Página Inicial » Treinos » Como montar seu treino para melhorar sua saúde em 2014

Dicas para montar um treino que visa não só na melhora estética como também a sua saúde.

Como montar seu treino para melhorar sua saúde em 2014

Cada vez mais as pessoas buscam na atividade física uma maneira de melhorar seus componentes da saúde, com perder peso, melhorar sua composição corporal, melhorar sua força e sua resistência. Isso mostra que cada vez mais as pessoas estão procurando se exercitar não apenas para fins estéticos, mas sim para aumentar sua funcionalidade, qualidade de vida e longevidade. Com isso, saber os benefícios de cada tipo de treino e como usá-los da melhor maneira é fundamental.

Para que este artigo fique mais didático, irei focar em três tipos de exercícios, que serão os aeróbicos, onde se enquadram a caminhada, corrida, bicicleta, natação, transport, etc. Também irei falar dos exercícios anaeróbicos, onde se enquadra a musculação, a maioria dos exercícios de Pilates, as lutas entre outros. E para finalizar os exercícios de flexibilidade, fechando assim com os principais componentes da boa saúde. Só para constar, a OMS define saúde como o completo bem estar físico, social e mental, e não apenas a ausência de doenças, dai então a importância de se exercitar, pois os três pilares citados tem melhora com a prática de atividades físicas.

Exercícios aeróbicos

Os exercícios aeróbicos tem como principal função a melhora do sistema cardiovascular, com a consequente melhora da circulação, dada pela maior maleabilidade dos vasos e pela melhora do potencial cardíaco. Isto ocorre por que como estes exercícios são com uma duração mais elevada e o coração e os vasos fazem com que o sangue rico em oxigênio chegue aos músculos, estes são muito mais solicitados. Além disso, os exercícios aeróbicos promovem um relaxamento muscular e mental no pós exercício, além de serem uma ótima maneira de espairecer e colocar as ideias em dia.

Exercícios anaeróbicos

Já por sua vez os exercícios anaeróbicos, que tem como principal componente a força e a explosão muscular, promovem um fortalecimento da musculatura e articular, aumentam a irrigação dos músculos e melhoram o tônus muscular. Além disso, dada a sua intensidade mais elevada, os exercícios anaeróbicos promovem um aumento do metabolismo por cerca de 15 horas após o fim do exercício. Além disso, com músculos maiores e mais irrigados, o corpo gasta mais energia para mantê-los alimentados, e portanto o metabolismo basal também sofre um considerável aumento. Além disso, com o fortalecimento muscular e consequente aumento da massa magra e do metabolismo ocorre uma perda de gordura corporal, se aliada a uma alimentação balanceada.

Ainda em relação aos exercícios anaeróbicos é importante salientar que eles podem ser utilizados para fins terapêuticos, como no caso de alguns tratamentos de fisioterapia. Além disso, melhoram a postura (fortalecimento da coluna lombar e dos músculos interespinhais, além de que o fortalecimento evita lesões articulares e estabiliza toda a musculatura.

Para completar, os exercícios de flexibilidade promovem um aumento da amplitude articular, melhora da postura e um relaxamento muscular mais facilitado. Além disso, promovem uma melhora da autonomia nas atividades do dia a dia, fator este muito importante para pessoas com mais de 40 anos.

Estes são os benefícios destes exercícios, mas como organizá-los em nosso dia a dia? Qual deles é mais eficiente? Eu diria que uma junção de todos é o mais indicado para quem busca melhorar sua saúde e autonomia. Uma prática que envolva pelo menos 2 sessões semanais de exercícios aeróbicos, por pelo menos 30 minutos, aliada a outras 2 sessões de exercícios de força, com exercícios de flexibilidade em outro período, com certeza fará uma grande diferença na saúde das pessoas. Enfim, saúde tem de ser prioridade em sua vida, independente de sua idade, cuidar dela é fundamental para sua qualidade de vida e longevidade.

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.
CREF: 22643-G/SC

Leia também

Qual a diferença entre a cadeira flexora e a mesa flexora? Qual a melhor?

Cadeira flexora e mesa flexora são a mesma coisa? Não, são aparelhos diferentes, com o …

Treino de costas, bíceps e antebraços, dicas práticas

A divisão do treino de costas, bíceps e antebraços é muito interessante para iniciantes, pois …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!