fbpx
Pesquisar

Coco – 7 benefícios da fruta e cuidados com o consumo em excesso

Atualizado em
Compartilhe:

Apesar do coco trazer muitos benefícios para saúde, seu consumo deve ser moderado para evitar alguns inconvenientes. Vejas suas propriedades, as principais dicas e formas de consumo.

Coco


PUBLICIDADE

Considerado um dos alimentos mais saudáveis do mundo, o coco é uma fruta rica em substâncias essenciais e nutritivas, que além de tudo, possui um gostinho especial e saboroso.

Ele vem do coqueiro, uma planta que pode chegar até a 30 metros de altura, sendo fantasiada em cenas de filme e desenhos animados, visto que é comum em locais tropicais.

Tem ação sobre o sistema imunológico, controle dos níveis de gordura e colesterol sanguíneos, pode agir como aliado no processo do emagrecimento, e combater diversas doenças.

Também, tornou-se uma febre entre os cardápios de dietas, e assim, vem sendo industrializada e comercializada sob diversas apresentações: leite, farinha, óleo, água de coco, e muito mais.

Existem algumas contraindicações e recomendações para o produto, que você conhecerá a seguir.

Tabela nutricional

Porção de 200ml
de água de coco

Quantidade por porção

*VD %

Valor energético 44 kcal = 188kj

2

Carboidratos

11g

4

Proteínas

0g

0

Gorduras  Totais

0g

0

Gorduras Saturadas

0g

0

Gorduras Trans

0g

**

Colesterol

0mg

0

Fibra Alimentar

0g

0

Sódio

24mg

1

Magnésio

20mg

8

Potássio

322mg

**

* % Valores Diários de referência com base em uma dieta de
200kcal ou 8400kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores,
dependendo de suas necessidades energéticas.
** VD não estabelecido

O que faz do coco um alimento saudável e especial?

1. Considerado um dos alimentos mais saudáveis do mundo

Em alguns locais é uma fruta exótica, enquanto em outros, é base da dieta. Em alguns países, o consumo de coco chega até a 60%, como nos Tokelauanos (pequena porção do Pacífico Sul), sendo considerada uma das mais saudáveis do mundo.

Isso ocorre pois é rico em propriedades antioxidantes, imunológicas, pleno funcionamento do metabolismo, e muito mais.

2. Aumenta a energia e queima de gordura

Diversos estudos comprovam a perda de peso através do consumo de coco, e principalmente, do seu óleo.

Isso ocorre devido à presença de triglicerídeos de cadeia média presentes no óleo, que pode ocasionar a perda de mais de 100 calorias diárias.

Sendo assim, o consumo da substância pode ser uma aliada na alimentação saudável, exercícios físicos, e mais uma forma de acelerar sua perda de peso.

3. O coco possui propriedades antimicrobianas

Além de ser um produto saudável, natural e que pode te ajudar a perder calorias, o coco ainda possui um mecanismo de auxílio ao sistema imune.

A sua propriedade antimicrobiana se deve à um composto chamado de ácido láurico, que sintetiza um glicerídeo chamado monolaurina. Isso age diretamente sobre vírus, bactérias e fungos, ajudando a exterminar patógenos e evitar possíveis infecções.

4. Possui diversas propriedades medicinais

Os ácidos graxos, provenientes das gorduras, podem ser tanto saturados como insaturados. Os últimos, são resultantes principalmente da industrialização de alimentos, e podem ter efeitos impactantes negativamente sobre seu corpo e saúde.

Porém, quando se fala em gorduras do coco, refere-se às saturadas: elas podem ter um efeito terapêutico sob diversos distúrbios do seu corpo. Isso contradiz os postulados de que as gorduras trazem apenas problemas cardíacos e aumentam as chances de infarto.

Sabendo que o coco tem propriedades medicinais, você tem um motivo mais para consumi-lo diariamente.

5. O coco ajuda a inibir o apetite

Outra propriedade natural e benéfica do coco foi encontrada: a de suprimir e reduzir o apetite.

Já lhe dissemos que por mecanismos fisiológicos, ele pode te ajudar a queimar calorias. Agora, você conhece mais um efeito do coco que poderá te ajudar a emagrecer muito com um alimento super saudável e saboroso.

6. O alimento tem uma ação fantástica sobre a hidratação corporal

Sabe-se que a fruta possui uma alta porcentagem de água e minerais, que ajudam a manter os níveis do seu corpo, garantindo a hidratação.

Sendo assim, o coco vem se tornando um aliado dos atletas, principalmente em treinos ou competições, onde o suor é excessivo, e pode ocasionar problemas de desidratação aos atletas.

