fbpx
Pesquisar

18 Alimentos que Aceleram o Metabolismo para Emagrecer

Atualizado em
Compartilhe:

Seu objetivo agora é emagrecer ou definir a musculatura? Se a resposta for “sim”, esse artigo vai te interessar. Veja uma série de alimentos que possuem efeitos termogênico ou que aceleram o metabolismo e ajudam na queima de gordura.

alimentos que aceleram o metabolismo emagrecem

É inegável: quem quer emagrecer, quando começa a pesquisar sobre o que fazer, vê que ajustar a sua alimentação é o primeiro passo. Dentro deste cenário, existem comidas que estimulam o corpo a queimar mais gordura.

É o caso dos alimentos que aceleram o metabolismo, ideais para aqueles que desejam perder peso.

De modo geral, ao ingeri-los, o corpo passa a agir de outra forma na sua relação com a energia e a gordura, utilizando mais dela.

O que é metabolismo?


PUBLICIDADE

Antes de entender o porquê do metabolismo emagrecer, temos de compreender exatamente o que ele é.

Afinal, é um processo natural do corpo humano, que está em ação a todo tempo, especialmente quando nos alimentamos.

De modo bastante resumido, é possível começar dizendo que metabolismo em seres vivos significa qualquer conjunto de transformação de substâncias químicas. Isto ocorre a partir de diversas reações no organismo.

Mais especificamente sobre o metabolismo que ocorre ao nos alimentarmos, ele é um processo que ocorre na transformação das substâncias presentes nos alimentos em energia. Esta energia, é claro, é vital para qualquer ação do corpo.

As células dos organismos vivos precisam desta energia, basicamente convertida em glicose, para efetuar todos os seus processos.

Quanto mais ativo o corpo for, há também maior queima de energia – daí porque, por exemplo, a pratica de exercícios ajuda a emagrecer.

Isto significa que tudo necessita de energia para que esteja em funcionamento.

Desde as atividades mais ativas, como os esportes, até simplesmente não fazer nada, queima energia, uma vez que a simples prática de respirar já realiza este processo.

Por isso, tudo aquilo que comemos possui calorias, convertidas nos macronutrientes (carboidratos, gorduras e proteínas) e dos micronutrientes.

Ao realizarmos esta ingestão, tudo é combinado com oxigênio, liberando a energia que nos é tão importante.

Neste caso, o metabolismo cria matérias mais complexas tendo como origem moléculas dos alimentos.

O catabolismo produz grandes quantidades energéticas a partir da decomposição da matéria orgânica (complexa). Já o anabolismo faz o mesmo a partir de matérias mais simples.

Quando há um equilíbrio entre os processos de anabolismo e catabolismo, diz-se então que há homeostase ou equilíbrio dinâmico.

Quando o primeiro ocorre em maior quantidade, há um ganho de massa. No caso inverso, por outro lado, há uma perda de massa, nem sempre saudável.

Em função de tudo isto que tem sido dito, que podemos resumir dizendo que existem atividades que gastam mais energia e, portanto, tem um metabolismo maior ou mais acelerado.

Alguns alimentos em particular e a prática regular de exercícios físicos são alguns destes exemplos.

Leia também:

Os 11 Melhores Termogênicos Naturais

Por que o metabolismo ajuda a emagrecer?

Como vimos até aqui, o metabolismo é um processo natural do corpo de seres vivos.

Este processo executa a transformação química da matéria em energia (também chamada de ATP), que é necessária para o organismo efetuar suas funções mais básicas.

Ao efetuarmos a alimentação, então, boa parte do que foi comido transforma-se em energia.

Como dissemos, a grosso modo isto é feito na forma de glicose, por exemplo. Quem é criado para transportá-la às células é, então, a insulina, hormônio secretado no pâncreas.

Provavelmente você já ouviu falar que, para entender se irá engordar ou emagrecer, deve fazer uma conta simples.

Quantas calorias você ganha em relação ao que você perde? Come mais ou gasta mais calorias?

É exatamente aqui que esse processo influencia. Quando comemos mais calorias do que perdemos, então o corpo irá armazenar a energia proveniente delas, a partir destes processos que temos dito, em algum lugar, para utilizar mais tarde. É a reserva energética.

Esta reserva energética é feita sob a forma de gordura, normalmente localizada na região do abdômen.

Daí surge a indesejada barriguinha, que é tão mal vista e que a maioria das pessoas deseja eliminar.

Por isto, para eliminar esta gordura, há que se fazer algumas coisas, entre as quais alterar o metabolismo.

Um metabolismo mais acelerado, consome mais energia do que o habitual, potencializando este processo de emagrecimento.

Naturalmente, o próprio metabolismo já é diferente de pessoa para pessoa. Isto muda conforme uma série de condições.

Podemos citar a genética, a idade, o sexo e a própria composição do corpo.

Homens costumam ter um metabolismo mais acentuado por natureza, em função da sua massa muscular, que é maior.

Até uma certa idade, pelos 30 anos, ele também tende a ser mais acelerado. Quem tem metabolismo acelerado, emagrece com maior facilidade.

No entanto, é possível induzir este processo a partir de ações como a alimentação e a prática de atividade física.

Um maior metabolismo é proveniente de uma atividade dita termogênica, que, resumidamente, é a alteração da temperatura.

Uma vez que aumentamos a temperatura corporal, então há um gasto energético maior, proveniente disto.

Então, com o corpo consumindo mais energia neste processo metabólico, há uma perda de peso acentuada.

