Página Inicial » Dietas e Nutrição » Cogumelo Shiitake – O que é, propriedades e benefícios para saúde

Cogumelo Shiitake – O que é, propriedades e benefícios para saúde

O Shiitake se consumido constantemente pode ser um grande aliado do coração e até prevenir o câncer. Veja a melhor forma de consumir e as contraindicações.

Cogumelo Shiitake

O shiitake é uma espécie de cogumelo comestível, sendo o segundo tipo mais consumido no mundo. O shiitake é originário do leste da Ásia, mas hoje em dia é amplamente cultivado nos países ocidentais também.

O shiitake pertence à família Marasmiaceae e à divisão Basidiomycota, que compreende a maioria das espécies comestíveis de cogumelos.

O fungo é amplamente encontrado no Japão, principalmente em florestas em cascos de troncos, já que sua função é decompor a madeira já morta.      

Ele pode ser cultivado sem grandes dificuldades dentro de troncos, e além de ser saboroso e amplamente utilizado na culinária mundial, possui inúmeros benefícios para a saúde que vão desde o fortalecimento do sistema imunológico até a prevenção de doenças.                  

Quais são as propriedades do shiitake?

O shiitake não só é utilizado na culinária como também na medicina. Ele possui diversas propriedades, sendo as principais:

  • Capacidade de reduzir a pressão arterial;
  • Redução de colesterol;
  • Fortalecimento do sistema imunológico e prevenção de doenças.

O shiitake também é capaz de prevenir e/ou reduzir cáries e de proteger o fígado contra doenças hepáticas.

O cogumelo ainda pode ser usado para restabelecer o equilíbrio da flora intestinal e combater doenças causadas por vírus e bactérias. Isso é consequência também do fortalecimento do sistema imunológico.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Alguns estudos sugerem que o shiitake é eficaz até para combater algumas causas do Mal de Alzheimer.

Composição e valores nutricionais do shiitake

O shiitake é um cogumelo muito rico em nutrientes e vitaminas. Só de proteínas, cerca de 17% da massa seca corresponde aos aminoácidos essenciais.

  • Pode substituir a carne vermelha por conta de sua alta quantidade de proteínas. É uma opção para vegetarianos;
  • Possui uma quantidade relativamente alta de fibras, que ajuda a saciar a fome;
  • Possui muito ácido fólico e bastante vitamina B9, essenciais para o bom funcionamento do sistema nervoso;
  • Rico também em Vitaminas B2 e B3;
  • Possui uma grande quantidade de selênio;
  • Zinco;
  • Manganês;
  • Cálcio;
  • Se você consumir 150 gramas de shiitake, estará suprindo 100% das necessidades diárias de Vitamina B5;

Os benefícios do shiitake

Leia abaixo 5 motivos pelos quais o shiitake faz tão bem à saúde:

1.   Prevenção ao câncer

Um dos componentes do shiitake é a lentinana. Essa substancia é responsável por fortalecer o sistema imunológico e ao mesmo tempo prevenir a formação do câncer.

Estudos têm comprovado que a lentinana pode agir de duas maneiras, através da redução da aceleração do crescimento de um tumor ou impedindo que uma metástase ocorra, espalhando o câncer por todo o organismo.

Inclusive, alguns testes em animais mostraram que a metástase foi interrompida quando os animais foram submetidos a substâncias extraídas do shiitake.

2.   É um excelente antioxidante

O shiitake é rico em antioxidantes, que têm como função combater os radicais livres. Essas moléculas altamente reativas envelhecem as células e são capazes de causar mutações que podem originar doenças como o câncer, por exemplo.

A L-ergotineína é uma substância encontrada em diversos alimentos, sendo um poderoso antioxidante. Descobriu-se há não muito tempo que o shiitake possui uma das maiores concentrações dessa substância, muito maior do que o que já havia sido encontrado em outros alimentos.

3. Previne doenças

Como visto, o shiitake previne doenças como o câncer e combate os radicais livres. Mas, além do câncer, o cogumelo também previne a hipertensão, o colesterol alto, doenças relacionadas ao coração e até o Diabetes.

O shiitake é rico em fibras, que não só ajudam a eliminar o excesso de gordura no sangue como previnem que mais gordura se acumule, dando origem a doenças como as citadas acima.

