Página Inicial » Dietas e Nutrição » Colágeno – Proteína que rejuvenesce

Colágeno – Proteína que rejuvenesce

Saiba da importância do colágeno no organismo e os benefícios de se consumir através das fontes naturais ou por suplementos.

ColágenoVocê provavelmente já ouviu falar muito de uma certa proteína que tem vários usos, especialmente para a área estética. Ela iniciou sua árdua carreira na área da beleza após ser reconhecida como o principal fator a deixar a pele firme.

O colágeno é, na verdade, uma das proteínas que está em maior abundância no nosso organismo, representando em torno de 30%. Ela desempenha várias funções, inclusive a de auxiliar para que a pele tenha o aspecto mais firme. Entre suas principais funções, o colágeno é responsável pela maioria das propriedades físicas do tecido conjuntivo, que preenche os espaços entre as células do corpo, além de ligar órgãos e outros tecidos, entre os quais os de preenchimento, transporte, sustentação e defesa do organismo.

Essa proteína é encontrada na natureza, porém também é fabricada pelo nosso organismo, mas em quantidade menor. Por isso, é necessário que a consumamos para manter as funções exercidas pelo tecido conjuntivo normalizadas, além de conseguir uma aparência mais saudável e jovem.

A partir dos 25 anos é ainda mais importante que consumamos tal nutriente. Nessa idade é normal que o corpo perca 1% de colágeno ao ano. Já aos 50 anos, estudos revelam que o organismo poderia perder até 33% de colágeno, o que é uma quantia significativa. Essa perda pode ser um dos principais motivos do envelhecimento da pele.

A importância e os benefícios do Colágeno no organismo

Como o colágeno influencia várias áreas do organismo, especialmente aquelas que são ligadas diretamente ao tecido conjuntivo e necessitam dele para desempenhar e fazer a manutenção de suas funções, além do envelhecimento, vários problemas podem ser vistos pela diminuição da concentração de colágeno no organismo. Problemas nas articulações, músculos mais flácidos, ligamentos mais frágeis, entre outras coisas.

A partir do conhecimento dessa situação, muitas pessoas começam a procurar fontes dessa proteína para, quem sabe, repor a porcentagem perdida. Entretanto, nem sempre o colágeno supre a necessidade desejada pela pessoa. Como ele tem várias funções no corpo, assim como repor tecidos internos lesados, às vezes aquele colágeno, ao invés de ir para a pele para evitar o aparecimento das rugas, irá para os tecidos internos, que necessitam mais de tal nutriente.

A suplementação de colágeno deve ser bem planejada, pois, às vezes, determinado suplemento com colágeno não é aquele que seria realmente importante para tal finalidade que o organismo está necessitando.

O colágeno é fabricado no organismo através de complexas sequências de eventos bioquímicos. A partir da reunião de alguns nutrientes importantes, que são os aminoácidos lisina, prolina e hidroxiprolina, entre os mais importantes, e mais 17 outros tipos de aminoácidos e alguns minerais, forma-se o colágeno. Portanto, o consumo dos nutrientes, através da alimentação, auxilia o corpo na fabricação do tão importante colágeno, assim como em outras áreas, as quais demandam tais nutrientes.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Quando o corpo está bem nutrido e hidratado, normalmente, não é necessária a suplementação de qualquer tipo de nutriente. Somente no caso de uma nutrição não balanceada, com o consumo de poucos nutrientes, é que deveria ser usado algum tipo de nutriente.

Quando você proporciona todos os nutrientes ao corpo, em quantidade necessária para manter as funções, não somente todos os órgãos funcionaram bem, mas também a pele, os cabelos, as unhas ficarão mais jovens, os músculos e outros órgão funcionarão melhor. Portanto, com uma alimentação balanceada, não é necessário utilizar qualquer suplemento para que a sua pele fique mais bonita e viçosa.

Entretanto, como dissemos anteriormente, após uma certa idade, a concentração de colágeno no corpo diminui consideravelmente. Por isso, seria importante, nesses casos, o consumo de suplementos e, até mesmo, de alimentos que proporcionassem uma dose extra de nutrientes para fazer o colágeno dentro do corpo ou o colágeno já pronto.

Suplementação de Colágeno

Entre os principais suplementos, podemos ver alguns em cápsulas, em pó, em barras de cereais, shakes, injeções e em cremes. Alguns devem ser passados, somente, pelo médico dermatologista, como é o caso da injeção e de alguns medicamentos e cremes.

A quantidade recomendada de colágeno hidrolisado (em suplementos) pela OMS (Organização Mundial de Saúde) é de 9g por dia para indivíduos adultos.

Vários estudos colocam os efeitos do colágeno suplementado em consideração. Ainda não existem resultados concretos, sendo a maioria dos estudos ainda em estágio de ponderação. Devido a isso, é necessário conversar com seu nutricionista para que este faça os exames necessários para ver a real necessidade de suplementar seu organismo com tais produtos.

Fontes alimentares de Colágeno

Mesmo sem a suplementação abordada acima, você pode adicionar colágeno ao seu cardápio com produtos que não farão mal. A gelatina é um dos principais alimentos que se ouve falar a respeito em relação à alta concentração da proteína.

A gelatina, entre os nutrientes que estão em sua composição, tem em torno de 18 aminoácidos, assim como a proteína colágeno. Ela não faz bem somente para a manutenção do colágeno no organismo, mas de outras funções que demandam por tais nutrientes. Entre os aminoácidos que a gelatina tem, nove são essenciais para o organismo, portanto auxiliando muito na nutrição do corpo.

Outras fontes de colágeno encontradas em alimentos são: Claras de ovos, carnes magras vermelhas e brancas como o filé de frango e peixes. Também em crustáceos e moluscos. Todos esses citados pela quantidade de aminoácidos que esses alimentos possuem, inclusive a lisina e prolina, fundamentais para produção de colágeno.

Exemplos de vegetais que são boas fontes de colágeno: soja, feijão-de-bico e tofu. Também em castanhas e castanhas de caju, pistache e amêndoas.

O cobre é um mineral essencial para a síntese de colágeno, veja alguns vegetais e legumes ricos em cobre: batata, abobrinha, berinjela, tomate, nabo, acelga, mostarda, espinafre, vagens, couve e aspargos. Também em sementes de girassol, gengibre, gergelim e pimenta.

A Vitamina C também ajuda a estimular a produção e manutenção do colágeno através da conversão da lisina e prolina para suas formas ativas, hidroxiprolina e hidroxilisina.

Leia também

O que avaliar ao procurar um nutricionista esportivo?

O nutricionista esportivo é um profissional fundamental para que você tenha melhores resultados em seu …

Recuperação muscular, 10 dicas para otimizá-la e ter melhores resultados!

A recuperação muscular é fundamental para que a hipertrofia aconteça e você tenha os resultados …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!