fbpx
Página Inicial » Dietas e Nutrição » A importância da Biodisponibilidade em sua Dieta!
Biodisponibilidade

A importância da Biodisponibilidade em sua Dieta!

A biodisponibilidade é uma das bases para a construção de uma boa dieta. Ela está intimamente ligada aos resultados que sua alimentação proporciona.

Nutrição humana é um tema altamente complexo. A forma como os micro e macronutrientes se inter-relacionam e produzem os efeitos esperados é altamente complexo. Neste sentido, a biodisponibilidade é a base para a construção de uma boa dieta.

O que é biodisponibilidade dos alimentos?

Basicamente, a biodisponibilidade é a quantidade de nutrientes que conseguimos absorver dos alimentos que são ingeridos através da dieta.

Sim, você não absorve 100% de tudo o que come. Em alguns casos, esta quantidade de nutrientes absorvidos cai bastante, dependendo da qualidade dos alimentos e da forma como eles são ingeridos.

Desta maneira, precisamos buscar a inter-relação entre os nutrientes, para que não haja qualquer queda de absorção. Isso, para a hipertrofia, por exemplo, é fundamental.

Imagine que você tem como necessidade diária, 200 gramas de proteínas. Porém, você ingere alimentos que possuem proteínas, mas com baixa biodisponibilidade. Você até ingere as quantidades necessárias, mas seu corpo absorve menos do que deveria.

Com isso, sua dieta acaba não dando o suporte que você precisa.

Biodisponibilidade das proteínas

Dentre os macronutrientes, as proteínas são os que mais a biodisponibilidade afeta. É possível ingerir quantidades corretas de proteínas, mas ter baixa absorção.

Basicamente, temos nas proteínas uma absorção lenta ou rápida. Esta diferença depende do grau de hidrólise que o alimento apresenta. Quanto maior a hidrólise, mais rápida será a absorção. Esta hidrólise, está ligada a solubilidade das proteínas.

As proteínas de lenta digestão, como a caseína, forma coágulos no estomago, o que retarda a absorção intestinal. Isso vai fazer com que seu corpo fique mais tempo absorvendo estas proteínas.

Leia também => Macronutrientes e Micronutrientes: O que são, sua importância na dieta e melhores fontes

Além disso, a biodisponibilidade das proteínas ainda está ligada a concentração de nitrogênio, processo de absorção e presença dos aminoácidos essenciais.

Como nosso corpo se adapta a diferentes cenários, quanto mais proteínas de qualidade você comer, quanto mais treinar, maior será o processo de absorção.

Isso porque o organismo precisa dos aminoácidos para seu funcionamento correto. Assim, quando ingerimos alimentos ricos em aminoácidos, o processo de absorção é mais intenso.

E no fim das contas, o que isso impacta em sua dieta? Simples, você precisa comer proteínas de boa qualidade. Já falei sobre as proteínas de alto valor biológico, neste artigo (Proteínas de alto valor biológico, fundamentais para ganhar massa muscular).

Basicamente, sua dieta precisa ser rica em proteínas de alto valor biológico, para que você tenha melhores resultados. Além disso, a ingestão precisa estar bem distribuída, para que o processo de absorção seja constante.

Absorção dos carboidratos

Pouco se fala na biodisponibilidade dos carboidratos, e no geral, a principal classificação que engloba a biodisponibilidade, está ligada ao tempo de absorção.

Neste caso, temos os carboidratos simples e complexos. Os simples, são absorvidos rapidamente e caso as reservas de glicose estejam “cheias”, ele é convertido em gordura.

Já os carboidratos complexos têm de passar por um processo de digestão mais lento e com mais processos.

Desta maneira, ele leva muito mais tempo para ser absorvido. Como estamos constantemente utilizando glicogênio e glicose para nossas atividades diárias, acaba que ele tem uma conversão em gordura muito menor.

Biodisponibilidade de micronutrientes

Este é sem sombra de dúvidas, o ponto mais complexo. Afinal, um micronutriente (vitaminas e minerais) pode interferir diretamente na absorção de outro.

Por exemplo, se na mesma refeição tivermos alimentos que são ricos em cálcio e ferro, temos uma redução na absorção. Isso porque um acaba interferindo na absorção do outro.

Alimentos ricos em fibras, por exemplo, podem interferir a absorção do cálcio. Ou seja, há relação altamente complexas neste ponto.

Da mesma forma, a ingestão de macronutrientes, feita de forma errada, pode atrapalhar a biodisponibilidade de certos micronutrientes.

Outro ponto que deve ser levado em conta, é que algumas vitaminas por exemplo, são hidrossolúveis. Portanto, caso não haja uma ingestão de água em quantidades adequadas, a sua absorção acaba sendo fortemente prejudicada.

Biodisponibilidade é altamente complexo, o que faço?

Aqui é o momento onde blogueiras (os) e “experts” sem formação na área não podem te ajudar. Somente com a ajuda de um bom profissional, formado em nutrição, é que você pode ter uma dieta que leve em conta todos estes aspectos.

Leia também => O que avaliar ao procurar um nutricionista esportivo?

Não há uma fórmula pronta aqui. Cada caso precisa ser analisado de acordo com suas individualidades. Alimentação humana é algo altamente complexo e que está intimamente ligado a melhora da saúde ou ao aparecimento de doenças. Por isso, um profissional que se dedica a estudar esta relação, tem tanta importância.

Não fique tentando encontrar respostas prontas. A ajuda de um profissional pode ser de grande valia para você e melhorar sua saúde e seus resultados nos treinos.

Bons treinos!

A importância da Biodisponibilidade em sua Dieta!
5 (100%) 1 vote

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de