Página Inicial » Frutas » Benefícios da melancia: aliada na hipertrofia ainda controla a pressão arterial

Benefícios da melancia: aliada na hipertrofia ainda controla a pressão arterial

Conheça todos os benefícios da melancia. Se ela engorda ou emagrece, suas propriedades e consumo recomendado.

melancia benefícios

As frutas são alimentos de extrema importância para o nosso cardápio. São o tipo de carboidrato saudável, cheio de fibras e repletas de vitaminas. A melancia está entre as frutas mais populares no Brasil. Além do seu baixo custo, ela é ótima para consumir no nosso clima tropical, pois hidrata e tem um sabor adocicado. Tudo dela pode ser aproveitado: a polpa é excelente para consumir na forma que se apresenta ou na preparação de sucos; já a casca é ótima para fazer doces e ainda ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo.

Composição da melancia

Essa fruta é repleta de benefícios para a saúde. Ela é rica em magnésio, ferro, zinco, cálcio e potássio. É composta de 90% de água e 5% de açúcar e ainda contém vitamina C que melhora o funcionamento do sistema imune e vitamina A, boa para a visão como um todo. Também se faz presente a vitamina B6, conhecida como piridoxina, agindo diretamente no sistema nervoso e na geração de energia para o corpo.

A melancia é pouco calórica, pois em 100 g ela só oferece 30 calorias. Outro nutriente muito importante que podemos encontrar na fruta é o licopeno. Ele é um antioxidante e como tal ajuda a retardar o envelhecimento celular e na prevenção do câncer. Com todos esses nutrientes fica evidente que ela é cheia de benefícios, dos quais falaremos a seguir.

Benefícios da melancia

Prevenção de doenças renais: obviamente, a melancia auxilia no bom funcionamento do sistema renal pelo fato de ter grande quantidade de água. Outra substância presente na melancia que auxilia os ruins a funcionar é o potássio. Esse mineral é muito útil quando se trata de desintoxicar os fluidos que chegam aos rins e assim, evitam a formação de cálculos renais.

Regula a pressão arterial: os carotenoides presentes na melancia ajudam a reduzir a formação de placas nas paredes das artérias, o que ajuda na redução da pressão arterial. Além disso, a vitamina C, o betacaroteno e o licopeno presentes na fruta reduzem os níveis de LDL (colesterol ruim), o que também reduz o acúmulo de gordura nos vasos sanguíneos.

Amiga dos diabéticos: a melancia pode ser consumida por quem é portador do diabetes. Isso porque ela tem um teor de açúcar muito baixo e é cheio de nutrientes. Assim, o custo-benefício vale a pena. Uma substância presente nela chamada de arginina, um aminácido, ajuda a controlar a liberação de insulina no sangue, evitando altas taxas desse hormônio. Minerais como o magnésio e o potássio também se mostraram eficientes ao controlar o metabolismo da insulina.

Porque melancia ajuda na musculação?

A melancia contém um aminoácido não codificado, ou seja, ele não pode ser usado diretamente pelo nosso corpo. O nome dessa substância é citrulina. Ela é convertida em arginina e então, já está pronta para ajudar na formação muscular. O principal benefício da citrulina é conseguir reduzir a fadiga muscular, dessa forma melhora a performance durante a atividade física, aumentando a resistência, fazendo treino render mais.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Leia também: L-Arginina: Para que serve, efeitos e como tomar

Algumas pessoas podem ter alergia ou desenvolver algum tipo de intolerância a esse aminoácido. A quantidade diária recomendada é de 3000 mg, mas esse número pode variar, pois depende do ritmo de vida de cada um. A citrulina é encontrada principalmente na casca e nas sementes da fruta.

Poder afrodisíaco
A citrulina consegue também trazer outros benefícios quando se trata da nossa vida sexual. Como já foi dito, ela é convertida em arginina, que por sua vez, é precursora do óxido nítrico. Este, consegue aumentar o relaxamento muscular através da vasodilatação. Não por acaso que essa substância está presente na composição do viagra. Porém, nem toda citrulina ingerida é transformada em arginina, e nem toda arginina é usada para a síntese de óxido nítrico. Tudo vai depender das necessidades do organismo.

Melancia engorda?

A melancia é uma das frutas menos calóricas e o seu sabor adocicado está associado à frutose, um açúcar encontrado nas frutas. Quando ingerimos melancia temos a sensação de estar com a barriga lotada, muito cheia, mas essa sensação se deve a grande quantidade de água que a fruta possui. Como ela tem uma grande quantidade de fibras, não se forma o pico de insulina e o açúcar não é armazenado em forma de gordura como fonte de energia. Mas é claro que se for consumida em excesso, parte da frutose pode se acumular, engordando. Isso cabe para qualquer fruta ou alimento, por mais saudável que seja. Tudo em excesso é sobra.

Como consumir
A melancia pode ser consumida em sua forma natural, na forma de suco, misturada com outras frutas, numa salada no almoço, como sobremesa, entre outras opções. A semente também pode ser consumida como aperitivo depois de ser torrada ou então, pode ser feito o chá da semente de melancia. Basta deixar desidratando no sol de um dia para o outro ou levar ao forno. Faça uma infusão normal, colocando a água para ferver e só então, desligue o fogo, adicione as sementes e abafe com uma tampa. Você deve usar a proporção de 2 colheres de sopa de semente para meio litro de água.

Sobre Calila Galvao

Leia também

Suco de uva integral emagrece? Veja todos os seus benefícios e propriedades

O suco de uva integral se consumido moderadamente pode ser um aliado do emagrecimento, além …

Tamarindo: Todos os seus benefícios, propriedades e como consumir

Por ser rico em ferro o tamarindo é um forte aliado contra a anemia, além …

  1. Olá! Apenas uma pequena correção quanto a desidratação das sementes, a luz solar altera as propriedades de sementes e folhas, o ideal é secá-las ao abrigo da luz solar num local arejado e seco, como numa varanda por exemplo.

  2. Olá. Tenho uma dúvida. Todas as fontes que pesquiso mostram a melancia como um alimento de alto índice glicêmico, mas o seu texto fornece características de um alimento de baixo índice glicêmico (rico em fibras e absorção lenta).

    Então, a melancia tem índice glicêmico alto ou baixo?

    Grato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!