18 alimentos que aceleram o metabolismo

Desse modo, é possível dizer que há alimentos que atuam acelerando o metabolismo, como temos dito.

É inegável que não basta adequar a alimentação, como também é preciso praticar exercícios com constância para emagrecer. No entanto, compreender o que devemos comer é de vital relevância.

1. Chá verde

O chá verde é muito comum em países asiáticos, mas também tem ganhado espaço no Ocidente e é bem fácil de encontrá-lo no Brasil.

substâncias como a cafeína e os flavonoides, presentes no chá verde, aceleram o metabolismo naturalmente. Pode consumir à vontade, só não durante as refeições.

2. Gengibre

O gengibre tem muitos benefícios à saúde, inclusive para o processo digestivo e para os intestinos. Na questão metabólica, ele tem elementos como o 6-gingerol e o 8-gingerol, que também são termogênicos e dão saciedade.

3. Brócolis

Dentre os vários benefícios do brócolis, um que ele se destaca também é por ser rico em vitamina C e cálcio. Esses dois nutrientes exercem papel importante no metabolismo energético. A vitamina C é responsável por ajudar o corpo a absorver mais cálcio dos alimentos, e o cálcio e acaba favorecendo a queima de gordura.

O brócolis também é rico em sulforafano e antioxidantes, o primeiro é um componente que tem ação antitumorais e que ainda reduz a adipogênese, um processo 

4. Vinagre de maçã

Este produto é rico em substâncias antioxidantes, as quais também auxiliam neste processo do metabolismo. Além disso, tem outros benefícios correlatos, como a diminuição da retenção de líquidos e a redução do apetite.

5. Café

A substância mais básica do café é a cafeína. E ela tem uma atuação metabólica termogênica. Consuma com moderação, em função dos efeitos nocivos para o corpo se consumido em excesso.

6. Guaraná

Assim como o café, o guaraná também contém a cafeína, por isto possui a mesma ação. Para consumi-lo, basta adicionar em chás em geral ou em sucos verdes, de uma a duas colheres diárias.

7. Canela

Presente em todas as listas de alimentos termogênicos, a canela é um dos mais conhecidos. Sua ação antioxidante também faz com que o corpo gaste energia mais rapidamente. Adicione para temperar seus chás e sucos.

8. Pimenta

Talvez o mais famoso dos alimentos termogênicos, a pimenta possui uma propriedade denominada capsaicina.

Ela, de fato, faz o corpo queimar suas reservas energéticas em maior quantidade e com maior velocidade. Até 3g diárias são adequadas, e quanto mais ardida, mais capsaicina tem.

9. Abacate

Embora haja uma certa controvérsia sobre o uso do abacate em dietas, ele pode sim fazer parte do cardápio. Moderadamente, ele influencia positivamente no metabolismo e tem outros benefícios à saúde.

As gorduras monoinsaturadas do abacate ajudam a diminuir a secreção de hormônios que aumentar o acúmulo de gordura, como a insulina e o cortisol, além de estimular a produção do hormônio do crescimento, o GH, hormônio esse não só acelera a queima de gordura, como ainda contribui para o ganho de massa muscular. Isso acontece também com a categoria de alimentos abaixo:

10. Oleaginosas

A família das oleaginosas também são ricas em gorduras boas e que desempenham funções que ajudam no emagrecimento através da saciedade e as questões hormonais que falamos agora pouco no abacate.

Alguns exemplos de oleaginosas são: amêndoas, amendoim, nozes, castanha de caju, avelã e algumas sementes como de linhaça, abobora, gergelim e girassol. Veja outras fontes de oleaginosas e seu consumo recomendado.

11. Aveia

Muito presente em cafés da manhã, 30 gramas de aveia é o suficiente para acelerar o processo metabólico. Além disso, ela dá saciedade.

12. Óleo de coco

Além de acelerar o metabolismo, o óleo de coco possui gorduras consideradas boas. Em certa medida, elas são necessárias para o corpo funcionar bem.

13. Clara do ovo

A albumina presente na clara do ovo, é uma proteína de lenta absorção e que ajuda a promover maior saciedade e acaba controlando o apetite.

Um dos aminoácidos presentes no ovo, a Leucina, que faz parte da cadeia ramificada de aminoácidos (BCAA), ajuda a estimular a síntese proteica e no controle da liberação de insulina no pâncreas. Todos os fatores contribuem para emagrecimento.

14. Couve

A couve tem fibras, clorofila, um papel desintoxicante importante e ainda acelera o metabolismo. Excelente ingrediente para receitas de sucos verdes.

15. Iogurte light

Os derivados do leite costumam acelerar o metabolismo. Para quem está de dieta, uma boa opção é o iogurte light, fácil de encontrar e que também é fonte de nutrientes.

16. Salmão

Boa parte dos vários benefícios do salmão à saúde estão ligados à presença de ômega 3, gordura boa. Ele também acelera o metabolismo e também induz a leptina, que dá saciedade.

17. Lentilha

Rica em ferro e em vitamina B6, a lentilha também possui propriedades antioxidantes de caráter termogênico.

18. Hibisco

Outro produto que é normalmente feito na forma de chá é o hibisco. Ele também aumenta a temperatura corporal e favorece a aceleração do metabolismo. Uma quantidade de 3 xícaras diárias é o suficiente.

Sobre Equipe Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte. Conheça a equipe principal do Treino Mestre clicando aqui.

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever-se  
Notificação de