Página Inicial » Musculação e Suplementação » Como ocorre a Hipertrofia Muscular?

Como ocorre a Hipertrofia Muscular?

No artigo anterior nos explicamos o que é hipertrofia e sua diferença para hiperplasia, nesse artigo iremos explicar como ocorre a hipertrofia muscular.

Os mecanismos que fazem nossas células musculares aumentarem seu volume é fundamental para não cometermos erros crassos na hora de treinar. É óbvio que quem deve dominar este assunto e suas variáveis é seu treinador, mas você enquanto aluno, estando bem informado, facilita o trabalho dele e acaba tendo mais facilidade de entender o porquê de cada estímulo. Sem falar que caso você treine com alguém despreparado, irá perceber isso nas suas práticas e falas, ficando mais fácil não cair na mão de gente despreparada.

como-ocorre-o-que-hipertrofia-muscularInicialmente a hipertrofia é o aumento do volume celular. Ela não ocorre apenas com as células musculares, mas é uma resposta a determinado estímulo. Ela pode ser aguda ( num pós exercício, por exemplo) ou crônica (quando permanece por mais de 3 dias).

O processo de hipertrofia, segundo BOMPA (2000) está associado à síntese de diversos mecanismos contráteis, relacionado diretamente a componentes celulares. Ainda neste quesito, Bosco (2000) afirma que o dano muscular é um fator muito importante para o processo de hipertrofia. No entanto, ao contrário do que se acreditava há alguns anos atrás, vários outros fatores possuem também papel determinante no aumento da secção transversa das fibras musculares.

Acredita-se, que a hipertrofia seja resultado da soma de vários fatores e diversos mecanismos que a estimulam de formas diretas e indiretas. O treino de musculação, quando adequadamente prescrito e executado, pode promover o desenvolvimento de vários destes estímulos. Para uma melhor compreensão eles foram didaticamente divididos em Mecanismos Físicos Intrínsecos (Síntese de DNA, Microlesões, Mecanotransdução (é a tradução de um estímulo tensional (mecânico) em sinais fisiológicos, especialmente as contrações excêntricas que favorecem a mecanotransdução) , Células Satélites além de Alterações na Osmolaridade) e em Fatores Hormonais e Enzimáticos (Hormônio do Crescimento – Gh, IGF-I, Testosterona, Insulina e Miostatina).

Além destes mecanismos citados, alguns outros fatores correspondentes ao treinamento de musculação já são reconhecidamente como fatores que interferem diretamente nos resultados do treinamento. Quando falamos em hipertrofia, as repetições excêntricas( que por conseguinte acabam microlesionando mais as fibras), a hipóxia e o óxido nítrico interferem diretamente nos resultados obtidos.

Resumidamente, podemos definir que a hipertrofia muscular ocorre da seguinte forma:

fibra-muscularO músculo recebe um estímulo ao qual não está adaptado, o que acaba por gerar microlesões nas células musculares e miofibrilas. Em resposta a este estímulo, nosso corpo irá aumentar certas substâncias cicatrizantes no sarcoplasma (plasma das células musculares).

Este processo de cicatrização, aumenta a síntese de proteínas contráteis a níveis maiores que antes. Com isso, os níveis de síntese acabam por aumentar a secção transversa do músculo esquelético, dando a ele um volume maior. De forma bastante resumida é isto.

É óbvio que este mecanismo é muito mais complexo, mas como já mencionei quem tem que dominar o restante dos aspectos fisiológicos disto é o seu treinador/professor. Sabendo disso, você já fica também por associação sabendo o por que a alimentação (combustível para o processo de estímulo e de reconstrução) e descanso ( período de reconstrução das microlesões) é tão importante.
Leia também o que é Hipertrofia Muscular, Hiperplasia e suas diferenças.

REFERÊNCIAS:
BOMPA, T. & CORNACCHIA, L.S. Treinamento de Força Levado a Sério. Segunda edição. Editora Manole, 2004.

BOSCO, C.; COLLI, R.; BONOMI, R.; VON DUVILLARD, S.P.; VIRU, A. Monitoring strength training: neuromuscular and hormonal profile. Medicine and Science in Sports and Exercise. Vol.32, n1, pp: 13-28, 2000.

Leia também

como tomar creatina

Creatina – O que é, para que serve, efeitos e como tomar

Quer saber para que serve a creatina? Se ela faz mal ou engorda? Como tomar …

Creatina Universal (200g) – Como tomar, seus resultados e preço

A creatina da Universal Nutrition é comercializada em embalagens de 200g, 300g e 1kg em pó. …

  1. “aumentar a secção transversa do músculo esquelético”… putz, aí deu um nó no cérebro.

  2. Comecei a malhar faz duas semanas… Incrivelmente já cresci uma medida no Braço! Mas recentemente venho sofrendo com um Cansaço enorme… Treino em média 1h30min, durmo o suficiente (mais de 8h diárias) e descanso me poupando dd atividade que exijam um grande esforço físico, tudo para está bem na academia, mas mesmo assim o cansaço é enorme!
    Decide parti para a suplementação!

    O que posso tomar em um Pré-Treino?

    E no Pós-Treino?

    • Antes de partir para suplementação, reveja sua dieta…ela está bem elaborada? E sua saúde? Fez exames antes de iniciar as atividades físicas? Seriam essas etapas a serem bem analisadas antes de pensar em suplementar, levando em consideração que treina só a 2 semanas…

  3. laryssa myrelle lourenço de paiva

    eu tenho 19 anos faz 5 anos que eu treino um instrutor de academia falou pra mim que eu pego muito peso e por conta da minha idade eu vou ter um problema no joelho futuramente meu treino mudou ficou mais pesado

    agachamento pego 60 kilos
    leg press 130 kilos
    extensora 40
    avanço 40
    panturrilha leg press 70
    panturrilha no smit 40
    hack 46
    depois eu mando meu treino pra vc ver
    obrigada
    eu fiquei preocupada

  4. O que devo fazer para eliminar gordura abdominal?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!