Página Inicial » Treinos » Funcional » 3 Benefícios do Pilates para quem faz musculação

3 Benefícios do Pilates para quem faz musculação

Muitos praticantes de musculação não conhecem os benefícios do Pilates para melhorar seu desempenho e físico. Veja mais neste artigo como a integração das duas atividades.

Não basta apenas deslocar ferro para ter um corpo legal e simétrico. Cada vez mais as pessoas vem enxergando que precisam antes de tudo, de melhora da funcionalidade. Não basta desenvolver apenas a força ou a resistência específica, pois chega um momento em que a falta de desenvolvimento de outras qualidades físicas vai fazer com que o desenvolvimento fique estagnado. E para isso, o Pilates empregado como auxiliar da musculação pode ser de grande valia, desde que bem aplicado.
3 Benefícios do Pilates para quem faz musculação

Basicamente, o Pilates pode ajudar a trabalhar com algumas especificidades que a musculação não é tão atuante. Por isso tudo que a correta integração destas duas modalidades de exercício físico é tão benéfica. Mas é muito importante que isto seja feito de uma maneira correta e focada nos resultados. Veja como deve ser isso!

Pilates melhorando seu treino de musculação

O Pilates tem várias características, como a melhora da flexibilidade, da consciência corporal, da coordenação motora e do tônus muscular. Basicamente, quando o Pilates é integrado a um programa de musculação, ele passa a ter objetivos ainda mais específicos. Para que isso seja feito, seu treinador precisa avaliar seu caso, o que você precisa melhorar e em que parte de seu treino o Pilates será mais efetivo.

Leia também: Fortalecimento abdominal com o Pilates

Tendo em vista o que vejo diariamente na maioria das pessoas que frequentam a academia, vou mostrar alguns dos aspectos mais comuns que o Pilates ajuda a melhorar na prática da musculação:

1° Postura:
Muitas pessoas tem uma má postura que é resultado de falta de fortalecimento e de consciência corporal. Quando unimos o Pilates e a musculação, além de fortalecer todo o CORE, ainda temos uma melhora substancial da consciência corporal. Com isso, sua postura vai melhorar consideravelmente e você terá melhores resultados na musculação, pois os exercícios serão mais intensos e específicos.

2° Melhora da flexibilidade:
Juntamente com o item anterior, o Pilates ajuda bastante neste quesito. A grande maioria das pessoas tem problemas de encurtamentos, que passam despercebidos no dia a dia, já que isso só é de fato sentido, quando somos submetidos a exercícios que exijam mais flexibilidade. O Pilates melhora muito a flexibilidade, principalmente de toda a cadeia posterior, que na grande maioria dos casos, é o principal ponto de encurtamento muscular das pessoas. Com isso, será possível realizar exercícios em maiores amplitudes e obter melhores resultados.

3° Aumento da consciência corporal:
Confesso que até o dia que fiz minha primeira aula de Pilates, achava que ele era muito fácil. Mesmo praticando musculação, um dia depois do Pilates senti dores em músculos que jamais havia sentido. Com a prática constante, temos uma melhora de todo o processo proprioceptivo de nosso corpo, que vai resultar em uma melhora da consciência corporal. Assim, quando você for treinar, conseguirá concentrar muito mais estímulos na musculatura alvo e melhorar consideravelmente a qualidade de seu treino.

O TEXTO CONTINUA APÓS ESSA PUBLICIDADE!

Existem muitos outros benefícios, mas somente estes 3 já são mais do que suficientes para defender a ideia de que o Pilates é muito bom como complemento de seu treino de musculação.

Leia também: Conheça o Pilates e seus benefícios

Porém, o acompanhamento de um bom profissional é fundamental. Mais do que apenas intercalar as atividades, se faz necessário um bom estudo das cargas de treinamento, para que o Pilates não interfira negativamente em seu treino de musculação e para que ele tenha melhores efeitos. Por isso, um planejamento é fundamental.

Além disso, nem todas as pessoas tem a necessidade da prática de Pilates, para complementar a musculação. Mas na maioria dos casos, após uma boa avaliação, fica visível que o Pilates ajuda e muito, quando feito de acordo com este objetivo. Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.
CREF: 22643-G/SC

Leia também

Você sabe o que é Treinamento Funcional? Conheça agora os exercícios mais efetivos

O treino funcional é um conceito que é novo para a grande população, mas que …

Vamos falar sobre liberação miofascial e desempenho físico?

Veja o que os estudos mostraram a respeito das duas principais técnicas usadas para liberação …

  1. Obrigado por compartilhar essa experiência, certamente você está certo em sua afirmação – Pilates com musculação um bom casamento – E quanto a combinação musculação e natação, alcançaria também os resultados da musculação com pilates? Certamente seria interessante a combinação dos três, mas haja tempo para isso.

  2. FABIANA PADILHA RAHMEIER

    Olá.
    Pratico musculação há dois anos. Estou com alguns problemas posturais (cifose) e indicaram para eu fazer Pilates. Na minha academia tem aulas de mat Pilates e pensei em começar, porém não quero deixar de fazer minha musculação diariamente. Minha dúvida é: posso fazer musculação no início da tarde e no final do dia fazer Mat Pilates 2 vezes por semana?

    Grata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!