4. Faz a pessoa perder peso

O shiitake é um alimento com pouquíssimas calorias. Três xícaras do cogumelo, que equivalem a mais ou menos 200 gramas, possuem apenas 70 calorias.

O shiitake também possui carboidratos e uma boa quantidade de fibras, que ajudam a fazer a pessoa se sentir mais saciada.

Além disso, também possui uma boa quantidade de proteínas, sendo um substituto da carne para vegetarianos.

Por ser um alimento de baixo índice glicêmico, não causa picos de insulina, o que ajuda a pessoa não ganhar peso. Somando o fato de que possui muitas proteínas e fibras e poucas calorias, é um excelente alimento a ser adicionado na dieta por quem quer emagrecer.

5. Previne a formação da Trombose

A trombose se caracteriza pelo coágulo de sangue nas veias, que geralmente acontece em membros inferiores. Esse coágulo impede que o sangue flua naturalmente, e o problema maior ocorre quando esse coágulo começa a se deslocar pelo corpo, chamado de embolia.

A embolia pode ficar presa em determinadas regiões como pulmões ou cérebro, causando danos irreversíveis.

O shiitake possui lentianina, que acém de prevenir o câncer, evita que as plaquetas se acumulem, consequentemente evitando que haja formação de coágulo.

Como consumir o shiitake?

O shiitake é comumente utilizado na culinária. É possível fazer diversos pratos com o cogumelo, como saladas, sopas, risotos, estrogonofe.

Ele também pode ser utilizado no preparo de massas, sendo devidamente triturado antes do preparo. Existem alguns tipos de massa que levam o shiitake em sua composição.

É possível inclusive utilizar o próprio shiitake como matéria prima para produzir massas, que são feitas apenas com o shiitake e algum outro ingrediente para dar a liga.

Ele também pode ser consumido desidratado ou em conserva, vai depender do gosto da pessoa e de como ele será preparado.

Ele é geralmente utilizado na culinária, mas também pode ser usado para fins medicinais, como em preparo de suplementos alimentares.

Precauções e efeitos colaterais

O shiitake não deve ser consumido por pessoas que apresentem qualquer tipo de reação alérgica ao cogumelo, e também deve ser evitado por pessoas que passaram por transplante de órgãos.

O consumo também pode causar alguns efeitos colaterais, como fadiga e diarreia. Por isso é bem importante saber a procedência do cogumelo.

Algumas pessoas sentem dores de cabeça ao consumir cogumelos comestíveis, e em casos mais extremos, o consumo pode levar à ansiedade a níveis elevados. É comum também que algumas pessoas sintam uma leve tontura depois de consumir o alimento.

Para evitar os efeitos colaterais que o shiitake pode causar, bem como qualquer outra espécie de cogumelo comestível, é importante consumir a dose diária certa, sem exagerar na quantidade.

É igualmente importante saber a procedência do produto e ter a certeza de que se trata realmente de um cogumelo comestível. Existem espécies que podem confundir as pessoas por serem muito parecidas, algumas tóxicas e outras alucinógenas. Alguns cogumelos podem ser até mesmo fatais, dependendo da quantidade ingerida e de como o corpo reagirá.

Leia também => Culinária japonesa – O que comer e o que evitar para quem está de dieta

É importante também que eles estejam bem cozidos. É interessante saber também que cogumelos tóxicos não apresentam efeitos colaterais logo após o consumo. Leva algumas horas até que os efeitos comecem a surgir.

Se você consumir algum tipo de cogumelo e se sentir mal algumas horas depois, o ideal é passar por uma consulta médica para ter a certeza de que você não irá sofrer com algum tipo de intoxicação alimentar ou pior.

No mais, o shiitake é rico em vitaminas e nutrientes e pode ser muito saboroso quando bem preparado!

Leia também

O que avaliar ao procurar um nutricionista esportivo?

O nutricionista esportivo é um profissional fundamental para que você tenha melhores resultados em seu …

Recuperação muscular, 10 dicas para otimizá-la e ter melhores resultados!

A recuperação muscular é fundamental para que a hipertrofia aconteça e você tenha os resultados …

  1. Parece tão gostoso!!! vou experimentar na salada!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!