Página Inicial » Fitness » Aplicativos fitness e seus riscos!

Aplicativos fitness e seus riscos!

A crescente onda dos aplicativos fitness fez com que muitas pessoas passassem a utilizá-los de maneira indiscriminada! Veja mais neste artigo sobre seus riscos!

Aplicativos fitness e seus riscos

Houve um tempo em que as pessoas copiavam os treinos de revistas de nicho, as fitness. Como estas perderam espaço com a chegada da internet, foram as blogueiras e blogueiros que passaram a ditas as “modas” deste mercado. Agora, a onda são os aplicativos fitness. Na essência, todos partem do mesmo princípio: ganhar dinheiro com as grandes massas! Confesso que destes apresentados, os aplicativos fitness ainda são os menos contraproducentes, mas mesmo assim, apresentam milhares de problemas.

Hoje temos diversas opções no mercado, para os mais diversos segmentos e objetivos. Todos eles partem de um mesmo principio: oferecer “treinos” rápidos e fáceis as pessoas. Mas é aí que mora o perigo!

Aplicativos fitness, por que você deve tomar cuidado?

Pensando em termos de população no geral, temos um quadro bastante parecido: pessoas com pouco tempo, sem paciência para academias e que querem bons resultados. Guardadas as devidas proporções, temos aqui um perfil geral destas pessoas. Agora, pegue as informações que já te mostrei aqui, referentes aos treinos intensos (Treino HIIT – Um dos mais eficientes métodos de queima de gordura). Agora, temos um quadro bastante complexo, onde muitos profissionais se aproveitam destas informações, para vender uma fórmula rápida e “segura” para atingir determinados objetivos.

O que é evidente nos aplicativos fitness é que eles geralmente não apresentam erros conceituais. Eles usam treinos intensos e rápidos, usando movimentos multiarticulares e grandes músculos. Principalmente em termos de emagrecimento, isso é o que mais usamos atualmente (mas não é via de regra para qualquer um).

O problema é que não bastam conceitos para que você tenha bons resultados. Existem uma série de variáveis que devem ser levadas em conta para que seu treino seja de fato efetivo! As famosas variáveis envolvidas em seus treinos. Se elas não forem levadas em conta, você até tem bons resultados no início, mas os riscos envolvidos não valem o custo-benefício.

Além disso, temos outro ponto a ser destacado. Nenhum aplicativo mostra benefícios de pessoas bem treinadas. Eles sempre se usam de sedentários ou inativos, para mostrar seus resultados. Sabe o porquê disso?  Este público é o que apresenta os resultados mais rápidos e de maneira mais facilitada. Quando vir algum “método revolucionário” feito com este público, fique sempre com um pé atrás!

Veja agora alguns pontos a serem levados em conta antes de usar os aplicativos fitness!

Aplicativos fitness, limitações que podem comprometer seus resultados!

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

De maneira geral, eu não tenho nada contra quem usa ou desenvolve estes aplicativos. Minha preocupação sempre foi com as pessoas que tem limitações, problemas em geral, e podem acabar se machucando com a utilização de tais aplicativos. Também quero ressaltar que meu foco aqui é a utilização de aplicativos que prescrevem treinos.

É muito importante que você saiba que existem milhares de limitações nestes aplicativos, pois eles são gerados por códigos de programação (algoritmo) e que não leva em conta uma série de fatores. Veja agora os principais pontos fracos dos aplicativos fitness:

1. Nada de individualidade biológica:
Este é talvez o problema mais evidente dos aplicativos fitness. Para ilustrar melhor, imagine o seguinte: você é uma pessoa sem problemas de saúde, que não sofre com o peso, mas que quer melhorar sua definição muscular. Então, você baixa um destes aplicativos e resolve começar a treinar. Um dos movimentos mais comuns que estes possuem é o agachamento livre. Só que você não sabe que sofre de um quadro chamado de espandilolistese, que é um escorregamento das vértebras sobre as capsulas articulares. Ao realizar o agachamento, seu quadril entra em retroversão e com o tempo, você desenvolve uma hérnia de disco. Sabe por que isso aconteceu? Por que sua individualidade não foi respeitada!

Estes aplicativos até podem te ajudar com a escolha dos exercícios, mas não saberão identificar padrões alterados de movimento e muito menos, como corrigi-los. Com isso é muito provável que você tenha problemas articulares, devido a execuções falhas. Existem milhares de exemplos como este, que podem contemplar a maneira como estes aplicativos podem ser prejudiciais para sua saúde em longo prazo. Mas para não tornar o texto maçante, falei apenas deste. O que fica claro é que sem um treino adequado, sua saúde estará prejudicada.

2. Progressão das cargas
Quando as pessoas montam um aplicativo para estar montando treinos, não é possível usar uma quantificação de cargas adequada. Sabe por que? Pela falta de objetividade nos treinos. Imagine o seguinte, o aplicativo é feito para um grande público, sendo que ali no meio temos pessoas com mais e menos força, resistência, potência e flexibilidade. Não existem maneiras de que um algoritmo consiga levar tudo isso em conta, para que o aplicativo monte um treino adequado. Com isso, os treinos acabam se tornando ineficazes dentro de pouco tempo, pois não há a progressão das cargas.

3. Exercícios generalistas demais
Este ponto complementa o item 1. Imagine que você tenha uma pequena atrofia nos músculos da região lombar. Como um treino composto por exercícios generalistas pode te ajudar com isso? Ele provavelmente não vai levar isso em conta e usar apenas exercícios generalistas. Com isso, os desequilíbrios musculares aumentam e você, tem muito menos resultados!

4. Falta de planejamento
Não que os aplicativos fitness não tenham uma sequência de cargas, mas o planejamento não é personificado. Agora imagine se uma pessoa de 20 anos, saudável e com a saúde em dia vai ter o mesmo desenvolvimento de uma pessoa sedentária, de 45 anos e com vários problemas de saúde? É lógico que não! Por isso, por mais que os criadores aleguem que há um planejamento, ele não é personificado!

Enfim, a escolha é sua, mas no geral, estes aplicativos fitness que montam treinos não são nem um pouco indicados. Exercício é coisa séria, precisa de personalização e qualidade. Caso contrário, não haverá a menor chance de você conseguir resultados satisfatórios e sustentáveis em longo prazo. Não deixe sua saúde na mão de qualquer um! Bons treinos!

Leia também

6 elementos de um bom treino de flexibilidade

Um treino de flexibilidade precisa ser pensado em seu sentido mais amplo. Veja neste artigo …

Você faz aula de Step? Cuidado com as lesões

Uma modalidade de ginástica em grupo que teve muitos adeptos, principalmente nos anos 90 e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!