7. Vem sendo recomendado na gravidez

A recomendação está associada com o tópico anterior: o da hidratação. Considerando que o coco pode ser um isotônico natural, e que a grávida possui 3 litros a mais de água no seu corpo, ele pode se tornar um excelente aliado.

Além de muito líquido, o coco possui em sua composição muitos eletrólitos importantes, que ajudam na manutenção do equilíbrio corporal.

Leia também => Benefícios do abacate – Aliado em dietas para emagrecer e ganhar massa muscular

O coco pode ter efeitos colaterais?

Existem sim alguns efeitos colaterais, porém eles são raríssimos, se comparados aos benefícios que o produto traz. O que acontece, é que cada organismo reage de uma forma, e assim, não é possível prever como o seu corpo reagirá.

Porém, é essencial que você esteja ciente dos possíveis efeitos colaterais, e esteja atenta a eles. É essencial que consulte um nutricionista ou médico para ter mais informações.

Aumento dos níveis de colesterol: algumas pesquisas revelaram que o consumo em excesso e rotineiro do coco pode elevar os níveis do colesterol “ruim” em nosso corpo (o LDL). Ele é responsável por formar depósitos de gordura nas veias e artérias, por isso, deve ser controlado.

Risco aumentado para hipertensão: nos tópicos anteriores, abordamos que o coco é rico em gorduras saturadas. Deve-se ter um cuidado especial, pois ao mesmo tempo que elas são benéficas, podem ser responsáveis por elevar a pressão arterial e ocasionar problemas cardíacos.

Distúrbios intestinais: também lhe dissemos que o alimento é capaz de matar inúmeros organismos vivos em nosso corpo. Porém, sabemos que no intestino vivem inúmeras bactérias benéficas, que auxiliam no processo da digestão. O coco pode matá-las, ocasionando desequilíbrio intestinal.

Diarreia: ocasionada principalmente pelo óleo de coco, e também relacionada a propriedade antimicrobiana abordada no tópico anterior.

Aumento de reações alérgicas: consumindo o alimento regularmente, você aumenta as chances de desenvolver reações alérgicas. Elas podem ser de leves a graves, variando de erupções cutâneas a até mesmo faltas de ar e vômitos.

Sabendo dos riscos que o consumo do alimento pode te expor, consulte um nutricionista para verificar a possibilidade de uso rotineiro do coco.

Contraindicações

  • Pessoas hipertensas ou com problemas renais devem evitar o consumo em excesso, já que a água de como é rica em sódio e potássio.
  • Diabéticos devem evitar o excesso de água de coco por causa da quantidade de carboidratos.

Para todos esses grupos citados, consulte antes seu médico ou nutricionista, caso queiram ingerir a água de coco diariamente.

Qual o consumo diário recomendado?

Para pessoas saudáveis e que não tenham restrições alimentares, o consumo recomendado diário por nutricionistas é de 3 copos de 200 ml. Um coco verde de tamanho normal pode conter entre 400 ml até 550 ml. Consumindo um coco por dia já pode ser o suficiente.

A  Água de coco em caixinha também pode ser uma alternativa, já que conseguem preservar bem seus valores nutricionais.

Leia também => Banana: uma ótima fonte de energia para atletas (veja todos os seus benefícios)

Onde posso encontrar o coco?

Atualmente, a indústria facilitou o consumo do coco. Essa disponibilidade em óleos, água engarrafada, e outros, facilita e incentiva o consumo do fruto.

Ele pode ser encontrado facilmente em supermercados, farmácias e lojas de conveniências, além do fruto que pode ser comprado em feiras de frutas e verduras.

Você também tem a opção de trabalhar com o coco: ao invés de comprar em feiras, mercados e lojas de produtos naturais, você mesmo poderá produzir as diversas modalidades de coco que serão abordadas a seguir.

Óleo de coco

1. Coco Branco

Consiste na forma pura do fruto, que contém diversos flavonóides: substâncias que combatem e evitam doenças cardíacas, a formação de tumores e cânceres, matam patógenos (como vírus, fungos e bactérias), e ainda ajudam na produção de enzimas pelo corpo.

Pode ser comprado em mercados e feiras, principalmente nas áreas em que são favorecidas com a sua produção.

2. Água de coco

É a modalidade preferida pelas pessoas, declarada pela sua facilidade de consumo.

Sabemos que o coco é um alimento formado majoritariamente por água. Sendo assim, possui propriedades capazes de manter a hidratação corporal, ou até mesmo repor os líquidos e eletrólitos perdidos.

Ele é considerado um isotônico natural, pois além da água, contém outros íons importantes: cálcio, manganês, magnésio, cobre, ferro, vitaminas do complexo B, A e C.

