a corrida sabe que para conseguir um bom rendimento é necessário treino e paciência. Para que você consiga superar novas barreiras, que podem ser aumentar as distâncias percorridas, aumentar sua velocidade, baixar o tempo em alguma prova ou correr com mais conforto uma distância que você já correu. Independente de qual seja seu objetivo, o planejamento do treino é fundamental. Para te ajudar, vou te mostrar como montar uma periodização para o ano de 2014, baseado no modelo clássico do russo Matveev.

Getty Images

Inicialmente você tem que dividir o ano em um macrociclo, depois você divide este macrociclo em períodos de 3 a 5 meses, que serão os mesociclos e depois os microciclos que são as sessões de treino especificamente. Estes microciclos deverão ser de períodos de um dia até uma semana.

Depois de dividido o macrociclo, deveremos dividi-lo por períodos. Neste modelo de periodização os períodos são o preparatório, o competitivo e o de transição. Nesta fase é muito importante, caso você venha a participar de provas, que você saiba o período em que elas ocorreram para melhor se planejar. Muitas provas acontecem sempre na mesma época, o que facilita o planejamento. Alias, se você vai competir, é importante você estabelecer algumas como prioridade, a fim de que a periodização surta maiores efeitos. O principal objetivo da periodização é que em um período pré estabelecido você alcance o auge de sua forma física. Portanto é nesta fase que você deverá ter as suas provas alvo. Veja como deve seu o seu treino em cada um dos períodos.

Período Básico

A fase inicial do treinamento, dura em média um mesociclo, cerca de 3 ou 4 meses. Nesta fase a base para um desempenho melhor deve ser montada. Rodagens mais elevadas, com um volume maior, sem tanta intensidade, além do treinamento de força pura e de resistência muscular. Nesta fase os treinos de velocidade são poucos ou em muitos casos nem acontecem, afinal ela fica para a parte competitiva. Treinar em ladeira também é uma opção bastante viável nesta fase, para o desenvolvimento da força específica e do aumento da resistência cardiovascular. Nesta fase, é importante participar de provas, mas sem o intuito de melhorar tempo ou de estrear em distâncias novas. Provas em distâncias mais curtas são as mais indicadas e o desempenho não deve ser tão cobrado.

Período Competitivo

Após a preparação básica, onde você monta o alicerce de sua preparação, chegamos na época competitiva, onde você tem treinos mais específicos e de acordo com o que você busca. Neste período entram em cena os treinos intervalados, os de velocidade, os de tempo-alvo e tudo mais. Busca-se um aumento na intensidade, justamente para diminuir o volume, que é o objetivo de qualquer corredor. É muito importante nesta fase manter o treinamento de musculação e de resistência muscular, afinal ela é essencial para manter seu rendimento em alta.

Período Transitório

Este é o período que praticamente todos estamos passando agora, quando diminuímos a intensidade do treino e pratica-se atividades com o intuito recreativo, resumindo, é o período de férias. Muitos corredores, visando as provas de início de ano, fazem seu período transitório em outras épocas, para que agora façam os treinos específicos. Isto varia de acordo com as vontades e objetivos de cada um e pode ser alterado conforme sua vontade.

Todo e qualquer corredor com bons resultados planeja seu treino e mantém ele na prática, afinal de nada adianta um bom planejamento sem o treinamento, sem a ação, que é quem de verdade faz seu desempenho aumentar. Aproveite este período para definir seus objetivos e montar seu planejamento para 2014!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.
CREF: 22643-G/SC

Leia também

Crioterapia para corredores, efeitos positivos ou negativos?

A utilização de crioterapia vem se tornando muito grande, principalmente por parte dos corredores de …

o que comer antes e depois da corrida

Quem corre sabe da necessidade de uma dieta regrada que esteja de acordo com seus …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!