Vem sido amplamente utilizado por atletas antes e após treinos e competições. Também, é recomendado à gestantes, visto que estas estão mais suscetíveis a desidratação, e precisam fornecer líquido ao feto.

3. Óleo de coco

É uma apresentação do coco mais recente, amplamente encontrada em lojas de produtos naturais e farmácias.

Utilizada muitas vezes, para procedimentos estéticos, como hidratação dos cabelos e da pele. Também, possui efeitos medicinais, devido a propriedades que ajudam no fortalecimento do sistema imunológico.

Age diretamente sobre a tireoide, melhorando o seu funcionamento. Também, tem ação na intensificação da queima de gorduras, que pode chegar a até 100 calorias diárias, aumentando seus efeitos se aliada à uma dieta saudável e prática regular de exercícios físicos.

Leia também => Conheça os benefícios do consumo de Óleo de Coco extra virgem

Existem diversas formas e receitas para consumir o óleo de coco:

Pode ser colocado no café.

Quando exposto a altas temperaturas (no cozimento), mantém sua estrutura química e continua tendo os mesmos efeitos: assim, pode utilizá-lo no arroz.

Pode ser consumido com saladas e sucos.

Pode substituir o habitual óleo de girassol, a manteiga e o azeite.

4. Leite de coco

O leite de coco é uma das formas mais íntegras e ricas em benefícios e nutrientes:

  • Contém diversas vitaminas, minerais e eletrólitos;
  • Contém ácidos graxos, que atuam como agentes antimicrobianos, evitando infecções por vírus, fungos e bactérias.
  • Age estimulando o sistema imunológico.

Além disso, é uma alternativa as modernas dietas vegetarianas e veganas, e também pode ser utilizado por intolerantes à lactose, visto que é um alimento de origem exclusivamente vegetal.

Ainda, da mesma forma que o óleo de coco, pode ser utilizado em inúmeros pratos e receitas, oferecendo um toque e sabor especial à estes.

5. Farinha de coco

A farinha de coco é obtida da polpa do coco, sendo também, um alimento puramente natural e muito saudável. Ela pode ser encontrada em mercados, lojas de produtos naturais, ou feita por você mesmo.

Ela preserva todos os nutrientes e compostos nutritivos presentes no fruto, sem os inconvenientes causados pela maior quantidade de gordura contida na forma natural da fruta. Ele também pode ser usada tranquilamente por vegetarianos e intolerantes à lactose: vem sendo uma alternativa no mercado para estas pessoas.

Ela pode ter inúmeros benefícios sobre o seu corpo:

  • Melhora o funcionamento do intestino: devido a presença de fibras;
  • Diminui os níveis de colesterol;
  • Pode acelerar o metabolismo: tornando-se uma aliada no processo de emagrecimento;
  • É útil em várias receitas, e em muitos casos pode tranquilamente substituir a farinha “branca”.

Além de todas as vantagens medicinais que lhe trouxemos, ela pode substituir a farinha comum. Sendo assim, pode ser utilizada na confecção de bolos e bolachas, e muito mais.

Referências:
CARVALHO J. M. C.; MAIA G. A., SOUZA P. H. M.; MAIA G. A. J. Água-de-coco: Propriedades nutricionais, funcionais e processamento. Ciências agropecuárias, vol. 27 n. 3,pág437-452, jul/set 2006.
KHAN, M. N.; MUTI-UR-REHMAN; KHAN, K. W. A study of chemical composition of Cocos nucifera L. (coconut) water and its usefulness as rehydration fluid. Pakistan Journal of Botany, Karachi, v.35, n.5, p.925-930, 2003.

4
Deixe um comentário

avatar
4 Tópicos de comentários
0 Respostas do Tópico
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Tópico de comentário mais em alta
4 Autores de comentários
MarcolourdesValériaPedro Ferreira Pessoa Autores de comentários recentes
  Inscrever-se  
Mais recente Mais antigo Mais votado
Notificação de
Marco
Visitante
Marco

Água de Coco de caixinha não presta, tem muito conservante.!!!!!

lourdes
Visitante
lourdes

perguntei que quantidade de polpa de coco fresco posso ingerir por dia mas nao consegi a resposta.

Valéria
Visitante
Valéria

Gostei muito da reportagem a respeito dos benefícios e contra indicações do coco (fruta). Esclarecedor e de fácil entendimento. Obrigada.

Pedro Ferreira Pessoa
Visitante
Pedro Ferreira Pessoa

Eu uso muita fruta em minha alimentação especialmente cocos , laranjas e abacaxi; milho em todas as suas formas Geralmente com coco. Alem de feijão e arroz, batata doce e aipim, outras frutas esporadicamente .80 anos muito sadio graças a Deus e minha alimentação .